como vender pelo telegram

Mesmo que o Telegram não faça parte do seu dia a dia, você já deve ter ouvido falar desse aplicativo. Com foco total em privacidade e segurança, além de algumas vantagens em relação ao popular WhatsApp, vários profissionais estão descobrindo como vender pelo Telegram.

Como toda ferramenta de marketing, alguns cuidados são necessários. O mensageiro também é usado para fins pessoais, por isso é muito fácil errar na comunicação e ser classificado como spam. Acompanhe as melhores práticas para aproveitá-lo!

Como funciona o aplicativo?

O Telegram é um sistema de mensagens online que funciona como o WhatsApp e o Messenger. Isso significa que você também pode enviar áudios, fotos, vídeos e arquivos. O serviço multiplataforma foi lançado em 2013 e, desde então, atingiu 200 milhões de usuários mensais.

O principal destaque do aplicativo é a segurança — com criptografia de ponta a ponta. Esse recurso impede que governos e hackers tenham acesso aos conteúdos enviados.

Nesse momento, você deve recordar de alguns casos polêmicos com vazamentos de dados no Brasil, correto? É importante explicar que o Telegram nunca foi hackeado. O problema ocorreu na operadora das vítimas — uma brecha na segurança com SMS permitiu o acesso aos criminosos.

Vale lembrar que se a autenticação em dois fatores estivesse ativada o ataque seria evitado. Por isso, lembre-se de ativar a sua em qualquer sistema de mensagens.

A privacidade é um outro aspecto relevante no Telegram. Mesmo sendo um sistema gratuito, nenhuma informação de usuário é coletada. No WhatsApp, sua conta é identificada e seus contatos podem ser rastreados pelo Facebook (proprietário da ferramenta).

Chat secreto

Os chats secretos não permitem que uma pessoa encaminhe mensagens ou faça capturas de tela. É claro que alguém poderia tirar uma foto da tela com outro dispositivo, mas é possível programar a autodestruição das mensagens.

Limite maior para usuários e arquivos

Se deseja enviar arquivos grandes, o Telegram tem vantagem com suporte para arquivos de até 1,5 GB. Enquanto isso, o limite do WhatsApp é de apenas 100 MB. A quantidade de usuários por grupo também é muito superior, sendo 200 mil participantes no Telegram, contra somente 256 pessoas em seu concorrente.

Integrações

O aplicativo permite integrar diversos serviços ao chat. É possível criar fluxos automatizados para facilitar sua operação, alguns exemplos:

  • Agendar mensagens e adicionar temporizadores de autodestruição
  • Verificar as estatísticas do canal
  • Criar um bot de feedback
  • Enviar votações e enquetes
  • Pesquisar e postar gifs
  • Traduzir mensagens e muitos outros

No site da Botlist você encontra centenas de integrações para adicionar ao seu chat ou grupo do Telegram.

Como vender pelo Telegram?

As vendas diretas via Telegram não são tão difundidas quanto no Instagram, e alguns até acham impossível, mas não é verdade. O aplicativo, se utilizado da forma correta, é uma ótima plataforma de vendas.

Assim como o WhatsApp, o Telegram é uma ferramenta de relacionamento (não existe a opção de comprar ou exibir anúncios no aplicativo). Essa é a política oficial da plataforma, que já atraiu uma enorme quantidade de fãs. Sendo assim, os usuários do mensageiro esperam uma comunicação diferenciada e criativa. Veja como começar.

1. Crie um canal

Diferentemente dos grupos, um canal corporativo permite que apenas os administradores postem conteúdos. Você pode criar um canal público (com link aberto para novos membros) ou privado (acesso apenas com link de convite).

Não há limite para novas mensagens e, caso necessário, é possível adicionar novos administradores para gerenciar os conteúdos. Um detalhe interessante é que todas as postagens são assinadas pelo nome do canal (sua marca), e não pelo nome de usuário.

Como de costume, todos os participantes também são notificados para verificar as novas mensagens. O importante aqui é lembrar que, assim como você, os usuários não querem um canal para receber propaganda. Claro que os produtos devem ser inseridos na comunicação, mas de forma sutil e natural.

2. Defina o público correto

Não definir o público corretamente é um erro comum de lojas físicas que migram para internet. De nada adianta criar uma audiência com milhares de pessoas, se eles não estão de acordo com o público-alvo. Por exemplo, se você vende peças automotivas, o foco deve ser atrair pessoas apaixonadas por carros. Para isso, produza materiais sobre manutenção, customizações, experiências com vários veículos, dicas de compras etc.

3. Diversifique o conteúdo

Além dos vídeos, fotos e arquivos, outra maneira de personalizar o canal é criando uma coleção de adesivos (stickers) com a sua marca. Essa é uma forma bastante popular para adicionar um pouco de diversão ao canal e aumentar o reconhecimento do seu negócio. Os usuários podem baixar os adesivos e divulgar em outras conversas.

Para criar um conjunto de adesivos, escreva @Stickers no chat. Um bot do Telegram o ajudará com instruções para os próximos passos. Veja as regras para criar as imagens:

  • Devem ter 512 pixels em, pelo menos, um lado
  • Devem ser livres de direitos autorais
  • O formato recomendado é PNG
  • Devem ter moldura branca e sombra

As imagens podem ser carregadas pela versão desktop ou móvel do aplicativo. Um modelo em formato PSD será disponibilizado para criação.

4. Faça estratégias de divulgação

Você pode oferecer o canal como benefício aos clientes, criar uma comunidade aberta ou até cobrar pelo acesso aos conteúdos. Mas lembre-se que o foco principal é gerar valor para sua audiência — as vendas virão como consequência desse trabalho. Ninguém quer participar de um canal para receber apenas propaganda.

O marketing de conteúdo é uma estratégia de médio e longo prazo. Com boas práticas e conteúdos frequentes, você consegue criar uma audiência engajada e movimentar suas vendas.

O Telegram é o melhor canal para sua empresa?

Agora que já sabe como vender pelo Telegram, baixe o aplicativo no computador ou no smartphone e aproveite os benefícios. Veja:

  • Serviço gratuito e multiplataforma
  • Comunicação com segurança e privacidade
  • Criação de grandes audiências
  • Envio de arquivos de até 1,5 GB
  • Possibilidade de integração de outros serviços ao chat

Não faltam motivos para que o Telegram esteja na lista dos apps mais baixados. Empresas e consumidores do mundo todo confiam na plataforma para agilizar suas interações diárias. Além da segurança, outro fator relevante é a usabilidade do sistema, já que criar um canal com opções avançadas não exige conhecimentos técnicos.

Telegram ou WhatsApp, qual o melhor?

Considerando todos os recursos da ferramenta, é surpreendente que o sistema para mobile e desktop seja gratuito, ilimitado e sem anúncios. Tudo isso faz do Telegram um excelente canal para desenvolver sua presença e construir comunidades online.

Porém, mesmo com todas essas vantagens, é importante conhecer em detalhes o principal concorrente: o WhatsApp Business. Veja aqui como ele pode ajudar seu negócio.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui