Begin typing your search above and press return to search. Press Esc to cancel.

6 maiores erros de e-mail marketing que você não pode cometer!


Maiores erros de e-mail marketingMesmo com o grande crescimento das redes sociais, o e-mail marketing continua sendo muito valioso para engajar os clientes em potencial e fazê-los avançarem para as próximas etapas do funil de vendas. Ele também é um recurso muito importante para o Inbound Marketing porque permite o contato a longo prazo, alcança pessoas em diversos estágios da jornada de compra e costuma trazer bons resultados.

Para conseguir atingir seus objetivos com o e-mail marketing, no entanto, é necessário montar um plano eficaz e tomar alguns cuidados na hora de criar os conteúdos. Neste post, vamos falar sobre as vantagens de aderir a esse recurso e também mostrar os principais erros de e-mail marketing para que você evite cometê-los. Acompanhe a leitura!

Conheça o Olist

As vantagens do e-mail marketing

Uma grande vantagem do e-mail marketing é que ele é um meio de comunicação ético e respeitoso. Afinal, se você tem o endereço daquela pessoa é porque ela o ofereceu em troca de conteúdo — e pode se descadastrar da sua lista de contatos a qualquer momento.

Confira alguns outros pontos positivos do e-mail marketing:

  • Rapidez: um e-mail chega de forma direta, rápida e massiva a milhares de pessoas em qualquer lugar do mundo.
  • Economia: o custo é relativamente baixo quando comparado a outros meios como mídia digital, TV, rádio e imprensa gráfica.
  • Sustentabilidade: não consome recursos físicos como o papel.
  • Segmentação: é possível categorizar os contatos e enviar mensagens apenas para quem possa se interessar por ela.
  • Análise: as ferramentas que analisam o e-mail marketing disponibilizam relatórios com métricas de abertura, cliques e erros.

Os 6 maiores erros de e-mail marketing

Como você já sabe, o e-mail marketing é um recurso poderoso de comunicação entre empresas e clientes. Para que a sua estratégia seja efetiva e tenha bons resultados, no entanto, é preciso planejar e tomar determinados cuidados na hora da produção do conteúdo.

Confira a lista que preparamos com os principais erros de e-mail marketing!

1. Conteúdo irrelevante

O que vale aqui é aquela máxima de que a qualidade é mais importante do que a quantidade. Não adianta enviar e-mails semanais aos seus leads se eles não se interessarem pelo conteúdo (os leads são os contatos de pessoas que estão interessadas no produto).

Uma das métricas que aponta o nível de interesse pelo conteúdo é a taxa de abertura. Ela representa o percentual de pessoas que receberam a mensagem e clicaram para ler. Se o seu conteúdo não chamar atenção do cliente, com o passar do tempo a taxa de abertura tende a cair significativamente e recuperá-la será um grande desafio.

Por isso, procure entender o que o seu lead precisa saber e ofereça respostas para as suas dúvidas. Se a pessoa já estiver em um estágio mais avançado do funil de vendas, ofereça detalhes sobre produtos, mostre cases de sucesso e faça ofertas, por exemplo.

É importante também deixar claro no assunto do e-mail qual conteúdo será encontrado ali. Se for realmente interessante para a pessoa, ela vai abrir a mensagem.

2. E-mail muito longo

Quantos e-mails longos você leu nos últimos dias? Com o seu cliente acontece a mesma coisa — estamos cada vez mais acostumados à velocidade da informação e buscamos mais objetividade no conteúdo consumido.

Sendo assim, evite enviar e-mails muito longos, cheios de texto e imagens, pois eles diminuem a probabilidade de que o lead leia tudo o que está escrito ali. Seja claro e objetivo nas suas mensagens, deixando os trechos importantes em negrito e os parágrafos sempre curtos para facilitar a leitura dinâmica.

3. Falta de segmentação

Segmentar a sua lista de e-mails também é fundamental para o sucesso das campanhas. Se você trabalha com produtos ou serviços variados, vai ter endereços de pessoas interessadas em cada um deles, mas isso não quer dizer que todo mundo se interesse por tudo. E mesmo que você trabalhe com apenas um produto, não se esqueça de que os leads estão em diferentes estágios no funil de vendas.

Segmente o seu público e evite cometer um grande erro no e-mail marketing, que é a falta de personalização nas mensagens enviadas. Quanto mais categorias forem criadas, mais chances a empresa tem de enviar o conteúdo certo para a pessoa certa. 

4. Ausência de CTA

CTA — Call To Action — é a chamada para ação, que deve constar em qualquer conteúdo enviado por e-mail. Imagine que você escreve um e-mail interessante, objetivo, com um bom assunto e boas taxas de abertura. Tudo isso é muito bom, mas todo esforço trará muito menos resultados se a pessoa não passar para o próximo passo.

Qual é o seu objetivo ao enviar aquele e-mail? Se é vender os produtos do seu e-commerce, coloque um botão que leve o lead à sua página. Já se é aumentar o tráfego no blog, coloque um link para os seus posts. O caminho do cliente até você precisa ser o mais simples possível para que ele não desista. 

5. Excesso de links

O contrário também é um grande erro de e-mail marketing. A sua mensagem precisa ser clara e objetiva e enviar o lead para a ação que você deseja que ele realize. Caso o seu e-mail tenha muitos links, ele pode se dispersar do objetivo inicial e acabar não clicando onde você realmente precisa. Se deseja que ele acesse a sua loja virtual, por exemplo, evite colocar links para o seu blog nessa mensagem.

6. Envio de mensagens sem permissão

Esse talvez seja o maior equívoco cometido pelas empresas ao usar o e-mail marketing. Se você não tem a permissão de alguém para enviar e-mails, não o faça. Não compre bases de dados e nem use endereços que você conseguiu de qualquer outra forma que não tenha sido pelo seu próprio formulário. Além de ser desrespeitoso, a possibilidade de dar certo é muito pequena.

Como montar uma estratégia de e-mail marketing

O primeiro passo para uma estratégia de sucesso é definir seus objetivos, que podem ser engajamento, nutrição de leads, educação, vendas, apresentação de um novo produto ou relacionamento, por exemplo. Depois, defina qual tipo de conteúdo vai enviar para atingir cada meta. 

Uma newsletter, por exemplo, é o modelo de e-mail ideal para aumentar o seu tráfego, nutrir os leads e mantê-los bem informados. Já mensagens com ofertas são eficazes para vendas, e convites para eventos podem ser feitos para quem ainda está na fase de consideração.

O próximo passo é segmentar a sua lista de e-mails para garantir que cada um receba o conteúdo no qual está interessado. Por fim, escreva as mensagens seguindo as nossas dicas para evitar erros de e-mail marketing e faça o envio pela plataforma de sua preferência.

Na hora de escolher a sua plataforma de e-mail, priorize aquelas que permitam fazer automações e forneçam dados sobre a entrega — a análise deles é essencial para o próximo planejamento.

Outras estratégias de marketing de conteúdo

Agora que você já sabe quais são os principais erros do e-mail marketing e como montar uma estratégia eficaz, terá muito mais facilidade em se relacionar com clientes. Para saber usar outras estratégias do marketing de conteúdo a favor do seu e-commerce, confira o nosso post sobre o assunto!

Tem dúvidas ou comentários sobre este post? Compartilhe abaixo!

Venda mais com o Olist

+ Nenhum comentário

Adicione o seu