mercado vegano e vegetariano

Foi-se o tempo em que veganos e vegetarianos eram vistos como pessoas de hábitos peculiares— hoje em dia, cresce a parcela da população consciente das vantagens desses estilos de vida. Por exemplo, segundo dados da Sociedade Vegetariana Brasileira divulgados pela revista Exame, cerca de 2 mil indivíduos aderem ao vegetarianismo por semana.

Junto a isso, uma pesquisa realizada pelo Ibope em 2018 apontou que 14% da população brasileira já tem esses novos hábitos e, quando falamos de regiões metropolitanas como Rio de Janeiro e São Paulo, o número sobe para 16%. Em 2012, os vegetarianos eram apenas 8% da população.

É por esses e outros motivos que os empresários que investem no mercado vegano e vegetariano devem aproveitar o momento para crescimento dos negócios. Neste post, vamos falar sobre as oportunidades para esse tipo de empresa e mostrar por que abrir uma loja online pode ser uma boa opção. Acompanhe!


As oportunidades que o mercado vegano e vegetariano oferecem

Com números crescentes e já significativos, a criação de produtos e de estabelecimentos especializados em itens veganos e vegetarianos é uma demanda real no mercado brasileiro.

Uma pesquisa realizada pelo Datafolha revelou que 63% dos brasileiros querem reduzir o consumo de carne e que 35% se preocupam com as consequências que tal tipo de alimento pode trazer para a saúde.

Essa tendência de adoção de hábitos saudáveis pelos brasileiros é um prato cheio para o mercado vegetariano e vegano. Este último já movimenta US$50 bilhões por ano no mundo. No Brasil, o número atingiu a marca de R$2,8 milhões e deve crescer nos próximos anos.

Além disso, o engajamento em temas como consumo consciente e proteção animal também potencializa o crescimento do mercado vegano e vegetariano. Empresas que oferecem produtos que respeitam o meio ambiente e buscam inovações são procuradas pelos clientes e têm grandes chances de destaque nesse nicho.

Os principais desafios do mercado vegano e vegetariano

Apesar do crescimento, o mercado vegetariano e vegano ainda está em expansão, principalmente no Brasil. Por isso, empresas do setor precisam enfrentar alguns desafios, como a dificuldade de encontrar fornecedores que trabalham de acordo com a filosofia vegana ou vegetariana e as estratégias de comunicação. Soma-se a isso a dúvida que alguns têm sobre a qualidade e a procedência do que está sendo comercializado.

Todas essas dificuldades fazem com que a produção seja mais cara e, com isso, os preços subam para o consumidor final, o que pode acabar afastando algumas pessoas do mercado. A mesma pesquisa Datafolha também afirma, por exemplo, que 60% dos brasileiros dariam preferência a itens veganos caso eles tivessem os mesmos preços dos concorrentes não veganos.

Como, pelo menos por enquanto, não é possível baratear o produto sem abrir mão da qualidade, a comunicação com o público e a divulgação dos itens também se tornam um desafio. Elas precisam ser feitas com cuidado e de forma acertada — mostrando as vantagens, criando desejo e agregando valor ao que é oferecido.

Por que abrir uma loja vegana ou vegetariana online

Uma maneira de trabalhar a comunicação é investir no Marketing Digital. As lojas virtuais ganham cada vez mais força, enquanto os espaços físicos começam a diminuir — nos Estados Unidos, quase 7 mil pontos de venda fecharam em 2017.

Apesar de ser um ótimo empreendimento, alguns empresários ainda têm medo de apostar no e-commerce por terem dúvidas de como criar um site ou acharem que o investimento é muito grande. Entretanto, hoje em dia, já existem opções de serviços e marketplaces que diminuem o custo e facilitam o trabalho do empreendedor.

A partir disso, veja abaixo como os estabelecimentos online trazem muitas vantagens para o negócio.

Alta visibilidade e alcance

Os estabelecimentos físicos têm um alcance limitado e muito menor do que o de um e-commerce — eles conseguem atrair o público de um bairro, de uma zona ou até de uma cidade inteira, mas as lojas virtuais podem alcançar todo o mundo. Sendo assim, a probabilidade de vender para mais clientes aumenta significativamente. 

Além disso, o e-commerce funciona 24 horas por dia e pode se tornar a melhor opção para quem tem uma rotina diferenciada e não está livre para fazer compras durante o horário comercial.

Comodidade para o consumidor

Além do horário de funcionamento, a loja online traz outras comodidades para o cliente, como a possibilidade de conseguir comparar preços e produtos sem precisar se deslocar pela cidade.

Outra conveniência é a maior oferta de meios de pagamento. Um e-commerce consegue cobrar do consumidor de formas mais variadas do que os estabelecimentos físicos. Além dos tradicionais cartões de crédito e débito, também dá para receber valores via boleto bancário, carteira virtual, transferência online, entre outros.

Custos menores

Os custos de uma loja online são muito menores do que os de um estabelecimento físico, já que o segundo demanda espaço, eletricidade, água e uma equipe de funcionários. O e-commerce consegue ser gerenciado de um pequeno escritório ou até mesmo de um home office.

Outro ponto que também tem a economia de recursos como consequência são os investimentos para a criação do comércio. Criar um ambiente virtual custa muito menos do que um local físico. Além disso, hoje em dia existem plataformas que entregam a maioria das funcionalidades já prontas — você só precisa personalizar.

Possibilidade de participar de marketplace

Você já deve ter percebido que ter loja virtual é uma boa maneira de ganhar espaço no mercado vegano, não é mesmo? Além de todas essas vantagens, o ambiente virtual proporciona ainda a possibilidade de participar de marketplace — e esse é um dos principais motivos pelos quais você deveria abrir a loja o mais rápido possível.

Os marketplaces são as melhores vitrines virtuais que um produto poderia ter. Além do investimento nesse tipo de serviço ser baixo, a margem de lucro é alta, e a visibilidade, maior ainda.

Outra vantagem é a relevância do negócio nos mecanismos de busca, já que ele é otimizado para SEO — técnicas que fazem um site aparecer acima dos outros nas páginas de resultado do Google.

Um investimento que vale a pena

E aí, ficou animado para abrir uma loja de produtos vegetarianos e veganos? Saiba que, além dos itens mais óbvios, como os de alimentação, também há espaço para roupas, produtos de beleza e outros objetos produzidos sem matéria-prima derivada de animais. O mercado vegano e vegetariano online é crescente e tem grandes chances de ser uma boa surpresa para o negócio!

Se você quer tirar esse plano do papel, não deixe de conferir o nosso post com informações de planejamento para uma loja virtual!

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui