Begin typing your search above and press return to search. Press Esc to cancel.

Como entrar no e-commerce melhora a eficiência da sua loja física?


Como entrar no e-commerce melhora a eficiência da sua loja física?

Muitos varejistas ainda acreditam que o e-commerce é um concorrente desleal que irá roubar as vendas da loja física. Por conta disso, eles não enxergam o comércio eletrônico como uma estratégia que pode aumentar a eficiência da loja offline. Essa ideia chega a parecer absurda para o lojista que não está atento para o cenário de compras pela internet no Brasil.

Quase 30 milhões de pessoas fizeram pelo menos uma compra online no primeiro semestre de 2019, conforme relatório Webshoppers 40. Nesse mesmo período foram faturados mais de R$ 26 bilhões em diversas categorias de produtos, que somadas geraram mais de 65 milhões de pedidos.  E o potencial de vendas que existe no mercado online é apenas uma das vantagens desse modelo. 

A visão de que o e-commerce é um adversário do varejo físico já está ultrapassada. Por isso, separamos algumas dicas sobre como o e-commerce pode melhorar a eficiência da sua loja física.

Baixe a Lista!

Como o e-commerce melhora as vendas da loja física

O receio de que o e-commerce tire as vendas da loja física não é restrito aos empreendedores brasileiros. O mercado norte-americano também tem um pé atrás quando o assunto é integração da loja física e da virtual.

Por conta disso, em 2019 a Forrester Research realizou uma pesquisa, encomendada pelo Google, para entender se essa preocupação tinha fundamento. Como resultado, o estudo comprovou que a maior parte dos produtos são pesquisados online, mas a decisão e a compra são feitas no offline.

Muitos consumidores primeiro pesquisam o item no e-commerce para verificar o preço e mais informações. No entanto, eles preferem ir até a loja mais próxima para testar, experimentar e até sentir a mercadoria antes de tomar qualquer decisão. Caso optem pela compra, ela é efetuada no próprio estabelecimento.

Esse comportamento, chamado de Research Online, Purchase Offline (RoPo), deve ser responsável por mais de 32% das vendas offline em 2021, conforme revela a pesquisa. Isso mostra que a experiência da compra ainda é tão importante para o cliente quanto o produto em si. 

Assumir uma estratégia omnichannel é o primeiro passo para que o e-commerce ajude a melhorar a eficiência da loja física. Existem diversas razões para investir no comércio eletrônico, que facilitam tanto a compra para o lojista quanto para o consumidor. Apresentamos algumas delas a seguir!

Por que investir no e-commerce

Para alcançar novas pessoas

Na internet, o consumidor não necessariamente compra de produtores locais ou nacionais. O mercado virtual permite a quebra das barreiras geográficas e a expansão do negócio a nível internacional. Ou seja, o lojista que tem uma presença digital consegue, com o mesmo investimento, atingir um público muito maior e ampliar as vendas para além do mesmo grupo de pessoas.

Para vender a qualquer hora

Enquanto as lojas físicas têm um horário comercial, o e-commerce funciona 24 horas. Dessa maneira, a qualquer instante o consumidor pode encontrar o produto sem custo adicional para o dono do negócio. As vendas acontecem no melhor momento para o cliente, sem a necessidade de a loja ter uma equipe completa trabalhando horas extras.

Para otimizar o tempo

O tempo é um recurso precioso, portanto saber aproveitá-lo é essencial. Nesse sentido, a loja virtual ajuda de duas maneiras. A primeira é permitindo o atendimento simultâneo, ou seja, vários clientes comprando ao mesmo tempo sem o risco de não receberem atenção.

Junto a isso, o e-commerce ajuda a manter a rotina caso a loja física esteja vazia. Afinal, parte da equipe pode separar e empacotar os itens a serem enviados, enquanto o resto foca em atividades mais estratégicas.

Para diversificar os canais de vendas

Imagine a seguinte situação: sua loja fica localizada em uma rua muito movimentada e todo o lucro vem dessas vendas. Em determinado dia, ao chegar para trabalhar, você descobre que a rua ficará fechada por 4 dias, por conta de obras na região. Nesse caso, pelo fato de o negócio não ter outras frentes de atuação, esse imprevisto vai gerar um impacto significativo no resultado do final do mês.

Isso mostra que investir em apenas um canal de vendas por muito tempo é uma estratégia arriscada. Ter mais frentes de atuação permite que o lojista fique menos dependente de cada uma. O e-commerce é uma boa opção para quem busca essa diversificação. Se o comerciante do caso acima tivesse uma loja virtual, ele poderia direcionar suas vendas para esse outro meio e não teria um prejuízo tão grande, por exemplo.

Para reduzir custos

Apesar de exigir um investimento inicial, a loja virtual possibilita que o empreendedor reduza custos. Afinal, é mais barato pagar por um bom site de vendas do que construir novas unidades físicas para aumentar o mercado de atuação.

Vender no e-commerce também permite que o lojista tenha noção de quais produtos realmente dão resultado. Dessa maneira, ele pode investir com foco e certeza no que funciona para o negócio.

Para oferecer conforto ao consumidor

Além de tudo isso,  a loja virtual ainda traz benefícios para o consumidor. Um deles, como comentado antes, é a possibilidade de comprar na hora que quiser sem o receio de encontrar o estabelecimento fechado. Outro conforto é obter o produto em qualquer lugar. Do sofá de casa até na fila do ônibus, o cliente consegue escolher, pagar e solicitar a entrega da mercadoria da maneira que preferir, sem ter que adaptar a sua rotina.

Perdendo o medo de vender no e-commerce

O comportamento do consumidor está cada vez mais omnichannel. Ele quer encontrar a mesma promoção tanto na internet quanto na loja física e ter a experiência de compra completa independente do canal. Como vimos ao longo deste texto, existem diversos motivos para deixar para trás o mito do e-commerce como concorrente da loja física. A integração entre os dois canais é muito mais vantajosa do que escolher entre um e o outro. 

Portanto, os lojistas que querem aumentar suas vendas precisam se adaptar para atender essas novas necessidades. Integrar essas duas frentes não é fácil, mas pode gerar resultados expressivos para qualquer negócio.

Agora que você já viu como o e-commerce pode ajudar o ponto de venda, confira os erros mais comuns dessa integração e como evitá-los.

Venda mais com o Olist

Categories

+ Nenhum comentário

Adicione o seu