Begin typing your search above and press return to search. Press Esc to cancel.

5 razões para utilizar um ERP na organização dos canais de venda


5 razões para utilizar um ERP na organização dos canais de venda

Organizar a rotina de um e-commerce é fundamental. Quando os processos do backoffice são realizados de forma padronizada, a gestão dos pedidos realizados em múltiplos canais de venda, das compras, das notas fiscais, do controle de estoque e do envio das encomendas para os clientes se torna mais fluido, otimizando o tempo.

Utilizar um ERP para todos esses controles ajuda o vendedor a manter cada etapa de acordo com o planejado. Entre as razões para utilizar um ERP, podemos destacar:

  • Envio de produtos para o e-commerce;
  • Controle de estoques;
  • Emissão de notas fiscais;
  • Centralização dos pedidos;
  • Otimização do tempo.
Contrate o olist agora mesmo

O que é um ERP?

O ERP é um sistema de gestão que centraliza as informações de uma empresa, para que os dados estejam sempre disponíveis quando for preciso. Essa centralização facilita a comunicação entre os setores de uma empresa e organiza os processos diários, como controle de pedidos e de estoque, emissão de notas fiscais e gestão financeira. Além disso, gera relatórios para auxiliar nas decisões.

O uso de um sistema ERP pode ser utilizado por diversos segmentos de empresas, como comércio, indústria, serviço e e-commerce. Ele conta com recursos que facilitam a rotina, a fim de agilizar o dia a dia.

Razões para utilizar um ERP integrado ao e-commerce

O ERP é um sistema que otimiza a rotina das empresas. Devido às inúmeras tarefas diárias que estão incluídas na gestão, um sistema que auxilie a organizar as informações é fundamental. 

Separamos algumas razões para que sua empresa comece a utilizar um ERP:

1. Envio de produtos para o e-commerce

Ao utilizar um ERP, fica mais fácil o envio de produtos para venda em plataformas e marketplaces. Essa facilidade evita o retrabalho de cadastrar os itens dentro da plataforma, agilizando o anúncio dos produtos para venda.

Além disso, ao enviar ou receber produtos da plataforma, o sistema ERP faz um mapeamento, para que quando a empresa receber os pedidos realizados no e-commerce, os produtos sejam identificados. Este processo facilita e agiliza a rotina de faturamento, que engloba a emissão das notas fiscais, separação e envio das encomendas dos clientes. 

2. Controle de estoques

Vender online exige um bom controle de estoques. É frustrante comprar um produto em um e-commerce e descobrir que a loja está com falta de estoque, não é? Por isso, a fim de garantir uma boa experiência de compra aos clientes, é fundamental garantir o envio de produtos.

E para que o controle de estoques seja feito da melhor forma, inclusive para empresas que utilizam múltiplos canais de venda, como loja online e física, é preciso de um sistema que facilite este controle. 

O ERP possibilita que os estoques sejam atualizados em diversas plataformas e marketplaces simultaneamente, evitando que um produto seja vendido em dois lugares ao mesmo tempo. Para cada venda realizada, os estoques são atualizados. 

Essa atualização também é feita ao incluir uma nota fiscal de compra no sistema, garantindo que os produtos estejam disponibilizados de forma rápida nas lojas online.

3. Emissão de notas fiscais

A emissão das notas fiscais precisa ser simplificada, e o ERP é o sistema que torna esta rotina mais prática. Ao configurar o software conforme as regras fiscais da sua empresa e receber os pedidos do e-commerce, o processo para emitir as notas pode ser realizado na sequência, em poucos cliques. 

Para emitir notas fiscais, o ERP exige a configuração de um certificado digital, que garante a autenticação das transações de venda. Além disso, a empresa precisa estar habilitada para emitir notas fiscais no estado que está situada. 

A emissão das notas é obrigatória, pois garante segurança ao comprador, seja para acionar a garantia dos produtos adquiridos ou facilitar o processo de trocas, caso necessário.

4. Centralização de pedidos

Independente se a sua empresa possui apenas uma loja própria ou múltiplos canais de venda, é importante que todos os pedidos sejam centralizados em um único sistema, para fins de organização. 

A facilidade de operar em apenas um lugar economiza tempo, evita erros e otimiza o tempo de despacho das encomendas. Recebendo todos os pedidos em um só lugar, a separação dos produtos e a emissão das notas fiscais se tornam simples e rápidas.

5. Otimização do tempo

Aproveitar cada minuto do dia é uma ótima estratégia para fazer mais em menos tempo. Ao centralizarem as informações em um ERP, os setores de uma empresa ficam conectados. 

Assim, não é preciso solicitar um relatório das vendas para que o responsável pelas compras possa continuar seu trabalho. Ele pode analisar os produtos vendidos e seguir com o processo de compra com os fornecedores.

Além disso, a otimização do tempo faz com que os pedidos do e-commerce sejam despachados de forma rápida, oferecendo uma boa experiência para o comprador. 

Use um ERP em seu e-commerce

Agora que você já conhece algumas das razões para utilizar um ERP para a gestão do e-commerce, fique à vontade para criar sua conta no Tiny ERP com 30 dias grátis. Diversas empresas já utilizam o Tiny para organizar sua loja virtual, centralizando o backoffice do e-commerce e otimizando a rotina. Experimente!

Este guest post foi produzido por Daniela Borsoi, assistente de marketing no Tiny ERP.

Venda mais com o Olist

+ Nenhum comentário

Adicione o seu