O que vender na Black Friday? 7 dicas de produtos quentes!


O que vender na Black Friday? 7 dicas de produtos quentes!
Avalie este post

7 produtos quentes para vender na Black Friday

A Black Friday acontece apenas no dia 25 de novembro, mas os lojistas que desejam faturar mais precisam começar a se preparar desde agora.

Com um faturamento de R$ 1,64 bilhão na última edição, a data tem tudo para registrar desempenho ainda melhor em 2016, se consolidando como a segunda data mais importante do comércio eletrônico nacional, atrás apenas do Natal.

Para aproveitar esse mercado é importante se preparar para o aumento na demanda, reforçar o estoque de produtos e apostar em produtos com grande possibilidade de conversão. Isso exige um olhar refinado para os anseios dos consumidores.

Como um estímulo inicial para essa avaliação, listamos abaixo alguns produtos que tem condições de fazer bonito nas vendas neste ano, com base em dados históricos e tendências de consumo.

venda_mais_com_olist 1) Smartphones

Eles são os queridinhos do e-commerce durante todo o ano e na Black Friday isso não é diferente. A categoria de telefonia respondeu por 12,5% dos pedidos em 2015.

Na última edição do evento, o site Buscapé publicou os itens com mais buscas e cliques. Na ocasião um modelo específico foi o mais clicado: o Smartphone Samsung Galaxy J5.

Apostar em modelos populares neste ano, com uma boa relação de custo e benefício, pode ser a fonte para bons resultados. Outra opção é oferecer kits completos, que disponibilizem acessórios como cartões de memória, capas e películas em uma única compra.

2) Videogames

A venda de consoles representou uma parcela significativa das vendas na última edição. O Sony PlayStation 4 e o Microsoft Xbox One foram o segundo e o terceiro itens com mais cliques no ranking do Buscapé.

Aqui vale a mesma estratégia de venda dos smartphones: investir em kits. Acessórios como controles extras, jogos, fones de ouvido e câmeras podem enriquecer seu anúncio, favorecendo as conversões.

3) Fritadeira elétrica (Air Fryer)

As pessoas estão cada dia mais focadas em adquirir hábitos saudáveis. Isso está diretamente ligado à alimentação. Por essa razão a venda de fritadeiras elétricas (Air Fryers) surpreendeu em 2015. Esse tipo de eletrodoméstico garante a preparação dos alimentos sem uso de óleo, reduzindo o consumo de gordura.

Três modelos constaram como os mais clicados no site do Buscapé no ano passado e isso tende a se repetir em 2016. Por essa razão vale a pena reforçar o estoque desses produtos para a Black Friday.

4) Alisadoras e Secadores

Assim como os smartphones, alisadoras, secadores e demais complementos proporcionam boas vendas ao e-commerce durante todo o ano. Por essa razão estes itens não podem ser ignorados na Black Friday. Também vale a pena atentar a outros produtos do mesmo gênero, como esfoliadores e balanças, por exemplo.

Negociar um volume maior desses itens para reforçar o estoque pode ser o caminho para garantir preços competitivos, favorecendo as vendas. Isso também favorece o envio mais rápido das encomendas, evitando problemas.

contrate o olist agora mesmo

5) Cosméticos e perfumes

Perfumes de grife, com ticket médio maior, costumam ser comprados uma única vez no ano pelos consumidores. E em geral a data escolhida para essa aquisição é a Black Friday, justamente pela expectativa de preços mais baixos.

Por essa razão, vale a pena promover promoções de perfumes e cosméticos com grande apelo ao público. Mesmo que a margem de lucro de cada produto fique menor, é possível compensar isso ampliando o volume de vendas.

6) Cafeteiras

Os cafés em cápsulas já caíram no gosto dos brasileiros. A Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic) aponta que existem mais de 70 marcas de cápsula do produto no mercado nacional. A taxa de penetração também tende a crescer, já que em países como os Estados Unidos cerca de 25% das casas contam com esse tipo de aparelho.

Isso representa uma grande oportunidade para a venda de máquinas e também de cápsulas. Alguns modelos figuraram como os mais buscados em 2015 e essa busca tende a continuar forte neste ano.

7) Notebooks

Os impasses acerca da Lei do Bem, que garantia isenção tributária sobre vários dispositivos eletrônicos, resultou em uma alta nos preços de produtos de telefonia e informática em 2016. Com isso, a compra desses itens tende a ficar concentrada na Black Friday. E os notebooks aparecem como os produtos com maior potencial de venda. A mobilidade e a versatilidade desse tipo de modelo são fatores decisivos para a decisão de compra.

Conclusão

Você vende algum destes produtos e ainda não anuncia nos marketplaces? Isso significa que você está desperdiçando uma oportunidade valiosa de ampliar as vendas online. Ainda dá tempo de vender nestes canais de venda, mas é preciso ser ágil. O Olist pode descomplicar esse processo, te ajudando a conquistar bons resultados mais rápido. Se você tem interesse nisso, não deixe de conversar com um dos nossos consultores.



Categories

+ Nenhum comentário

Adicione o seu