Begin typing your search above and press return to search. Press Esc to cancel.

O preço do Olist mudou para melhor: entenda


O e-commerce brasileiro não para de crescer. Na contramão da economia, que cresceu 0,89% em 2019, o segmento de vendas online segue em constante avanço. Segundo uma pesquisa realizada pela NeoTrust, o comércio virtual faturou mais de R$ 75 bilhões no ano passado, 22,7% a mais do que em 2018. 

A transformação e o crescimento desse setor também exigem mudanças no Olist. Para cumprir nossa missão de empoderar o comércio, precisamos oferecer uma solução de vendas online que acompanha as mudanças do mercado, de forma compatível com o orçamento do lojista. 

Nesse sentido, além de evoluir nossa ferramenta de vendas, também decidimos mudar os valores praticados em nossos serviços e propusemos uma mudança nos preços e taxas de comissionamento.

Durante muito tempo o Olist ofereceu ao lojista apenas duas opções de adesão: plano semestral ou anual, com uma comissão fixa de 20% sobre as vendas. Com a mudança, esses planos deixaram de existir e a comissão ficou flexível. 

Entenda, na prática, o que mudou e quais são os benefícios diretos para o seu negócio. 

Conheça o Olist

O que mudou nos preços do Olist? 

Primeiramente, vamos falar sobre a taxa de comissão por venda, que varia de acordo com o faturamento do lojista. Agora, quanto mais o lojista vende dentro do Olist, menor é a comissão que ele paga. 

Funciona assim: lojistas que faturam até R$ 3.000 por mês têm uma comissão fixa de 21% por pedido, já incluindo as taxas dos marketplaces. Aqueles que faturam acima desse valor pagam apenas 19% de comissão.

Antes a comissão de 20% era aplicada em todos os pedidos, independente do faturamento. Agora quanto mais pedidos, menor é a comissão do lojista. 

Mas você deve estar pensando “Quem vende menos de R$ 3.000 foi prejudicado, já que a comissão passou de 20% para 21%”. Não, não foi. 

Existem diversos motivos que podem afetar a performance das vendas e sabemos disso. É por essa razão que o lojista com faturamento até R$ 3.000 está isento do pagamento de mensalidade. Sim, a mensalidade é grátis

A adesão ao Olist também mudou. O valor que era pago integralmente no momento da contratação agora é parcelado. Isso reduz o custo inicial da operação para o lojista, facilitando o acesso aos nossos serviços. 

No novo modelo de adesão, o valor de R$ 450 é dividido em até seis vezes de R$ 75. Isso significa que, para ativar sua conta e expor seus produtos nos maiores marketplaces, você só precisa de R$ 2,50 por dia.

Muita coisa mudou, não é? Para ficar claro vamos traçar o caminho que o lojista faz ao entrar no Olist: 

  • Viu valor em vender com o Olist e decidiu entrar: paga a 1ª parcela de R$ 75 da adesão para ativar a conta e já começa a vender.
  • O faturamento das vendas não chega a R$ 3.000: não paga mensalidade e a comissão por pedido é de 21%. Nesse caso seu acesso a plataforma é vitalício, sem qualquer cobrança adicional até que aconteçam novas vendas.
  • As vendas decolaram e agora você fatura mais de R$ 3.000: a comissão por pedido cai para 19% e a mensalidade é de apenas R$ 79,90, já debitadas do seu repasse. 

E os lojistas que já vendiam no Olist, como ficam? 

As mudanças são aplicadas a eles, também. As alterações nos preços e taxas de comissionamento dos nossos serviços se estendem a toda nossa base de clientes, independente da data de entrada. Mas a migração não é obrigatória.

Para solicitar a adequação ao novo modelo, o lojista deve abrir um chamado via plataforma. Nosso time dará sequência à mudança e dentro de um dia útil os preços e comissões atuais já serão aplicados. 

Dúvidas que podem surgir e suas respectivas respostas

Confira abaixo algumas dúvidas frequentes sobre as mudanças nos preços e taxas de comissão do Olist:

  • Faturei mais de R$ 3.000. Quando a minha comissão será alterada?

Ao atingir o faturamento maior do que R$ 3.000, o reajuste da comissão de 21% para 19% será feito no último dia do mês e valerá a partir do primeiro dia do mês seguinte. 

  • Faturei mais de R$ 3.000. Como será cobrada a mensalidade? 

Ao atingir o faturamento de R$ 3.000 a mensalidade de R$ 79,90 será descontada do repasse do próximo dia 20. Por exemplo: caso o lojista alcance o faturamento de R$ 3.001 no dia 10/02, a mensalidade será descontada no repasse do dia 20/02. Se o faturamento atingir o valor no dia 23/02, a mensalidade será descontada no repasse do dia 20/03. 

  • Já faturei mais de R$ 3.000, mas tive queda nas vendas neste mês. Como fica a cobrança de mensalidade e taxas?

Caso o lojista venda menos de R$ 3.000, a cobrança de mensalidade será automaticamente excluída e a comissão por pedido permanece em 19%. 

  • Como serão cobradas as parcelas de R$ 75 da taxa de adesão? 

No cartão de crédito, efetuadas no momento da compra do serviço.  

  • Por que vender no Olist?

Nossa solução de vendas online vai muito além da exposição dos seus produtos nos maiores marketplaces. Temos recursos que auxiliam o lojista na gestão dos pedidos, comparação de preços, logística e diversas integrações que tornam o processo mais rápido e eficaz. 

Tem alguma dúvida que ficou sem resposta? Compartilhe conosco aqui nos comentários. 

Quer saber quais são as datas que mais dão lucro no e-commerce? Baixe o calendário 2020 e não perca a oportunidade de vender mais!

Venda mais com o Olist

+ Nenhum comentário

Adicione o seu