tendências de e-commerce

Desde que a modalidade de e-commerce surgiu, ela já passou por diversas transformações. O desenvolvimento de sites mais responsivos, melhores sistemas de entrega, diferentes formas de pagamento e soluções para aumentar a segurança de dados aprimoraram de maneira positiva a experiência dos consumidores ao longo do tempo.

E nos dias de hoje, quais serão as tendências de e-commerce a que se deve estar atento? Confira a resposta agora!

As 5 tendências de e-commerce para 2020

Conseguir identificar essas tendências e descobrir a melhor maneira de implantar as novas ideias na loja virtual é um dos grandes segredos para colocar o negócio em evidência, aumentando o volume de vendas. Veja as principais para o ano de 2020.

1. Integração de canais

Para atender a consumidores cada vez mais exigentes na hora da compra, um conceito que está em alta é a integração de canais de relacionamento, buscando ir além dos meios na internet. A ideia é que os clientes tenham o mesmo reconhecimento da marca tanto no meio digital quanto em canais offline.

Essa ideia pode ser aplicada desde os primeiros contatos com os potenciais clientes, momento em que eles precisam desenvolver a confiança para decidir sobre a compra. Disponibilizar formas de atendimento personalizadas ou mesmo oferecer demonstrações reais dos produtos, por exemplo, podem ser grandes diferenciais para o sucesso de uma venda.

Já na hora de fazer a entrega, uma boa opção é contar com pontos físicos de retirada, de modo que os compradores tenham mais flexibilidade para buscar seus produtos. Medidas assim reforçam aos consumidores a atuação da empresa em diferentes canais, aumentando sua credibilidade e destaque nos mercados online e físico.

2. Investimento em logística reversa

A expansão das vendas pela internet fez com que as empresas de logística e transportadoras tivessem de se reinventar para atender a essa nova realidade. Da mesma forma, os e-commerces também precisaram aprimorar suas práticas para garantir entregas no menor prazo possível. No entanto, quando um produto precisa voltar das mãos do cliente para a loja, você sabe como administrar essa situação?

Para minimizar os efeitos desses procedimentos, investir em logística reversa é mais uma tendência em que você precisa ficar de olho. A ideia é desenvolver as melhores práticas para atender às solicitações de troca ou devolução com agilidade e o menor impacto possível na experiência dos clientes.

Afinal, ninguém gosta quando aquele produto tão esperado chega com algum problema, não é mesmo? Cuidando da logística reversa no e-commerce, você garante a satisfação dos compradores e o devido cumprimento da legislação de direitos do consumidor.

3. IOT no e-commerce

Com cada vez mais tipos de dispositivos se conectando à internet, fica claro que a Internet das Coisas, ou IoT, está muito presente na rotina atual. Por isso, é fundamental avaliar como essa tendência influencia também as vendas no e-commerce nos tempos atuais.

Mais do que oferecer recursos online, esses equipamentos são capazes de traçar os padrões de comportamento dos usuários por meio de Inteligência Artificial. Assim, as lojas virtuais podem trabalhar com informações precisas sobre seu público, desenvolvendo ações e criando produtos que vão ao encontro do que os clientes esperam.

Essa integração entre mundo físico e digital, proporcionada pela IoT, tem sido cada vez mais valorizada pelos clientes, especialmente aqueles considerados nativos digitais. Quanto mais alinhado com essa tendência um e-commerce estiver, mais ele conseguirá atrair e reter a atenção dos consumidores.

4. Uso de vários canais de venda

Com tantas formas de alcançar novos públicos no ambiente virtual, apostar na integração do e-commerce com diferentes canais é uma das grandes tendências para o setor. Essa é a oportunidade de conseguir uma grande vitrine para os seus produtos mesmo quando os potenciais clientes não estão navegando exatamente na sua página.

Um caminho é as redes sociais, que são extremamente populares, com um fluxo de milhões de visitantes todos os dias. Graças à capacidade dessas plataformas de identificar os interesses dos usuários, as divulgações tendem a ter um alto índice de eficácia, já que é possível direcionar seus conteúdos e anúncios para o público certo.

Outra grande tendência são os marketplaces, canais que oferecem um modelo de vendas ideal para potencializar os resultados de um e-commerce. Por meio deles, uma loja virtual tem a oportunidade de multiplicar seus anúncios pelos portais de grandes varejistas, gerenciando tudo por uma única plataforma ágil e intuitiva.

5. Aplicação de storytelling nas vendas

Para muitos lojistas, manter a atenção dos potenciais clientes tem se tornado uma tarefa cada vez mais difícil. Uma prática vista como uma grande tendência para superar essa barreira é o storytelling, que consiste em atrair os visitantes por meio de narrativas interessantes e envolventes.

Essa é uma técnica de marketing que se baseia em constatações científicas de que, em geral, as pessoas têm mais facilidade em assimilar histórias do que dados. Dessa forma, ao desenvolver contextos atrativos e personagens carismáticos para intermediar sua relação com o público, um e-commerce consegue criar uma identidade única, que pode ajudá-lo a cair definitivamente nas graças dos consumidores.

Mantendo as pessoas por perto, é praticamente certo que as conversões em vendas se tornarão mais relevantes. Além disso, sua marca pode se tornar uma verdadeira referência no mercado, já que a identificação com os consumidores começará bem antes do momento em que uma venda é concretizada.

As tendências de e-commerce como um diferencial para seu negócio

Todas essas tendências demonstram que o comércio virtual segue se modernizando e se adaptando às exigências dos seus clientes. No final das contas, colocar a experiência dos consumidores no centro das atenções é o grande objetivo dessas práticas — característica que é muito apreciada por quem costuma fazer suas compras na rede.

Ainda que as tendências de e-commerce sejam acessíveis para todas as empresas, até mesmo suas concorrentes, aquelas que as aplicarem de forma precisa e alinhada aos anseios dos seus consumidores certamente se destacarão pela eficiência dessas medidas. Por isso, um bom planejamento e uma estratégia apurada são fundamentais para extrair todos os seus benefícios.

Gostou das dicas de hoje? Então, assine agora mesmo a nossa newsletter e não perca os próximos conteúdos para ajudar a desenvolver o seu negócio!

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui