empreendedorismo online

Ter um negócio próprio é o sonho de muitos brasileiros. Segundo o Instituto Brasileiro de Marketing e Afiliação (IBMA), cerca de 20 mil novos empreendedores surgem no Brasil mensalmente.

A internet oferece ótimas oportunidades para esses novos empresários, afinal, empreender no ambiente digital traz vantagens, como a possibilidade de trabalhar de qualquer lugar e os baixos custos. No entanto, antes de tomar os primeiros passos para abrir um negócio online, é preciso fazer alguns estudos e montar um planejamento cuidadoso.

Quer saber como fazer isso? Neste post, nós contamos tudo sobre empreendedorismo online — vantagens, desafios, boas práticas e como começar. Acompanhe!

O que é empreendedorismo online

Ser empreendedor digital é criar um negócio que funcione na internet e que tenha a maioria dos seus processos funcionando nesse ambiente. E-commerce, cursos online, blogs e soluções tecnológicas são exemplos desse tipo de negócio, em que não é necessário investir em espaço físico.

Assim como acontece com qualquer empresa, o principal objetivo de um negócio digital é ser rentável. Porém, as estratégias para alcançar a rentabilidade podem ser diferentes, assim como os desafios encontrados pelo caminho.

Por isso, antes de investir no empreendedorismo online, é importante conhecer bem o mercado digital e suas particularidades, além de estudar o segmento em que deseja atuar. Só assim é possível traçar um plano bem embasado e realista.


Como é o mercado digital

Os consumidores estão cada vez mais confiantes para fazer compras online. No primeiro semestre de 2019, as compras em e-commerces cresceram 23% em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo pesquisas. Esse aumento é muito significativo — em 2018, o crescimento foi de 5% em relação a 2017. O valor gasto nessas compras também subiu, de R$ 1.036 para R$1.180, o que corresponde a uma alta de 14%.

A tendência é que esses números continuem subindo. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 116 milhões de brasileiros estão conectados à internet por meio de celulares, computadores, tablets e televisões. Diante desse cenário, muitos empreendedores entendem que a internet é um ambiente propício para o crescimento de negócios e investem no setor.

Principais desafios do empreendedorismo online

Apesar de ser um ambiente favorável para o empreendedorismo, a internet também traz desafios. Assim como em qualquer tipo de negócio, é muito importante estar atento às dificuldades enfrentadas pelas empresas da área para traçar estratégias a fim de superá-las. Confira quais são os principais desafios do empreendedorismo online!

Competitividade

Como o espaço digital traz muitas vantagens para empresas e ainda tem custos mais baixos, é natural que cada vez mais empreendedores invistam na presença online. Com isso, a concorrência tende a ser cada vez mais acirrada. Diferentemente dos negócios locais, que atendem ao público de uma determinada região, as lojas virtuais podem atingir clientes de todo o mundo — ou seja, a competitividade também acontece em nível mundial.

Para driblar esse desafio é necessário criar boas estratégias de comunicação e manter a proximidade com o público, além, é claro, da qualidade dos produtos oferecidos. Assim, a sua empresa se torna referência naquilo que se propõe a fazer.

Críticas

Uma das diferenças entre o consumidor online e o offline é que o primeiro costuma pesquisar mais antes de fechar qualquer tipo de negócio. Antes de comprar o seu produto, o consumidor procura referências sobre a empresa, compara preços, analisa a concorrência e procura opiniões de quem já tem o produto em questão. Além disso, caso tenha alguma dúvida sobre a compra e não receba uma resposta rapidamente, há grandes chances de o consumidor partir para a próxima opção e comprar do seu concorrente.

Nesse contexto, o depoimento de um consumidor insatisfeito pode trazer grandes prejuízos para a marca. É por isso que é muito importante estar ativo em todos os canais de comunicação oferecidos, tirando dúvidas, mostrando o funcionamento dos produtos, trazendo depoimentos de quem já é cliente e respondendo a todas as interações recebidas nos perfis e site da empresa.

Necessidade de mais estratégias de venda

Por estar em um ambiente que oferece tantas possibilidades, o empreendedor digital pode acabar se perdendo em meio a tantas opções de divulgação do seu trabalho — redes sociais, e-mail, blog, anúncios etc. Por isso, é fundamental que ele esteja atento e interaja com o seu público-alvo. Só assim ele saberá em qual desses canais os seus clientes passam mais tempo.

Para superar esse desafio, o empreendedor pode contar com a ajuda de especialistas em marketing ou estudar sobre as principais possibilidade do Marketing Digital, com o objetivo de entender o que cada canal oferece e quais são as vantagens e desvantagens de cada um. A partir disso, é possível traçar estratégias focadas no que realmente importa.

Atualizações constantes

No mundo digital, tudo muda o tempo todo. A cada dia surgem novas tecnologias, redes sociais, memes etc. O empreendedor digital precisa estar sempre ligado nas novidades, porque isso pode ser crucial para o futuro do negócio. Criar conteúdos e produtos que se relacionem com o que está acontecendo no mundo ajuda a consolidar a imagem da marca e chama a atenção de novos clientes.

Aqui, mais uma vez, é preciso lembrar da importância do investimento em conhecimento. Quanto mais se sabe sobre o mercado, sobre os consumidores e sobre as possibilidades do próprio negócio, maiores as chances de sucesso.

Vantagens do empreendedorismo online

Mesmo com tantos desafios, o empreendedorismo digital ainda é a melhor opção para os empresários que desejam atingir uma grande quantidade de pessoas e aumentar as vendas sem precisar investir altas quantias.

Vender na internet é mais prático, mais barato e mais fácil do que abrir loja física. Abaixo, registramos as principais vantagens de se dedicar a um negócio virtual e explicamos por que esse pode ser o melhor caminho para a sua empresa!

Maior alcance

A grande vantagem do empreendedorismo online é a capacidade de alcançar muito mais clientes do que quando se está em um negócio físico. Como já mencionamos acima, pessoas de qualquer lugar do mundo podem acessar lojas virtuais e realizar compras, enquanto o estabelecimento físico se limita à população de determinada região.

Isso aumenta muito as possibilidades de negócio para a empresa e, consequentemente, as chances de crescimento e sucesso. Com planejamento e a adoção da melhor estratégia para cada caso, o empresário consegue ir muito mais longe quando investe no ambiente digital.

Funcionamento 24h

As lojas físicas têm horários de funcionamento e não estão disponíveis para os clientes todos os dias, durante 24h, como acontece no e-commerce. Uma loja virtual consegue continuar recebendo visitas e registrando pedidos quando os estabelecimentos físicos estão fechados, o que aumenta as chances de vender mais.

A melhor parte é que tudo isso pode ser feito sem a necessidade de contratação de mão de obra. É totalmente possível vender em qualquer hora do dia contando com o apoio de uma boa plataforma de e-commerce e de ferramentas de atendimento, como chatbots, que conseguem tirar possíveis dúvidas de compradores e orientá-los ao longo do processo de compra.

Baixo investimento inicial

Abrir um negócio físico envolve muitos gastos — aluguel, reforma, móveis, funcionários etc. No empreendedorismo online, entretanto, esse tipo de gasto não faz parte do orçamento, o que torna a questão financeira muito mais fácil de administrar.

Todo o capital investido em um negócio digital será utilizado basicamente para a formalização da empresa, desenvolvimento da marca, criação do site e aquisição inicial de produtos ou matéria-prima para a produção, a depender do tipo de loja que se deseje abrir. Sendo assim, o investimento inicial é muito mais baixo do que em negócios físicos.

Simplicidade na formalização

A formalização da empresa não costuma ser um grande problema para o empreendedor digital. Hoje em dia, é possível abrir negócios na internet se cadastrando como Microempreendedor Individual (MEI). Nesse caso, paga-se apenas um imposto único mensal e não é necessário contratar contador para a abertura da empresa. Tudo isso torna o processo de formalização muito menos burocrático.

Para se cadastrar como MEI é preciso atender ao critério de faturamento anual — as receitas não podem ultrapassar o teto de R$81 mil ao ano. No entanto, essa modalidade é indicada apenas para quem deseja trabalhar com a comercialização de produtos. Empresários que pretendem oferecer atividades intelectuais ainda precisam constituir uma empresa.

Possibilidade de segmentação

As possibilidades de alcance do público de um negócio digital são enormes. Isso pode assustar o empresário e trazer o medo de não dar conta, mas com um trabalho de segmentação é possível atingir as pessoas certas. Hoje em dia, as ferramentas de Marketing Digital conseguem mostrar anúncios e conteúdos para quem tem características e interesses específicos.

Assim, você investe menos em mídia e acaba atingindo clientes com maior potencial de compra. O estudo do público-alvo e das tendências de mercado é grande aliado da estratégia de segmentação. Afinal, sabendo com quem se está lidando e o que dizer, fica muito mais fácil estabelecer uma relação de confiança com as pessoas.

Facilidade para iniciar

Começar um negócio digital é muito mais simples do que abrir loja física. Além de ter menos coisas para se preocupar, como ponto, mobiliário, estoque e contratação de equipe, o empreendimento digital só precisa de CNPJ, que pode ser conseguido com o cadastro como MEI.

Além disso, também é importante ter bom planejamento e conhecimento sobre o mercado no qual se deseja atuar. Isso não é simples, mas é muito mais fácil fazer em negócios digitais do que em lojas físicas. Quanto ao e-commerce, você mesmo pode configurá-lo com a ajuda de ferramentas online ou, caso prefira, de um desenvolvedor profissional.

Primeiros passos para empreender na internet

Agora que você já se sabe que começar um empreendimento online é muito mais fácil do que fazer isso presencialmente, é comum surgirem dúvidas sobre como colocar esse projeto em prática. Para ajudar nessa questão, preparamos um passo a passo. Confira!

Faça estudo de mercado

O primeiro passo para se dar bem no empreendedorismo digital é fazer um estudo sobre o mercado no qual a loja deseja atuar. Já se sabe que o ambiente digital é propício para o desenvolvimento de negócios, mas é necessário aprofundamento nos estudos e conhecimento de todos os detalhes do ramo escolhido.

Esse estudo também é importante para que o empresário tenha a certeza de que está fazendo a escolha certa. Por isso, é importante escolher um nicho de mercado que seja do seu agrado e que também tenha bom histórico de rentabilidade.

Escolha um tipo de produto para promover

Depois de escolher o nicho de atuação e estudar o máximo possível sobre ele, é hora de eleger um tipo de produto para se trabalhar. Esses produtos podem ser físicos, como roupas e objetos de decoração, ou virtuais, como consultorias, cursos e e-books.

A escolha do tipo de produto precisa levar em consideração as necessidades do público, as habilidades do empresário e a viabilidade do negócio.

Faça um plano de negócio

O plano de negócio é um documento estratégico em que são registradas todas as análises sobre o empreendimento e sobre o mercado. É a partir dele que se traçam estratégias e se definem os objetivos da empresa a médio e longo prazo. Tudo isso vai ajudar na definição das primeiras ações a serem tomadas e das metas iniciais.

Para criar um documento completo, é preciso fazer uma análise aprofundada do mercado, do negócio e da concorrência. Também é muito importante montar um bom planejamento financeiro.

Monte a sua loja

Essa é a hora de colocar a mão na massa. Contrate um desenvolvedor para ajudar na criação do seu site ou opte por algumas das ferramentas online. Hoje, existem diversas opções na internet para quem deseja criar uma loja sozinho. Muitas delas são intuitivas, ou seja, todos podem criar as suas próprias lojas sem grandes dificuldades.

Esse passo não deve ser um problema para nenhum empresário. Quem achar que não consegue ou prefere não criar sozinho o próprio e-commerce, pode contar com a ajuda de profissionais. Caso não haja capital disponível para esse investimento, os financiamentos para lojistas podem ser uma boa opção.

Divulgue a sua marca

O Marketing Digital é o braço direito de quem é adepto do empreendedorismo online. Conhecendo as possibilidades de divulgação — as plataformas e as ferramentas disponíveis —, o empresário consegue atrair exatamente o público que deseja e converter essas pessoas em clientes.

Aprendendo sobre Marketing Digital é possível saber em quais canais a empresa deve marcar presença, que tipo de conteúdo produzir, os formatos mais indicados etc.

Boas práticas para ter sucesso

Para ter sucesso com um negócio virtual, é necessário estar atento às particularidades e às necessidades do público para que a empresa tenha sucesso. Com algumas boas práticas, como planejar as ações a serem realizadas, definir metas etc., aumentam as chances de que tudo corra bem.

Preparamos uma lista com outros pontos decisivos para que a loja online tenha boa administração e trace uma trajetória que dê orgulho ao empresário.

Conheça a sua persona

Chama-se de persona o perfil semifictício de um cliente ideal. Muita gente confunde persona com público-alvo, mas, na prática, a diferença entre os dois é que a persona é um perfil muito mais aprofundado. Quando falamos de público-alvo, pensamos em informações demográficas, como gênero, renda, local onde mora etc. Já a persona traz, além disso tudo, uma breve descrição dos sonhos, medos, preocupações, aspirações e dores do consumidor ideal.

O estudo da persona é de fundamental importância para o planejamento das ações de uma empresa. Conhecendo bem o seu consumidor e sabendo quais são os seus problemas, fica muito mais fácil saber quais soluções oferecer e como fazer isso da maneira ideal.

Entenda as dores do cliente

O principal ponto do estudo das personas é o entendimento das dores do cliente. Afinal, quando ele adquire algum produto ou serviço, está fazendo isso para sanar determinado problema. Sabendo quais são essas questões que precisam ser resolvidas, o empresário consegue pensar em estratégias mais eficazes de comunicação — ou até criar produtos para resolver essas dores.

Para saber quais são as dores de um consumidor, é preciso manter aberto um canal de comunicação entre o público e a empresa. Só assim ele se sentirá confortável para falar sobre isso quando for questionado. Algumas empresas costumam oferecer benefícios para quem participa de pesquisas, como cupons de desconto.

Foque no bom atendimento

Na era da internet, quando o consumidor tem tantas opções disponíveis o tempo todo e a concorrência é acirrada, o bom atendimento pode fazer toda a diferença na hora da venda. Por isso, é muito importante que a equipe esteja disponível, seja simpática e saiba responder aos questionamentos com muita segurança.

Muitas vezes, quando os clientes recebem respostas incompletas ou não são bem atendidos no primeiro contato, eles preferem considerar outras opções e podem fechar negócio com a concorrência.

Esteja presente em um bom canal de vendas

O processo de compra precisa ser o mais simples possível para que o cliente não desista de adquirir um produto — ou não escolha comprá-lo em outra loja que tenha o processo mais prático. Para evitar que isso aconteça, é importante para a marca estar presente em um bom canal de vendas.

Além de ter a própria loja online, os marketplaces são ótimas opções para variar o ambiente de vendas, sem contar que trazem credibilidade para a marca. Essa também pode ser uma ótima oportunidade de alcançar públicos mais variados.

Observe a concorrência

A análise da concorrência deve estar presente na rotina de um empreendedor online desde o plano de negócios. Nesse primeiro momento, ela é importante para o aprendizado sobre o mercado e suas particularidades. Depois, com o negócio funcionando, ela é interessante para que o empresário observe o que está se fazendo no mercado, quais promoções são mais populares, que produtos têm mais procura e os preços praticados.

Uma história para inspirar

O empreendedorismo online pode ser o ponto de partida para um caminho de sucesso. Foi o que aconteceu com o empresário Rafael Pires, da SOS Celulares. Desde que começou a investir no e-commerce, o negócio só fez crescer. A empresa, que comercializa smartphones e acessórios, fez 100 vendas com o Olist só nos primeiros 19 dias de parceria.

A diversificação de canais foi o grande diferencial para a SOS Celulares, que já funcionava como loja física no interior de Minas Gerais. Contar com diferentes canais permitiu que a empresa ampliasse a abrangência da marca e conquistasse novas fontes de faturamento.

Erros comuns e como evitá-los

No empreendedorismo online, assim como acontece com os negócios tradicionais, alguns erros podem trazer grandes prejuízos, tanto financeiros quanto para a imagem da marca. Veja agora quais são os deslizes mais cometidos pelos empreendedores digital e como não cometê-los.

Escolher um mercado restrito

Há diversos casos de empreendimentos que não deram certo porque não havia público suficiente para sustentar a ideia. Isso acontece quando o empresário segmenta tanto os consumidores em potencial que a quantidade de pessoas dispostas a comprar não é suficiente para manter a empresa funcionando. Sendo assim, é muito importante calcular bem o tamanho do mercado ainda nas primeiras etapas do planejamento do negócio.

Perder o timing

Quando são lançados depois do momento ideal, alguns produtos acabam não tendo o sucesso esperado. Por isso, o empresário não deve perder muito tempo testando o produto ou investindo em grandes fases de pré-lançamento — o que acaba representando um grande investimento financeiro que pode não ser compensado.

Não guardar dinheiro

Quando se começa um negócio, é preciso ter em mente que os primeiros meses ou anos não vão trazer lucro — vão apenas recuperar o dinheiro que foi investido na sua criação. Com isso, é possível que o empresário não consiga se manter com o dinheiro vindo do negócio no início. Pensado em evitar esse tipo de situação, é necessário fazer um bom planejamento financeiro antes de empreender.

O que esperar do empreendedorismo online para o futuro

A evolução da internet fez com que os consumidores e os empreendedores voltassem as suas atenções para esse ambiente. A tendência é que o mercado continue evoluindo e trazendo números cada vez maiores. Segundo um estudo divulgado pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), o e-commerce deve crescer 43% em 2020 no Brasil.

Esse número é uma boa notícia para quem deseja empreender na internet. Além das perspectivas de crescimento, como você pôde ver neste post, o mercado digital traz grandes vantagens para os empresários, como o baixo custo, a grande visibilidade e a possibilidade de criar um canal de comunicação direta com os clientes.

O empreendedorismo online traz vantagens para todos

O empreendedorismo online também é vantajoso para o público. Com a concorrência, os consumidores terminam encontrando melhores preços. Além disso, na internet é possível pesquisar sobre a reputação de uma marca e procurar opiniões reais sobre os produtos antes de comprá-los.

Se você é um empreendedor ou tem vontade de ter um negócio próprio e gostaria de saber mais sobre o tema, não deixe de conferir os outros posts do nosso blog. A sugestão de leitura de hoje é a lista que preparamos com 10 filmes inspiradores que todo empreendedor deve assistir!

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui