quinta-feira, 4 junho, 2020
Início Conteúdos Artigos Certificado digital para e-commerce e marketplace: saiba escolher

Certificado digital para e-commerce e marketplace: saiba escolher

1

Certificado digital para e-commerce e marketplace: saiba escolher

Se você está estruturando uma operação de vendas online, é bem provável que já tenha esbarrado na necessidade de obter um certificado digital.

Entretanto, a contratação de um certificado desperta várias dúvidas: qual a sua real aplicação? Que tipo eu devo utilizar? Que fornecedor eu devo contratar?

Dependendo do modelo de operação em que seu negócio funciona, ter um certificado digital é obrigatório, sob risco de descumprir a lei.

A melhor maneira de sanar essas dúvidas é com muita pesquisa e uma análise minuciosa antes da tomada de decisão.

Para ajudar você nessa tarefa, vamos aprofundar o tema da certificação digital neste post.

Está sem tempo? Que tal ouvir este post?

O que é um certificado digital e para que ele serve?

Um certificado digital é como uma assinatura eletrônica. Trata-se de um arquivo que representa a identidade de pessoas físicas e jurídicas, garantindo a proteção de transações eletrônicas e serviços via internet. Esses arquivos concentram um conjunto de informações referentes ao emissor, sendo protegidos por duas chaves de segurança (uma pública e outra privada).

A tecnologia do certificado digital foi concebida para oferecer segurança, legalidade, sigilo e integridade às informações transmitidas, independentemente da localização.

Desse modo, é possível ganhar tempo e reduzir a necessidade de intervenções presenciais para realizar inúmeras tarefas. Listamos a seguir alguns exemplos:

  • Assinatura e envio de documentos online;
  • Execução de transações bancárias;
  • Emissão e envio de declarações;
  • Emissão de notas fiscais, conhecimentos de transporte eletrônico (CTs-e, utilizados em operações de transporte) e manifestações do destinatário (confirmação de recebimento);
  • Emissão do Documento Auxiliar na Nota Fiscal Eletrônica (DANFE);
  • Autenticação segura em ambientes virtuais;
  • Validação jurídica de documentos eletrônicos.

Saiba mais

Quais são os tipos e modelos de certificados digitais existentes?

Basta realizar uma pesquisa rápida sobre certificado digital nos buscadores para você identificar uma grande variedade de modelos e tipos de certificados digitais.

Por se tratar de um arquivo eletrônico, existem diferentes modelos de armazenamento para o certificado digital.

Isso implica em diferentes níveis de segurança, bem como prazos de validade distintos:

  • Certificado A1: neste modelo o certificado é gerado e armazenado diretamente em um computador, por meio de um software. Normalmente ele possui a extensão .PFX ou .P12. O prazo de validade desses certificados é de até 12 meses.
  • Certificado A3: neste modelo o certificado é gerado e armazenado em um hardware criptografado, como um cartão inteligente, dispositivo móvel ou token (USB). Nesse caso, a validade pode ser de até 36 meses.

Além de diferentes modelos, há também uma variação de tipos de certificados digitais. Abaixo estão os exemplos mais comuns:

  • e-CPF: funciona como um CPF virtual, voltado para pessoas físicas. Serve para documentos eletrônicos que exigem assinatura digital, como uma declaração de renda. Ele não pode ser utilizado para a emissão de Nota Fiscal eletrônica.
  • e-CNPJ: é o CNPJ virtual, aplicado em atividades como a emissão de nota fiscal eletrônica, envio de escrituração fiscal digital, cumprimento de obrigações acessórias e emissão de certidões digitais. Ele também possui uma versão especial para empreendedores (ME, EPP e MEI).
  • NF-e: é o certificado com uso restrito para emissão de notas fiscais eletrônicas (NF-e).
  • CT-e: o Conhecimento de Transporte Eletrônico de Cargas é um certificado que serve para fiscalizar e controlar eletronicamente os serviços de transporte de carga entre empresas.

Saiba mais!Preciso de um certificado digital para vender online?

A Receita Federal determina que pessoas físicas não têm obrigação de utilizar um certificado digital.

Portanto, se você trabalha com vendas online sem um negócio formalizado, é possível operar sem um certificado. Mas lembre-se que nesse caso também não será permitido estar em determinados canais de venda, como os marketplaces.

Por outro lado, a Receita Federal deixa claro que o certificado digital é obrigatório para quem possui empresa formalizada, exceto para optantes pelo MEI ou Simples Nacional.

Além disso, ao atuar de modo formalizado no e-commerce, será necessário emitir notas fiscais eletrônicas e, para isso, os certificados são um pré-requisito. Desse modo também é possível acessar canais como os marketplaces.

Como contratar um certificado digital?

O primeiro passo para contratar um certificado digital é selecionar uma Autoridade Certificadora. Trata-se de uma empresa credenciada pela Receita Federal para certificar outras empresas.

Essa empresa poderá auxiliar no processo de decisão do modelo e tipo mais adequado para a realidade do seu negócio.

Após efetivar essa escolha, é necessário realizar o pagamento e apresentar determinados documentos, que a própria certificadora irá informar.

Por fim, é realizada uma verificação dos dados e uma validação presencial, na qual o processo é concluído.

Lista de emissores de certificado digital

Para facilitar a contratação de um certificado digital, listamos abaixo algumas empresas que prestam esse tipo de serviço.

É bom reforçar que esta lista foi concebida apenas para fins educativos. O Olist não endossa ou critica a contratação de qualquer um desses serviços, ficando a seu critério escolher a melhor solução.

  • Ale1: a empresa fornece os principais certificados do mercado, com valores variados. Os clientes Olist tem desconto de 24% para contratar o certificado utilizando o código OLIST2019
  • Certisign: comercializa os principais tipos de certificados digitais, a partir de R$ 180 (mobile, com validade de um ano). Site: http://www.certisign.com.br/
  • São Paulo Certificadora: a empresa oferece planos a partir de R$ 204 (e-CNPJ A1, válido por 1 ano). Site: http://arsaopaulo.com.br/

Ainda tem dúvidas sobre como funciona a certificação digital? Compartilhe com a gente nos comentários!

Venda mais com o Olist

1 comentário

  1. Olá. No site da Certisign existe opções de certificados, qual preciso para emitir NFe no ML e Marketplaces? Tem a variação A1 e A3, pelo que entendi o A1 não serve para plataforma IOS. E se optar pelo A3, preciso apenas do cartão ou tenho que adquirir leitor? Preciso do certificado para emitir NFe, porém tanto a opção NFe quanto e-CNPJ consta que pode emitir NFe. Qual melhor opção para meu caso? Agradeço se puderem auxiliar nessas dúvidas. Obrigado!

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui