redes sociais no e-commerce

Redes sociais e e-commerce são parceiros inseparáveis para o sucesso de um negócio online. Com concorrência acirrada e tantos canais de interação disponíveis, conquista mais clientes quem sabe criar sua própria identidade e ter presença nos mesmos ambientes onde está o seu público.

Você quer alcançar mais gente e vender mais? Neste guia completo, vamos falar sobre a importância dessa parceria, como utilizar as mídias focando nos resultados e que erros não se pode cometer. Vamos começar?


Qual é a importância das redes sociais para e-commerce?

O primeiro passo para começar sua estratégia de divulgação em redes sociais é entender o impacto que isso vai causar em seu negócio.

Assim, você vai compreender a necessidade de investir, criar métodos e planejar o seu uso para ter uma vantagem competitiva no ambiente online. Veja os pilares dessa discussão!

Visibilidade

As mídias sociais hoje são a maior vitrine possível para apresentar sua marca e seus produtos a seu público. Conforme o estudo Digital in 2018: The Americas, 68% dos brasileiros as usavam ativamente já em 2018 e a tendência desse número é continuar crescendo.

A mesma pesquisa aponta também que mais da metade da população já procurou um serviço ou produto utilizando a internet. Além de marcar presença onde estão seus clientes, o uso das redes para compartilhar e replicar conteúdo melhora o SEO da loja virtual, ou seja, sua posição nos mecanismos de busca.

Alcance

Outra característica importante desses canais é sua vocação para o engajamento e a proliferação da informação. Um post bem-feito, uma mensagem certa na hora certa e qualquer postagem podem viralizar.

Mesmo que você conte com estratégias de publicidade pagas, é difícil ter o poder e a relação custo-benefício proporcionados pelas mídias sociais.

Identidade

Já percebeu como lojas virtuais estão personificando suas marcas em canais de divulgação? A Magalu, do Magazine Luiza, é um grande exemplo do sucesso que essa estratégia proporciona.

As redes permitem que você crie uma voz e uma imagem para a sua loja e trabalhe nela ao longo do tempo. Isso cria uma mensagem mais clara e engajante para sua buyer persona.

Fidelidade

O objetivo de uma loja é sempre criar relacionamentos duradouros como aqueles que temos com nossos amigos e parentes. As mídias sociais tornam esse plano simples e viável.

Quando essa conexão ocorre entre cliente e marca, você ganha um consumidor fidelizado e divulgador espontâneo da sua loja.

Medição

Um fator importante que também deve ser levado em conta é o acompanhamento inteligente de táticas de divulgação e publicidade.

Com as mídias sociais, você tem métricas mais relevantes de engajamento: visualizações, likes, compartilhamentos. São números diretos e significativos que ajudam muito a conhecer o público e entender como convencê-lo a fazer uma compra.

Como funciona a parceria entre redes sociais e e-commerce?

Agora que definimos bem por que você deve apostar em estratégias de divulgação em mídias sociais, podemos começar a traçar como isso pode ser feito.

Pensando no planejamento ideal, a parceria entre e-commerce e redes é uma combinação de esforços de conteúdo e investimento em publicidade paga.

Os resultados dependem muito do foco e da agressividade da sua execução. O ideal é contar desde o início com ações a curto prazo (falaremos sobre Ads mais abaixo) combinadas com a construção da sua imagem, pensando lá na frente.

Pois é, não tem muito segredo! A partir daqui, vamos apontar o caminho, mas ele deve ser traçado com paciência, assertividade e sempre colocando o seu público no centro das suas decisões.

Quais são as principais redes sociais para e-commerce?

Para as ações que consideramos as mais certeiras em engajar e converter, estamos levando em conta as mídias com maior relevância para o e-commerce.

Você não precisa estar em todas elas, mas recomendamos muito que inclua o máximo de canais possível para potencializar o alcance da sua loja. Veja quais são.

Facebook

O Facebook já foi, de longe, a rede mais importante para a divulgação para e-commerces. Mesmo que essa atenção tenha se diluído recentemente, ele ainda é obrigatório para a presença online da empresa.

O ideal para começar é criar sua fanpage, o perfil corporativo da loja que servirá de centro de compartilhamento e interação de seu conteúdo com o público. Além disso, as postagens pagas e o impulsionamento de alcance de conteúdo são muito eficientes. Portanto, é um dos lugares para concentrar o investimento em publicidade paga.

Instagram

O Instagram ganhou muita popularidade nos últimos anos e, para muitos e-commerces, conseguiu se tornar um canal mais importante de vendas do que o próprio Facebook.

A rede tem o foco em imagens e vídeos curtos — os chamados Stories. São formas excelentes de evidenciar produtos, além de criar uma identidade para a marca.

Usar as hashtags certas traz resultados incríveis no engajamento, alcance e interação. Isso sem contar que o Instagram Shopping permite até a venda direta por meio de tags comerciais nas próprias fotos.

Youtube

O Youtube talvez seja a rede menos utilizada por lojas online, já que exige um pouco mais de trabalho na elaboração de conteúdo em vídeo. Mas é exatamente por isso que ele é uma grande oportunidade. O uso inteligente do formato para demonstrar produtos pode ser um grande fator de decisão.

Afinal, é cada vez mais comum que um consumidor busque tutoriais e demonstrações práticas antes de realizar uma compra. Se a sua loja disponibiliza esse tipo de conteúdo, já sai na frente dos concorrentes.

Twitter

O Twitter é uma rede mais focada na velocidade da informação, em discussões abertas e no compartilhamento de conteúdo.

Essas características dão potencial para aumentar o alcance do seu conteúdo publicitário. O mais importante nele é a interação. É preciso engajar, interagir e participar constantemente para que seu negócio fique na mente do público.

Whatsapp

O Whatsapp não é um canal tradicional como os anteriores e seu potencial para e-commerce ainda está sendo desenvolvido. Mas vale citá-lo pela adesão que tem hoje no mercado brasileiro.

Muitas lojas utilizam o aplicativo para interação, comunicação e vendas e os resultados são tão positivos que o Facebook criou uma plataforma exclusiva para esse modelo, o Whatsapp Business.

Se ele não tem a mesma amplitude dos outros canais, tem um foco imenso na comunicação. E comunicar-se é a base do sucesso em redes sociais.

Como bombar o e-commerce nas redes sociais?

Você já entendeu a importância de estratégias em mídias sociais e quais são as que vale mais a pena investir. Que tal agora partir para a prática?

Existem muitas variáveis que determinam o planejamento de divulgação digital: o tamanho do negócio, seu nicho, perfil do público, capacidade de investimento, disponibilidade de pessoal, entre muitas outras coisas.

Mesmo assim, existem algumas considerações que estarão presentes em todas as execuções de empresas no e-commerce. São passos objetivos e fundamentais para o sucesso. Veja quais são!

Escolha as redes que seu público mais frequenta

Como dissemos, o ideal é que a sua loja esteja presente no máximo de mídias sociais possível. Mas é claro que não dá para dividir sua atenção igualmente em todas elas.

A primeira definição a ser feita é qual dessas é mais frequentada pela sua persona. Mais importante ainda, em quais ela se engaja mais: compartilha, dá likes, recomenda.

Assim que identificar essas redes principais, pode focar nelas investimentos e esforços. Os outros canais não podem ser abandonados, mas servirão de apoio e de extensão de alcance para o seu núcleo de divulgação.

Estude hábitos e preferências da persona para definir conteúdos

Você sabe onde sua audiência está, mas o que ele faz nessas redes sociais específicas? Que horas é mais ativo? Que tipo de conteúdo consome? Qual postagem o faz parar de descer a linha do tempo para prestar atenção?

Essas respostas podem surgir tanto de pesquisas quanto de entrevistas com consumidores próximos à sua buyer persona. Elas definirão qual estratégia abordar para atrair e converter mais.

Por exemplo: se seu público consome dicas e listas relacionadas aos produtos que você vende, o marketing de conteúdo, com blog posts e textos interessantes, vai ter um grande resultado.

Já se o perfil do cliente é visual, de tirar muitas fotos e mostrar as coisas que gosta de consumir, a divulgação de publicações no Instagram pode surtir mais efeito. O importante é adequar a mensagem à rotina da sua audiência.

Tenha frequência nas suas publicações

Um plano de divulgação em mídias sociais precisa de uma agenda planejada. Isso não só facilita a sua organização como cria um equilíbrio interessante na frequência de postagens.

A empresa que nunca posta é esquecida pelo público. A que publica o tempo todo se torna irritante e pode deixar de ser seguida. Não existe regra, mas o ideal é intercalar conteúdos maiores em algumas vezes pela semana com interações e conteúdos menores ao longo do dia.

Alterne divulgação com conteúdo relevante

Outro equilíbrio que você precisa encontrar é entre a divulgação de seus produtos e postagens úteis para os seus seguidores. Se o perfil publica apenas propaganda, ele se torna desinteressante a longo prazo.

O marketing de conteúdo é um grande aliado das redes sociais. A estratégia consiste em criar material em texto, imagens e vídeos que não seja publicidade direta da loja, mas que eduque, informe e entretenha sua persona. Isso vai ajudar a fixar ainda mais a sua marca na mente dela.

Aposte em conteúdo visual

A internet hoje como um todo é muito visual. Imagens de alta qualidade do seu produto e vídeos demonstrando suas características fazem muita diferença no poder de compra, além de terem maior potencial de compartilhamento.

Invista em Ads

Facebook, Instagram, Youtube e Twitter têm todos algum tipo de programa de publicidade paga. São os famosos Ads, postagens e conteúdos colocados em destaque na linha do tempo de usuários que se encaixam no seu perfil definido.

Por isso mesmo, só investir em Ads de qualquer forma pode ser como jogar dinheiro fora. É preciso uma estratégia própria utilizando o estudo que você já fez do seu público para conseguir o máximo de engajamento com o mínimo de investimento.

Interaja com as postagens do público

É importante lembrar que redes sociais sempre devem ser tratadas como vias de mão dupla. O foco de planejamento da sua loja será a publicação de conteúdo, mas isso não significa que você não pode interagir com o que outros usuários também publicam.

Likes, comentários, respostas, tudo isso ajuda a fazer com que o consumidor note sua marca. Use a interação com outras empresas como uma estratégia de impulsionamento, pegando um pouco da popularidade dela para o empreendimento.

Mas, claro, faça isso com inteligência. Ser insistente ou inconveniente nas mídias só vai criar uma imagem ruim para a sua loja virtual.

Esteja sempre disponível

Falando em comunicação, temos uma última prática vital para o sucesso de negócios online: estar sempre disponível e responder o mais rápido possível às interações dos seus seguidores.

É fato que hoje usamos cada vez mais redes sociais para tirar dúvidas, sugerir, reclamar, elogiar, recomendar. Quando se está atento a essas menções ao nome da marca, é possível resolver rapidamente um problema ou premiar alguém que a divulga.

Essa capacidade de estar sempre presente dá mais consistência ao controle da mensagem que sua loja passa, ao mesmo tempo que encurta o relacionamento entre você e seu cliente.

Será que vale a pena fazer parcerias com influenciadores?

Esta também é uma das estratégias para bombar o e-commerce nas redes sociais, mas preferimos separá-la por que é um assunto que gera muita dúvida.

Por isso, queremos deixar claro: pagar influenciadores é uma excelente estratégia de divulgação, mas precisa ser feita com cuidado.

Da forma mais direta possível, você deve prestar atenção em 5 pontos antes de decidir investir nesse tipo de ação. Avalie os seguintes fatores:

  1. O público do influencer tem o mesmo perfil do seu?
  2. A sua personalidade, tom de voz e maneira de passar a mensagem conversam bem com a identidade da sua marca?
  3. Ele conhece e realmente se importa com o produto que está vendendo?
  4. O preço que cobra é condizente com seu alcance?
  5. A forma como ele se porta condiz com a imagem que você quer passar? Entenda se ele tem opiniões polêmicas/ofensivas, de que forma interage os seguidores e como trata as mercadorias que divulga.

Encontrando um influenciador que tenha todas essas características, você garante que ele levará sua marca para um público que quer consumir seu produto, que será sincero na hora de vender e que trará uma aura positiva de visibilidade para a loja.

Como fazer gerenciamento de redes sociais no e-commerce?

Falamos de todas as práticas importantes para elaborar uma estratégia de divulgação em redes sociais, mas ainda falta o ponto que vai garantir seu sucesso: o gerenciamento dessas campanhas.

Existem algumas ações que andam lado a lado com a produção de conteúdo na busca por resultados cada vez melhores. Confira!

Crie estratégias e indicadores próprios

A publicidade em redes sociais é tão importante para o sucesso do e-commerce que você deve ter a sua estratégia exclusiva para o meio.

É preciso definir objetivos de conversão e acompanhar indicadores específicos de engajamento, como conversões, compartilhamentos e visualizações.

Elabore uma rotina de acompanhamento de resultados

Esses indicadores devem ser monitorados regularmente, com uma metodologia bem alinhada e parâmetros claros. É preciso que os números contem uma história de evolução objetiva e útil para sua estratégia.

Automatize a publicação e o gerenciamento de postagens

Uma loja virtual que quer alcance nas redes precisa postar com frequência, variar a publicação de conteúdos e medir seus resultados. Tudo isso exige muito tempo e esforço.

Existem plataformas e ferramentas especializadas em gestão de campanhas online. Então, encontre uma que automatize essas tarefas e facilite o seu trabalho.

Faça ajustes de acordo com a resposta do público

Com uma estratégia bem formulada, conteúdo de qualidade e indicadores definidos, sua campanha está pronta para rodar. Mas esse é apenas o início do seu caminho!

Nunca pare de buscar formas melhores de interagir com os seguidores. Acompanhe as respostas, pesquise as mudanças de hábitos e gostos. Quem se adapta rápido ao que o consumidor pede sempre o alcança antes da concorrência.

Quais são os erros da presença do e-commerce nas redes sociais?

Depois de falarmos tanto sobre o que fazer para bombar nas redes sociais, queremos alertar você sobre o que não fazer.

Por pressa, falta de planejamento ou pouco comprometimento, muitos investimentos são desperdiçados com atitudes que impedem o crescimento da presença online. Veja os principais erros e saiba como não cometê-los.

Não ter uma estratégia de divulgação

Já deixamos bem claro, mas é sempre bom reforçar: antes de começar, é preciso se organizar e estruturar a divulgação em mídias sociais.

A falta de planejamento leva a mensagens confusas e uma identidade fraca para a marca, o que pode afastar o público simplesmente porque você não é consistente em sua campanha.

Não apostar em uma voz única

Não é necessário deixar todo o conteúdo a ser produzido como responsabilidade de uma pessoa só. Aliás, isso apenas se tornaria um gargalo para sua divulgação.

Mas isso não significa que cada pessoa vai poder fazer do seu jeito. A falta de um guia de linguagem para a loja nas redes sociais é um grande erro na criação de uma identidade própria e engajante. A partir da persona, ele vai definir os seguintes pontos:

  • Tom de voz a ser utilizado
  • Formalidade ou informalidade da linguagem
  • Frequência e tipo de conteúdo
  • Linha base de interação nas mídias
  • Comportamento ao atender dúvidas e reclamações do público

Dessa forma, a sua voz será constante e coesa, independentemente de o responsável ser uma pessoa, um departamento inteiro ou até a parceria com empresas terceirizadas para a criação do conteúdo.

Não diferenciar a abordagem por rede

Ainda nessa linha, muitas lojas virtuais não percebem que a mesma persona pode agir e se comunicar de maneiras diferentes e se interessar por experiências distintas dependendo da rede social.

Levar isso em conta ajuda a adaptar a mensagem para cada meio. Isso enriquece o conteúdo e e o ajuda a se aproximar das pessoas que você quer alcançar.

Não investir em imagens próprias

Alguns e-commerces, por falta de verba ou de organização, recorrem com muita frequência a imagens de terceiros em bancos de imagem e vídeo. Essa solução é um atalho interessante em determinadas situações, mas acaba tirando a personalidade da sua marca.

Portanto, faça uma força extra para conseguir fotos próprias de seus produtos e produzir vídeos autênticos. Isso faz muita diferença na percepção do público.

Ignorar a concorrência

Nenhuma loja virtual é uma ilha. Da mesma forma que a sua equipe está planejando a estratégia de divulgação, vários concorrentes estão fazendo a mesma coisa em diversos graus de execução.

A pesquisa de mercado não pode se limitar ao cliente porque muitas das respostas estão em outras empresas: casos que deram certo, estratégias que não funcionaram, tendências que podem se tornar oportunidades.

O sucesso de quem empreende hoje está em sua visão, em olhar ao redor e entender exatamente o que o mercado está fazendo. Você enxerga mais longe e dá sempre o primeiro passo.

Quais são as consequências de não usar as redes sociais no e-commerce?

Nós não criaríamos um guia tão completo sobre divulgação online se não soubéssemos da importância dela para e-commerce. As mídias sociais hoje são os canais mais utilizados para interação, relacionamento, engajamento. É nelas que o público está. É nelas que os brasileiros estão dispostos a conhecer, consumir e recomendar. Portanto, quem hoje não marca presença em sites como Facebook, Instagram e Twitter basicamente não existe para o consumidor.

Esse espaço gigante de vitrine acaba sendo ocupado por concorrentes que se aproximam mais emocionalmente do público, uma conexão difícil de ser quebrada. É pouco efetivo manter visibilidade apenas com campanhas diretas, tradicionais e pagas de publicidade.

Divulgar-se em redes sociais é barato e o retorno é incrível quando feito da forma certa. Seguindo este material como um guia de planejamento, você tem tudo para mostrar sua loja para o mundo inteiro!

Agora que você já sabe como divulgar sua loja nas redes sociais, confira nossa lista de ideias e frases para atrair clientes!

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui