Será que vale a pena adotar um programa de fidelidade? Veja aqui!

Será que vale a pena adotar um programa de fidelidade? Veja aqui!Quem é empreendedor certamente já ouviu falar que fidelizar clientes custa menos do que atrair novas pessoas. Segundo pesquisa realizada pelo Ecommerce CEO, a conquista é de 6 a 7 vezes mais cara do que a retenção. Além disso, de acordo com o mesmo estudo, consumidores recorrentes gastam, em média, 67% mais do que os novos.

Por isso, é muito importante que uma empresa adote estratégias de encantamento de clientes e os motive a comprar de novo. Isso pode ocorrer tanto por meio da reposição do item que já adquiriram, como ao consumir produtos relacionados. Depende do nicho de cada negócio.

Neste post, você verá como um programa de fidelidade pode ajudar o empreendedor a manter os clientes retornando à loja. Também entenderá por que essa é uma das alternativas mais eficazes para esse propósito. Continue lendo!

O que é programa de fidelidade e como ele funciona

Os programas de fidelidade são uma tática adotada por empresas para oferecer vantagens exclusivas para participantes. Podem ser produtos grátis, prêmios, descontos, ofertas etc. Independentemente do nicho de mercado de cada empresa, é possível pensar em alguma maneira de recompensar o cliente fiel.

A tendência da estratégia é de crescimento. Há um estudo de 2019 da Associação Brasileira de Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF) que aponta isso. Segundo ele, foram contabilizados 132 milhões de cadastros nos programas de fidelidade no país. Isso corresponde a um crescimento de quase 10% em relação a 2018.

Essa ação faz com que o consumidor se sinta valorizado e satisfeito com a marca. Além disso, pesquisas apontam que clientes cadastrados em programas de fidelidade gastam até 18% mais do que os outros.

A seguir, veja mais benefícios dos programas de fidelidade!

Por que oferecer um programa de fidelidade

Como já dito, clientes cadastrados nesse programa se sentem valorizados e podem ter melhores impressões sobre a marca. Veja outras vantagens!

Motivação do cliente

Muitos pensam que os programas de fidelidade têm como principal objetivo recompensar os consumidores fiéis. A verdade, porém, é que eles, apesar de cumprirem esse papel, servem também para fidelizar clientes novos, aqueles que fazem compras apenas esporadicamente ou os que costumam gastar menos.

Quando bem planejado, um programa de fidelidade oferece benefícios que motivam as pessoas a visitar a loja mais vezes e a gastar mais em cada transação. O resultado dessa equação é simples. Quanto mais clientes retornando e comprando, melhor a realidade financeira da empresa.

Melhora do relacionamento com o cliente

Um programa de benefícios bem estruturado também pode contribuir para a melhoria do relacionamento entre marca e cliente. Os consumidores gostam de se sentir especiais e valorizados.

Essa ação, como abordado acima, cumpre esses requisitos, mas não só isso. Por meio dela, ainda é garantida ao cliente a sensação de que está participando de algo exclusivo ou que está levando alguma vantagem sobre a empresa. Esses são dois importantes gatilhos mentais para a venda.

Como parte do programa consiste na comunicação mais estreita entre empresa e público, a tendência é que esses sentimentos se consolidem. Por isso, ao cadastrar consumidores em um programa, é importante coletar informações pessoais e passar a trabalhar com ofertas personalizadas. Também vale enviar pesquisas de satisfação.

Aumento do ticket médio

O programa de fidelidade também pode ajudar o empreendedor a aumentar o ticket médio de sua loja. Isso acontece porque, muitas vezes, o cliente precisa gastar um valor mínimo para garantir um selo ou algum ponto. Esse número é estipulado pela própria empresa e pode ser definido justamente com a intenção de atingir esse objetivo.

Outra forma de buscar o aumento do ticket médio é oferecer descontos maiores para os cadastrados caso levem mais de um item para casa. Assim, o cliente compra mais e, consequentemente, gasta mais.

Vantagem competitiva

Por se sentir bem tratado, as chances de que o cliente dê preferência à marca com a qual tem um relacionamento consolidado aumentam. Afinal, por que não comprar em uma loja em que há a garantia do bom atendimento e, ainda, alguns benefícios?

Nesse sentido, a adoção de um programa de fidelidade pode significar uma grande vantagem competitiva em relação aos demais negócios do mesmo nicho. Além do destaque entre a concorrência, a empresa pode garantir um número de clientes suficiente para manter-se funcionando por bastante tempo.

Boas práticas para programas de fidelidade

Para que um programa de benefícios seja bem-sucedido, é preciso que seja pensado e estruturado de forma personalizada. Não adianta copiar o programa do concorrente.

Afinal, analisar os números do próprio negócio e o perfil de seus clientes é muito importante. Só assim, os benefícios oferecidos serão realmente valorizados pelos consumidores. Ainda, essa é a única maneira de evitar prejuízos para a empresa.

A seguir, veja algumas boas práticas para ajudar a implantar um bom programa de fidelidade:

  • Conheça bem o perfil do cliente.
  • Defina como os participantes acumularão pontos.
  • Escolha recompensas interessantes (você pode consultar os clientes, para saber o que gostariam de ganhar).
  • Deixe claras todas as condições no momento da inscrição.
  • Crie um nome para o programa.
  • Automatize os processos, para que não haja problemas de gerenciamento.

Uma boa alternativa para deixar o programa de fidelidade ainda mais vantajoso para o cliente é fazer parcerias com outras marcas. Isso desde que trabalhem com produtos complementares e não sejam concorrentes diretas. Se o seu negócio vende colchões, por exemplo, pode oferecer pontos dobrados para quem comprar os lençóis em determinada loja. Assim, as duas empresas se divulgam mutuamente.

Outra boa prática é o hábito de manter os clientes engajados. Se você é o dono dessa loja de roupas de cama, por exemplo, pode enviar e-mails para os clientes que compraram lençóis oferecendo cobertores que combinem quando chegar o inverno.

As características de um programa eficiente

Como dito, é fundamental que um programa de fidelidade sejam planejado e estruturado com cuidado. Desse modo, será possível despertar o interesse dos clientes e obter benefícios para a loja. Para manter uma boa relação com o público, é importante criar um programa simples e prático. Não se deve deixar as pessoas confusas e é fundamental oferecer vantagens reais e interessantes.

É preciso, ainda, que a empresa esteja sempre atenta ao mercado e ao desempenho de seu negócio. Dessa forma, é possível conceder benefícios, prêmios e condições que contribuam para que a loja atinja os seus objetivos.

Se você achou este conteúdo interessante e pensa que ele pode ajudar outras pessoas, compartilhe-o em suas redes sociais!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *