Begin typing your search above and press return to search. Press Esc to cancel.

[CASE] Como a Carqueijo Artesanato transformou a vida de 100 pessoas por meio do Olist?


[CASE] Como a Carqueijo Artesanato transformou a vida de 100 pessoas por meio do Olist?Há quem ache que artesanato não combina com a internet por ser uma atividade manual e tradicional. No entanto, esse segmento tem se transformado e ganhado cada vez mais espaço no ambiente digital brasileiro. Por meio do comércio eletrônico, os artesãos têm a chance de aumentar a visibilidade dos produtos e alcançar públicos de todas as regiões do país.

Esse é o caso da Carqueijo Artesanato, empresa localizada em Carqueijo, um distrito de Mucambo, município do interior do Ceará. A loja foi uma das primeiras a ingressar no Olist, e a parceria já passa de três anos. Mais do que manter viva a tradição do artesanato, o negócio tem um papel social muito forte na região, gerando renda para mais de 30 famílias.

Para conhecer melhor a história da Carqueijo Artesanato, conversamos com Gilmar Martins, de 37 anos. Ele é fundador da empresa e hoje atua como artesão e representante comercial da loja, além de trabalhar como secretário da cultura de Mucambo. Os detalhes dessa história inspiradora nós contamos a seguir. Acompanhe!

Contrate o olist agora mesmo

Origem do negócio: tradição herdada de família

Uma comunidade interiorana de 1,5 mil habitantes, localizada a 280 quilômetros de Fortaleza, capital do Ceará. Nesse cenário, nasceu a Carqueijo Artesanato. A história da empresa teve origem quando Gilmar, aos 10 anos de idade, passou a observar o ofício dos pais, que trabalhavam com tecelagem manual.

Aos 16 anos, o jovem cearense começou a participar de cursos de capacitação promovidos pelo Sebrae na comunidade. Junto a isso, o pai e a mãe dele fundaram a Associação dos Pequenos Produtores Rurais e Artesãos de Carqueijo. Essas duas experiências foram essenciais para que o olhar empreendedor de Gilmar despertasse.

No entanto, abrir e manter o próprio negócio em cidades pequenas não é tarefa fácil. Gilmar percebeu isso aos 20 anos, quando casou e ficou frente a um dilema:  continuar na comunidade sem muita perspectiva profissional ou se mudar para um grande centro como São Paulo em busca de alternativas. “Por não ter oportunidade de emprego, o jovem vai embora para as grandes capitais, até antes de terminar o segundo grau, em procura de dias melhores”, contextualiza.

Movido pela vontade de continuar em Mucambo e de valorizar o trabalho artesanal da comunidade, Gilmar decidiu investir nos ensinamentos que havia herdado dos pais e nos aprendizados em cursos de empreendedorismo do Sebrae. “Eu pensei: se colocar em prática todo o aprendizado e conhecimento que tenho, com certeza vai dar certo o trabalho”, conta.

Foi então que ele criou três modelos de jogos americanos, produzidos com fibra natural e palha de bananeira. “Meu pai disse que as peças eram feias demais”, brinca. Mesmo assim, levou os produtos para lojas de Fortaleza e começou a receber diversos pedidos. Com o aumento da demanda, ele passou a ensinar moradores da região a fabricarem os produtos artesanais.

[CASE] Como a Carqueijo Artesanato transformou a vida de 100 pessoas por meio do Olist?

Um dos modelos de jogos americanos fabricados pela Carqueijo Artesanato. | Imagem cedida por Gilmar Martins.

As vendas cresceram, e Gilmar estreou em feiras de artesanato e em rodadas de investimento por meio do Sebrae. Em 2006, a Carqueijo Artesanato estava finalmente consolidada, trabalhando com jogos americanos, caminhos de mesa, redes e tapetes – tudo produzido a partir de fibras naturais. “Todo o dinheiro ganho era investido novamente no negócio”, detalha.

Primeiros passos no e-commerce e parceria com Olist

O ingresso no comércio online aconteceu em 2008. Na época, Gilmar já temia o aumento da concorrência. “Quando vi que os meus produtos tinham chegado às grandes lojas [físicas] do Ceará, pensei: por que não alcançar também o Brasil todo por meio das vendas online?”, explica.

O empresário criou, então, um e-commerce próprio. Ao todo, foram três tentativas frustradas. Mas os insucessos não significaram o fim do negócio: “Eu sabia que meu produto tinha qualidade. E com o olhar de empreendedor, que não desiste na primeira vez, comecei a buscar outras formas de vender pela internet”.

Um novo site foi lançado, mas as vendas continuavam baixas e a página exigia altos gastos para divulgação. Cinco anos depois de começar a participar das feiras, já em 2015, Gilmar decidiu investir no Olist. Ele conheceu a plataforma por meio de um anúncio e ficou muito inspirado pela história do fundador, Tiago Dalvi: “Se este jovem está vencendo, por que eu não vou vencer?”, pensou na época.

Assim que se uniu ao Olist, a Carqueijo Artesanato começou a exibir seus produtos nos principais marketplaces do Brasil, como Mercado Livre, Submarino, Americanas e Walmart. “Por meio da plataforma Olist eu estou conseguindo ajudar a minha comunidade e fazendo com que a nossa loja não feche as portas”, declara Gilmar.

Um dos principais destaques feitos pelo empresário em relação à parceria diz respeito à evolução da plataforma do Olist, que passou por várias melhorias nos últimos três anos. “Se modernizou muito. Eu mesmo ia fazendo as mudanças, pesquisando e estudando os vídeos de vocês. Hoje, eu consigo dominar ela perfeitamente”.

A estratégia de distribuição da empresa de Gilmar valoriza a diversificação de canais. Além de atuar nos marketplaces por intermédio do Olist, a Carqueijo Artesanato tem fábrica, e-commerce próprio e mais dois estabelecimentos físicos – o Centro de Artesanato Ana Sancho Martins e uma loja em Mucambo, na qual outros artesãos podem expor suas mercadorias.

Neste momento, a empresa trabalha com mais de 35 tipos de produtos, e os mais vendidos são jogos americanos, caminhos de mesa, guardanapos, argolas e redes de descanso. Os itens são desenhados por Gilmar e confeccionados pelas famílias da comunidade em teares manuais, com fios em algodão e outras fibras naturais.

[CASE] Como a Carqueijo Artesanato transformou a vida de 100 pessoas por meio do Olist?

Produção em teares manuais na fábrica da Carqueijo Artesanato. | Imagem cedida por Gilmar Martins.

No entanto, nem todas as mercadorias estão cadastradas no Olist. “A gente tem que manter um pouco o pé no freio porque os produtos são feitos manualmente. Não podemos encher de produtos sem ter a condição de fabricar. Por isso, só colocamos lá o que sabemos que vamos dar conta de produzir”, justifica o empresário.

Nesse sentido, Gilmar preza muito pela responsabilidade com o consumidor e pela necessidade de fidelizá-lo. E para cativar o público ele adota outras estratégias: todos os produtos são entregues embalados em plástico bolha, com cartão de agradecimento e em caixas exclusivas, com o logotipo da empresa – o empresário conta que entendeu a importância das embalagens a partir de materiais produzidos pelo Olist.

Baixe agora

Empreendedorismo social e relevância para a comunidade

Quando se fala da Carqueijo Artesanato, é impossível deixar de citar a vertente social do negócio. Mais do que uma empresa, ela é, na verdade, uma comunidade de artesãos: ao todo 15 trabalhadores fazem parte do grupo e fabricam os produtos.

Gilmar também tem apoio de moradores de comunidades vizinhas para a execução de outras atividades relacionadas à empresa, como retirada de matérias-primas, tecelagem e acabamento. Além disso, contratou um funcionário específico para o marketing da empresa. Já a função do empresário é criar novas peças e atuar como representante comercial, divulgando ainda mais a marca.

Ao todo, são cerca de 100 pessoas beneficiadas direta e indiretamente pelas vendas da Carqueijo Artesanato. Além de empregar moradores do local, o negócio gera renda para a comunidade e valoriza a cultura e o empreendedorismo da região. “Não estamos milionários, mas hoje conseguimos o necessário para a sobrevivência de cada um que trabalha com a gente”, revela.

Graças à relevância social e à qualidade das mercadorias, a empresa é considerada um dos melhores grupos produtivos de artesanato do Ceará e vem conquistando reconhecimentos. Gilmar frequentemente ministra pequenas palestras e cursos de empreendedorismo social a outros artesãos – inclusive em Cabo Verde, na África. Além disso, já participou de três edições do Top 100 de Artesanato, promovido pelo Sebrae e ganhou o 2º lugar no Prêmio Aliança de Empreendedorismo Comunitário, em 2011.

[CASE] Como a Carqueijo Artesanato transformou a vida de 100 pessoas por meio do Olist?

Gilmar Martins recebendo o certificado de 2º lugar no Prêmio Aliança de Empreendedorismo Comunitário. | Reprodução: Aliança Empreendedora.

Por fim, o cearense ressalta a importância da parceria com o Olist para a sobrevivência da Carqueijo Artesanato e o bom desempenho das vendas: “Eu digo sem demagogia e com a sinceridade: se não fosse o Olist, eu estaria em muitas dificuldades. As vendas por meio da plataforma vêm ajudando a manter mais de 30 famílias que fazem parte do Carqueijo”, salienta.

Conclusão: o que faz a Carqueijo Artesanato ser referência

Hoje, a Carqueijo Artesanato é referência quando se fala de produtos artesanais. Isso justifica-se não só pela relevância social do negócio, que gera emprego para dezenas de pessoas, mas também por outras ações essenciais a qualquer negócio. Algumas delas são as seguintes:

  • Resiliência: Força de vontade, determinação e proatividade marcam a trajetória de Gilmar, que desde jovem trabalha para fortalecer o artesanato no Brasil e gerar renda em sua comunidade. O empresário não desistiu mesmo enfrentando diversos desafios e sempre está em busca de novos conhecimentos.
  • Produtos exclusivos: Por trabalhar com produtos artesanais, a Carqueijo Artesanato oferece aos clientes artigos exclusivos, variados e de caráter social. Esses fatores ajudam a marca a fidelizar os clientes e a conquistar reputação no mercado.
  • Diversificação de canais: Além da fábrica, a empresa trabalha com duas lojas físicas, e-commerce próprio e marketplaces, por meio do Olist. A estratégia abrangente permite que o negócio conquiste clientes em todo o Brasil.
  • Cuidado com estoque: Gilmar dedica atenção extra à questão de estoque da loja, oferecendo ao público apenas o que realmente pode produzir. Assim, evita a ruptura de estoque e a insatisfação dos clientes.
  • Atendimento eficiente: Para oferecer a melhor experiência aos consumidores, a Carqueijo Artesanato foca na qualidade do atendimento e oferece diferenciais relacionados à compra, como cartão de agradecimento e embalagem exclusiva.

Ficha técnica

Empresa: Carqueijo Artesanato

Entrevistado: Gilmar Martins

Está no Olist desde: 2015

Gostou da história da Carqueijo Artesanato? Então aproveite para conferir o case de sucesso da Redes de Dormir, mais uma loja parceira do Olist!


[CASE] Como a Carqueijo Artesanato transformou a vida de 100 pessoas por meio do Olist?
5 (100%) 5 votos

+ Nenhum comentário

Adicione o seu