Begin typing your search above and press return to search. Press Esc to cancel.

Como atrair mais clientes: 10 passos para aumentar o fluxo de lojas físicas e virtuais


Como atrair mais clientes e aumentar o fluxo da loja?Se destacar dos concorrentes é um dos principais desafios enfrentados pelos lojistas atualmente. Isso acontece porque ter apenas um preço competitivo já não garante, sozinho, a conquista de clientes. É preciso oferecer diferenciais e contar com estratégias consistentes para chamar a atenção de clientes e mostrar ao público que a sua loja é o local ideal para a compra.

Também é importante lembrar que o perfil de cliente tem mudado nos últimos anos. O consumidor de hoje em dia faz pesquisas antes de comprar, compartilha a opinião nas redes sociais e é muito exigente quanto ao atendimento. Ter isso em mente é fundamental aos lojistas que querem ser mais eficientes na atração da clientela.

Com o objetivo de impulsionar as suas vendas, preparamos esta lista com 10 passos para atrair mais consumidores e aumentar o fluxo da loja. Confira as dicas a seguir e coloque-as em prática!

Neste post, você vai encontrar as seguintes ideias para atrair clientes:

1) Oferecer um atendimento excelente
2) Fazer promoções
3) Aproveitar datas especiais
4) Ser criativo com a vitrine
5) Oferecer um unboxing memorável
6) Caprichar no pós-venda
7) Investir na atração de tráfego
8) Fazer parcerias
9) Diversificar os canais de venda
10) Vender com o Olist

 

Contrate o olist agora mesmo

1) Oferecer um atendimento excelente

Oferecer um atendimento de qualidade é imprescindível à sobrevivência de qualquer negócio, conforme já destacamos aqui no blog. Por mais ações que as empresas implementem, o suporte ao público é a que gera um maior impacto na reputação. Então se o seu objetivo é atrair clientes novos, esse deve ser o ponto de partida.

Entre os vários prejuízos que um atendimento ruim pode causar estão: a alta rotatividade de clientes, a não fidelização do público e os danos à reputação do negócio. Apesar disso, muitos lojistas continuam ignorando a importância da assistência aos consumidores.

Mas não se desespere caso a sua empresa apresente algum dos sintomas que citamos no parágrafo anterior. Há ações rápidas e simples que você pode adotar agora mesmo para tornar o suporte aos seus clientes mais eficaz. Confira abaixo as três principais:

  • Seja ágil no atendimento: ficar esperando por uma resposta é frustrante para qualquer pessoa e aumenta a irritação do cliente.
  • Tenha profissionalismo: não seja mal educado em hipótese alguma e não leve críticas para o lado pessoal.
  • Compreenda o problema do cliente: ao invés de fornecer respostas prontas, tente entender quais são as reais necessidades e expectativas do consumidor.

Implementar essas três recomendações na sua empresa pode ser o primeiro passo para o seu negócio se tornar referência em atendimento. Lembre-se: cliente bem atendido é cliente satisfeito!

2) Fazer promoções

Uma coisa é certa: todo consumidor gosta de promoções. Então por que não usar isso a favor do seu negócio? Além de trazer visibilidade para a marca, ações desse tipo aumentam a taxa de conversão, o ticket médio da compra e a fidelização dos clientes.

As abordagens não precisam ficar restritas ao modelo de desconto tradicional. A loja pode, por exemplo, fazer promoções de lançamento, montar kits de produtos, criar um sistema de pontuação, dar brindes ou promover sorteios. Para isso, avalie o custo-benefício das ações, seja criativo e defina claramente as regras.

Estipular prazos curtos também é uma boa estratégia de convencimento do público. O senso de urgência do consumidor aumenta quando ele sabe que há uma data definida para o desconto acabar, como no caso das promoções relâmpago. Pensando nisso, invista em ações do gênero “Só hoje!” ou “Faltam X horas para acabar!” – esses são bons exemplos de como chamar clientes para o seu comércio.

Outro ponto de atenção é a divulgação massiva das campanhas promocionais. Quanto mais visibilidade elas tiverem, mais clientes ficarão interessados em participar das ações. Portanto, não hesite em compartilhar as promoções em todos os canais de divulgação. 

3) Aproveitar datas especiais

Promover campanhas temáticas é uma excelente maneira de atrair clientes. Além do apelo sentimental que determinadas datas carregam – Dia das Mães, Dia das Crianças, Natal etc. –, os períodos comemorativos permitem que os lojistas criem abordagens diferentes, que saiam da rotina.

Nesse contexto, o leque de oportunidades é amplo. As lojas podem aproveitar não só as datas tradicionais, mas também outros acontecimentos, como Copa do Mundo e competições esportivas, lançamentos de filmes, Black Friday, marcos históricos, entre outras.

Criar promoções e comercializar produtos personalizados são formas de chamar a atenção dos clientes e se diferenciar da concorrência. Mais uma detalhe que pode dar destaque à sua marca é fazer embalagens temáticas – falaremos mais sobre elas no tópico 5. Não esqueça, também, de criar ações de marketing focadas especificamente nesses períodos.

Entretanto, é preciso ter planejamento para se antecipar às datas importantes. A recomendação é que os lojistas montem um calendário com as principais oportunidades do ano e se baseiem nele para criar ações comerciais e de marketing. Use como referência o Calendário do E-commerce 2018, que listas as principais sazonalidades e dicas úteis para vender mais.

4) Ser criativo com a vitrine

A vitrine tem um importante papel no processo de venda porque é o primeiro contato do público com a empresa, como um cartão de visita. Em poucos segundos, ela deve cativar o cliente e convencê-lo a conhecer o negócio. Por isso, é fundamental que seja criativa, informativa e inovadora.

Valorizar a vitrine é importante tanto para as lojas físicas quanto para as virtuais, mesmo que no mundo online o conceito seja um pouco diferente. Considerando o que pode ser aplicado nos dois tipos de negócios, os principais fatores a serem considerados são os seguintes:

  • Público-alvo: antes de montar a vitrine, é importante entender o perfil de público da sua loja. Só assim você conseguirá definir a abordagem perfeita para o seu cliente, conquistando-o com mais facilidade.
  • Criatividade: tenha em mente que você deve se destacar da multidão de concorrentes. Para isso, invista no design do cenário, relacionando os produtos expostos, aproveitando datas temáticas e prezando sempre pelo equilíbrio.
  • Rotatividade: não deixe os mesmos produtos na vitrine por muito tempo. Varie as peças em destaque com certa periodicidade para mostrar ao cliente que a empresa é dinâmica e atualizada.
  • Estoque: de nada adianta colocar em destaque um determinado produto se não há estoque suficiente para atender à demanda. Portanto, verifique se há quantidade suficiente dos itens que estão na vitrine.

Além do que já foi listado, há outros elementos que podem fazer a diferença nas vitrines de lojas físicas. Um deles é a iluminação, que permite a criação de ambientes mais intimistas ou chamativos. Mais uma medida interessante é estimular a sensorialidade dos clientes por meio de aromas, por exemplo.

Já as sugestões para as lojas virtuais são um pouco diferentes. No comércio eletrônico, especialmente em marketplaces, o anúncio do produto funciona como a vitrine. Nesse aspecto, três elementos exigem atenção redobrada: o título, a descrição e a imagem da mercadoria. Além disso, quem tem e-commerce próprio deve valorizar a interface do site e também atualizá-lo com periodicidade. Ter em mente esses elementos é um dos primeiros passos para vender mais pela internet.

5) Oferecer um unboxing memorável

Para muitos clientes, o momento mais aguardado da compra é a abertura da caixa do produto. É ali que o consumidor efetivamente tem acesso à mercadoria que adquiriu. Essa etapa, chamada de unboxing experience, é tão importante que muitos canais do Youtube são focados unicamente em registrá-la.

Baixe agora

Frente a isso, oferecer uma experiência de unboxing inesquecível é uma ação certeira para a conquista de clientes, especialmente para os e-commerces. Além de garantir a integridade do produto, uma embalagem bem elaborada surpreende o cliente, estimula a fidelização do público e aumenta a visibilidade da sua marca.

O passo número um para oferecer um bom unboxing é caprichar na embalagem. Crie diferentes modelos de embrulhos e aproveite as datas especiais para oferecer opções temáticas. Trabalhe também com a exclusividade: na compra de determinadas mercadorias, o cliente ganha uma caixa personalizada, por exemplo.

Outra dica é borrifar um perfume na embalagem para estimular ainda mais a experiência do público. Além disso, não esqueça de enviar um recado ao consumidor, de preferência chamando-o pelo nome. No texto, faça um agradecimento e peça para ele compartilhar a experiência nas redes sociais. Para mais dicas relacionadas ao unboxing, confira este post do blog.

6) Caprichar no pós-venda

Se o objetivo do seu negócio é a fidelização do cliente, saiba que a venda não acaba quando ele recebe o produto. Acima disso está o relacionamento que a loja tem com o público. Porém, construir um vínculo mais afetivo do que comercial é uma tarefa complexa e requer muita dedicação por parte do lojista, especialmente no pós-venda.

O processo de fidelização exige, antes de tudo, um excelente atendimento. Já falamos sobre isso, mas reforçamos a importância desse fator porque é ele que garante o retorno do cliente. Um suporte eficaz é ainda mais necessário quando se trata de questões relacionadas à trocas e reclamações.  Por isso, oferecer um Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) eficaz é essencial.

Outro aspecto que os lojistas devem ter em vista é a relevância dos feedbacks do público. Os reviews são excelentes fontes de informação para que as empresas identifiquem o que pode ser melhorado. Por isso, solicite aos clientes a avaliação das compras e demonstre interesse pelo que foi dito. Não esqueça de acompanhar sites de reclamação – ter uma reputação é fundamental para qualquer loja.

Também recomendamos que as empresas mantenham contato com os consumidores por meio de e-mails ou telefonemas periódicos – isso permite a divulgação de promoções e campanhas e reforça o elo entre cliente e lojista. Colocando em prática essas dicas, os clientes ficarão engajados e se tornarão promotores da marca, o que ajudará a sua loja a vender mais e melhor.

7) Investir na atração de tráfego

Maior visibilidade é sinônimo de mais vendas, o que não vale apenas para os anúncios dos produtos. Em relação a isso, o marketing de conteúdo vem ganhando espaço no varejo, principalmente entre os e-commerces. Essa estratégia tem o objetivo de atrair clientes por meio da oferta de conteúdo relevante. O resultado disso é a valorização da marca, engajamento do público e aumento das vendas.

Para obter tal reconhecimento, algumas ações podem ser adotadas. Em primeiro lugar, invista nas redes sociais como uma canal de divulgação da sua marca. Compartilhe conteúdos interessantes, use o humor a seu favor e mantenha uma regularidade nas postagens. Mas lembre-se: cada plataforma tem um público específico e exige abordagens diferentes.

Outra maneira de alcançar mais visibilidade é investir em um blog. Por meio dele, a empresa pode se tornar referência no segmento em que atua. Além disso, é possível educar o consumidor, compartilhar informações relevantes sobre o mercado e, claro, divulgar a própria marca e seus produtos. No entanto, antes de começar a escrever, elabore uma estratégia de comunicação e defina de forma clara os seus objetivos. Outra dica é: não fale apenas sobre si mesmo – isso é cansativo e não trará visibilidade para o blog.

Por fim, use também a mídia paga ao seu favor. Patrocinar anúncios no Google e no Facebook, por exemplo, irá ampliar a abrangência das suas postagens e atrairá mais visitantes para o seu blog e redes sociais. A consequência disso é o crescimento da visibilidade da marca e o aumento das vendas. Mais dicas sobre isso você encontra no Checklist de Planejamento e Plano de Marketing Digital, produzido pelo Olist.

8) Fazer parcerias

Como diz o ditado, a união faz a força. Frente a isso, por que não fazer parcerias com outras empresas para impulsionar a visibilidade do seu negócio e atrair mais clientes? Essa estratégia é especialmente interessante para lojas jovens que ainda estão construindo uma reputação, mas também vale para quem já tem experiência e quer alcançar novos públicos.

Não existe receita para a parceria perfeita, mas há modelos que têm mais chances que trazer bons resultados. O importante é colocar a criatividade em ação e pensar em práticas que beneficiem não só as empresas envolvidas, como também os consumidores. A seguir, listamos dois exemplos:

  • Oferecer descontos. Ações desse tipo podem trazer um ótimo retorno. O lojista pode oferecer o benefício para clientes ou funcionários de determinadas empresas em troca de divulgação, por exemplo.
  • Fazer co-marketing. Essa estratégia é especificamente voltada ao marketing de conteúdo. Eis um exemplo: a sua empresa publica um texto divulgando a marca no site do parceiro, e vice-versa.

Para começar, descubra quem são as referências no segmento em que você atua e pesquise sobre empresas da sua cidade ou do seu estado que sejam relevantes e que se pareçam com a sua. A partir disso, você conseguirá priorizar quais são as parcerias mais interessantes e viáveis e pensar em ações específicas para cada uma delas.

Em seguida, entre em contato com os possíveis parceiros e deixe claro o seu interesse em fazer ações conjuntas. Apresente sugestões para a parceria e esteja aberto a negociar. Não esqueça de lembrar sempre do público-alvo da sua empresa e avaliar o custo-benefício da estratégia – se, por exemplo, uma ação demandar muito esforço e não tiver um bom potencial de resultado, reveja a parceria.

9) Diversificar os canais de venda

Investir na diversificação de canais de venda é essencial às empresas que querem atrair clientes novos e aumentar o faturamento. Contar com uma única modalidade de distribuição restringe o lojista a um público limitado e pode estagnar as vendas.

Em tal contexto, adotar uma estratégia abrangente permite que os lojistas ofereçam aos consumidores uma experiência de compra mais completa, integrada e imersiva. Na prática, significa que o cliente poderá visitar o estabelecimento físico, comprar pelo e-commerce e também buscar promoções da loja nos marketplaces.

Em relação às opções de canais, destacamos a relevância dos e-commerces próprios. Eles permitem que as empresas tenham mais autonomia, façam campanhas de marketing exclusivas e mantenham um contato mais próximo com o cliente. No entanto, exigem investimentos altos e deixam os riscos relacionados à segurança e logística por conta do lojista.

Por isso, a ação mais indicada é priorizar os marketplaces. Os shopping centers virtuais são espaços comerciais de grande visibilidade e muito democráticos. Ingressar nessas plataformas não exige muitos gastos, e os lojistas podem se destacar dos concorrentes por meio de inúmeras técnicas – incluindo as que listamos neste texto.

Mais um motivo para investir nos marketplaces é a possibilidade de participar das campanhas promovidas pelas plataformas. Também merecem destaque os quesitos abrangência geográfica, facilidade de gestão e segurança dos mercados virtuais.

10) Vender com o Olist

Atuar em marketplaces é fundamental para quem quer conquistar mais clientes e ter um bom desempenho de vendas. Portanto, se você ainda não está presente nesses canais de venda, chegou a hora de rever algumas prioridades. Nesse processo, o caminho mais simples e rápido de ingressar nos mercados virtuais é o Olist.

A maior loja de departamentos dos marketplaces permite que você exponha os seus produtos nas principais redes varejistas online do Brasil de maneira simples e rápida. Por conta da alta reputação que tem nos mercados virtuais, o Olist ajuda as empresas  parceiras a alcançarem uma grande visibilidade.

Outro diferencial é a plataforma exclusiva desenvolvida para os clientes: ela possibilita a centralização da gestão das vendas e oferece diversas soluções integradas. Além disso, os lojistas podem contar com o apoio da equipe de Sucesso do Cliente para se destacar nos marketplaces e otimizar as vendas.

A maior comunidade de lojistas do Brasil já tem mais de 4.100 parceiros. Junte-se ao Olist você também, chame a atenção de clientes para a sua loja e venda mais e melhor!

Este conteúdo foi útil para você? Aproveite para descobrir como vender nos maiores varejistas online do Brasil!


Como atrair mais clientes: 10 passos para aumentar o fluxo de lojas físicas e virtuais
5 (100%) 10 votos

+ Nenhum comentário

Adicione o seu