Begin typing your search above and press return to search. Press Esc to cancel.

Comércio parado: o que fazer? Ideias para movimentar as vendas!


Comércio parado: o que fazer? Ideias para movimentar as vendas!

Apesar de a criação de lojas virtuais ter crescido quase 40% entre junho de 2018 e 2019, o número de empresas ativas no Brasil é o menor desde 2009, segundo o IBGE. Junto a isso, a previsão de crescimento do PIB brasileiro para este ano é de 0,9%, conforme estimativas do Fundo Monetário Internacional. Vistos assim, tais números podem trazer à tona um dos maiores medos dos lojistas do país: a estagnação econômica. 

Em épocas de comércio parado, alcançar resultados expressivos nas vendas acaba sendo tarefa difícil. Por isso, ter ações estratégicas mapeadas para cenários críticos é uma boa forma de proteção. Saber o que fazer em contextos de crise ajuda a empresa a minimizar os impactos das oscilações econômicas. 

Pensando nisso, separamos 5 ideias que vão ajudar lojas físicas e virtuais a manterem o estoque girando mesmo com o comércio parado. Confira as dicas seguir!

Contrate o olist agora mesmo

O que fazer quando o comércio está parado: 5 ações para movimentar as vendas

1) Faça promoções

Dar descontos é sempre uma estratégia útil para atrair clientes, movimentar estoque e aumentar o faturamento da loja. Por isso, se as vendas estão paradas, pense em promoções diferenciadas para chamar a atenção do público. Porém, tome cuidado para que os descontos não prejudiquem as finanças da sua loja. Esta planilha de formação de preços pode ajudar você a fazer a precificação correta.

Além dos descontos em itens individuais, você deve investir em outras ações para movimentar a loja. Entre elas estão vender kits de produtos e oferecer frete grátis em compras acima de determinado valor, por exemplo. Com isso, você atrai novos clientes para a loja, fatura mais e ainda aumenta o ticket médio das compras.

2) Invista em divulgação

Por mais incríveis que sejam, as promoções só trarão bons resultados se o público tiver acesso a elas, certo? Portanto, é essencial que você divulgue as ofertas em diferentes canais de comunicação. O ponto de partida pode ser as redes sociais da sua loja – confira dicas de como vender no WhatsApp Business e também no Instagram Shopping. Use essas plataformas para divulgar ofertas, fazer sorteios e fortalecer o relacionamento com seus clientes!

Outra ideia para ganhar mais visibilidade é investir em mídias pagas, como o Google Ads. Ferramentas desse tipo podem ajudar você a se destacar de concorrentes. No entanto, lembre-se de segmentar e personalizar as campanhas de acordo com o seu público-alvo – assim, você otimiza os investimentos. Confira o passo a passo de como usar o Facebook Ads para divulgar as ofertas da sua loja.

3) Aproveite datas especiais do comércio

Aproveitar o potencial de datas comerciais é a nossa terceira dica para você movimentar as vendas mesmo em períodos de estagnação econômica. E quando falamos em datas especiais, não nos referimos apenas aos eventos tradicionais do varejo, como Natal e Dia das Mães. Há muitas outras campanhas comerciais com alto potencial de negócio, principalmente no e-commerce. Listamos algumas delas abaixo:

  • Black Friday: é a data mais importante do e-commerce e acontece na última sexta-feira de novembro.
  • Cyber Monday: acontece na segunda-feira pós-Black Friday e é focada em produtos eletrônicos e de informática.
  • Green Monday: acontece na segunda-feira da segunda semana de dezembro e foi criada pelo eBay.
  • Semana do Brasil: lançada pelo governo federal em 2019, a campanha acontece entre os dias 6 e 15 de setembro.
  • Dia do Orgulho Nerd: a data acontece em 25 de maio e é direcionada ao público geek – fã de super-heróis, ficção científica e fantasia, por exemplo.

Essas são apenas algumas das datas que têm alto potencial de negócio, mas com certeza há campanhas ainda mais específicas para o segmento da sua loja. Então pesquise quais são elas e não deixe de participar!

4) Anuncie em marketplaces

Vender em marketplaces se tornou estratégia fundamental para as marcas de sucesso. Além de alta visibilidade, esses canais têm tráfego qualificado, campanhas exclusivas e baixos custos operacionais. Os sites Mercado Livre, Americanas, Magazine Luiza e Amazon são exemplos de marketplaces de destaque. 

Vale reforçar que sites desse tipo recebem altíssimo volume de acessos durante o ano todo. Portanto, usá-los como canal de venda é uma excelente estratégia para lojas que desejam ganhar visibilidade na internet, atrair mais clientes e aumentar o faturamento. Acesse este post para saber mais sobre marketplaces e também confira a lista dos sites de venda mais relevantes do Brasil.

5) Participe de eventos

Para finalizar esta lista, recomendamos que você participe de eventos relacionados ao varejo e ao e-commerce. Marcar presença em encontros desse tipo ajudará você a acompanhar as tendências de mercado, fazer networking com outros grandes profissionais, divulgar a sua marca e se aproximar do público. Nesse sentido, priorize eventos que tenham relação com o seu segmento de atuação.

Abaixo, listamos alguns dos eventos mais relevantes do e-commerce brasileiro:

Mantenha as vendas em alta mesmo com o comércio parado!

E aí, o que você achou das nossas dicas? Ter estratégias engatilhadas para cenários de comércio parado é fundamental para que suas vendas não sejam prejudicadas. Reveja as ideias que compartilhamos, entenda quais delas são prioridades agora e comece a planejá-las o quanto antes. Assim, você vai conseguir se prevenir de queda nas vendas e manter o seu faturamento constante!

Confira nossas 48 dicas de como vender na internet e aprofunde-se em novas estratégias de negócio!

Venda mais com o Olist

+ Nenhum comentário

Adicione o seu