Como fazer boas fotos para os anúncios – Boas práticas para vender em marketplaces – Parte 3


Como fazer boas fotos para os anúncios – Boas práticas para vender em marketplaces – Parte 3
5 (100%) 3 votos

Boas práticas para vender em marketplaces, parte 3: como fotografar produtos

O blog do Olist apresenta o último post da série de dicas profissionais para vender em marketplaces. Você aprendeu como produzir títulos de produtos e como fazer boas descrições dos itens anunciados. Mas, para esse trabalho ser completo, é preciso fotografar produtos com qualidade.

Nas vendas pela internet as fotos fazem o papel da vitrine para os seus produtos. É a partir das imagens que o cliente vai conhecer em detalhes o item anunciado, já que ele não pode tê-lo em mãos. Em alguns casos as fotos também servem para apresentar de forma simples e intuitiva como é o uso prático do produto.

Assim como textos e descrições, as fotos também são revisadas pelos marketplaces antes do anúncio ir ao ar. A avaliação leva em conta principalmente aspectos técnicos, para garantir uma qualidade mínima da imagem. Para evitar problemas nesta etapa, mostramos algumas dicas simples que podem render bons resultados.

O que define fotos de qualidadecanvas olist

Uma boa foto deve representar fielmente as características do produto que está sendo colocado à venda. O item anunciado precisa estar fora da caixa (exceto casos especiais, como cosméticos), sendo exibido em diferentes ângulos, que permitam uma observação por todos os lados. Além disso é fundamental que haja uma iluminação adequada e que o fundo das imagens seja neutro (preferencialmente na cor branca).

Após produzir todas as fotos é preciso criar uma sequência lógica de apresentação no anúncio. A primeira imagem é a mais importante, pois ela será apresentada junto com o título do anúncio dentro do marketplace e nos resultados dos buscadores, por exemplo. Por essa razão essa foto precisa ser mais genérica, em ângulo frontal, e sem focar em detalhes.

Como fotografar produtos corretamente

Você não precisa ser um especialista em fotografia e tampouco necessita contratar alguém para produzir suas fotos. Com algumas dicas simples é possível conquistar bons resultados. Confira:

  • Escolha uma câmera de qualidade. Fotos tiradas pelo celular, por exemplo, não servem, pois em geral a resolução é baixa, o que afeta a qualidade.
  • Avalie a iluminação do ambiente: se o local estiver muito escuro, considere utilizar luzes auxiliares. Mas tome cuidado para que essa luz não crie sombras e nem mude a tonalidade do produto, evitando problemas com os clientes após a venda.
  • Selecione o ambiente adequado. Um cenário com fundo branco e neutro costuma ser a melhor solução, mas em alguns casos vale retratar o produto em uma situação de uso.
  • Utilize um tripé: isso vai dar maior estabilidade na hora de produzir as fotos, evitando borrados, por exemplo.
  • Faça um enquadramento adequado: o produto deve ocupar pelo menos 80% do espaço da foto, sem comprimir as margens. Isso garante que não haja grades espaços vazios na imagem.
  • No caso de produtos pequenos, aposte em um estúdio caseiro. Com uma caixa de papelão e algumas lâmpadas e papéis você pode montar uma solução de baixo custo que vai ampliar a qualidade das suas fotos. O vídeo abaixo mostra como fazer um desses modelos:

 O que é proibido para as fotos

Alguns erros simples podem comprometer a qualidade das suas fotos. Fique atento a eles e evite problemas na hora de anunciar seu produto.

  • Imagens de baixa qualidade: nos marketplaces o usuário pode dar zoom nas fotos, o que exige uma alta resolução. A dimensão mínima é de 500 pixels em cada arquivo, mas o ideal é chegar a 1000 pixels.
  • Imagens tratadas ou com efeitos: apresente as fotos em modo natural, sem qualquer edição. Não adicione marcas d’água, textos, selos ou qualquer outro item.
  • Imagens em fundos inadequados: isso pode demonstrar amadorismo do vendedor, afetando a imagem e a reputação dentro do marketplace.
  • Fotos que não estejam condizentes com o título e a descrição do anúncio. Os produtos retratados devem estar na mesma cor, formato ou tamanho anunciado. Se o mesmo produto é vendido em várias cores diferentes, por exemplo, há meios específicos de inserir cada uma dessas imagens.
  • Fotos de produtos com itens ou acessórios que não estão sendo vendidos. Isso confunde o cliente e pode gerar problemas após o fechamento das vendas.
  • Fotos de roupas em manequins sem braços ou pernas. O ideal é utilizar um modelo, que deve se apresentar em posição neutra e sem produzir imagens ofensivas.

contrate o olist agora mesmo

Exemplos de boas fotos

Nas imagens abaixo é possível verificar alguns bons exemplos de fotos que podem te inspirar para produzir seus anúncios:

exemplo de foto para marketplace

exemplo de imagem para marketplace

Conclusão

Não adianta preparar um excelente título e uma ótima descrição para um anúncio se as fotos do produto forem ruins. Isso pode comprometer toda a estratégia de vendas em marketplaces, pois afasta os clientes e gera o risco de bloqueio do anúncio nos marketplaces.

O Olist se converte em um importante aliado para evitar problemas nesta etapa, já que todas as fotos cadastradas passam por um processo de revisão. Os usuários também contam com o aconselhamento de uma equipe especializada na venda em marketplaces. Além disso, o processo de cadastramento fica simplificado, pois enviando as fotos apenas uma vez é possível vender o produto em oito marketplaces de uma só vez.

Tem mais dúvidas sobre como fazer fotos para seus produtos? Dê seu depoimento nos comentários e nós vamos te ajudar.



+ Nenhum comentário

Adicione o seu