Como aumentar suas vendas na Black Friday por meio dos Marketplaces


Como-aumentar-suas-vendas-na-Black-Friday-através-dos-MarketplacesBlack Friday é conhecida como uma das datas mais importantes do comércio eletrônico mundial e no Brasil não é diferente. Em 2014, representou um crescimento de 867% no faturamento em comparação a uma sexta-feira convencional, segundo dados do e-bit.

A data que acontece tradicionalmente na última sexta feira do mês de Novembro é conhecida pelas grandes ofertas e descontos oferecidos pelo comércio, principalmente e-commerces, lojas virtuais e marketplaces.

De fato, o comércio eletrônico espera ansioso por esta importante data, que representa um aumento significativo no número de vendas. Uma vez que, de acordo com o próprio e-bit,  somente na Black Friday de 2014 o volume de pedidos bateu a marca de 2,2 milhões.

Participar da Black Friday pode ser uma grande oportunidade para o seu negócio, mas para poder colher os bons frutos que esta data oferece você e seu e-Commerce devem estar preparados. Veja o que fazer para tirar o melhor proveito da Black Friday e alavancar suas vendas nesta data.

1. Faça um plano tático e operacional

Para fazer parte da Black Friday, saiba que o trabalho começa muito antes do dia 25 de Novembro. O ideal é que você faça um planejamento com todos os pontos que deverão estar redondos até a data e isso inclui os preços promocionais, produtos e imagens, estoque, divulgação, distribuição e outros quesitos que você considerar importante. Após isso feito, não deixe de elaborar um plano operacional para todas essas questões. Quanto antes você começar, melhor. Afinal, faltam poucos dias para a próxima edição da Black Friday.

2. Crie descontos e promoções atrativas

Devido a grande repercussão da Black Friday nos últimos anos, milhares de consumidores e também de orgãos de defesa estão atentos as lojas participantes. Por isso, para participar da Black Friday é preciso que você crie descontos verdadeiros e que sejam atrativos aos olhos de quem irá comprar. É bem provável que sua margem de lucro seja reduzida, mas a ideia aqui é que você compense este fator no volume de vendas e na percepção de marca.

Para destacar as reais lojas participantes da Black Friday e que atendam as boas práticas do comércio eletrônico, a camara-e.net irá disponilizar o selo Black Friday Legal (Cadastre-se). Isso poderá contribuir para que os cosumidores que chegaram até a sua loja sintam-se seguros em realizar a compra.

contrate o olist agora mesmo

3. Esteja atento ao seu estoque

Vender é sempre bom e com preços atrativos com certeza centenas de consumidores irão se interessar pelos seus produtos. Mas não basta simplesmente vender, lembre-se que você deverá entregar todos os seus pedidos e, de preferência, sem atrasos.

Para isso, certifique-se de que haja estoque suficiente em caso de aumento de demanda. Aproveite os próximos dias para entrar em contato com seus fornecedores e garanta que você tenha mercadoria suficiente para a Black Friday.

Caso os seus produtos sejam limitados, deixe claro na comunicação que a oferta só será válida enquanto houver estoque e avise assim que um item acabar. Dessa forma, você evitará transtornos futuros.

4. Prepare sua comunicação

Enquanto a Black Friday não chega, elabore também as suas estratégias de comunicação. Por exemplo: aproveite para informar a sua base de clientes através de e-mail marketing que a sua loja participará da Black Friday e ofereça cupons de descontos. Desta maneira você fará com que pessoas que já são clientes voltem a comprar com você, até porque é muito mais fácil vender para quem já conhece a sua loja do que conquistar novos consumidores.

No dia da Black Friday capriche no layout da sua loja e indique por todo site os descontos dos seus produtos. Inclua também diferentes Call To Action (chamada para ação) para que o consumidor seja atraído para realizar a compra.

Além disso, esta é uma boa hora para utilizar Landing Pages ou capturadores de e-mail com intuito de aumentar ainda mais a sua base e continuar o contato pós Black Friday.

5 . Marketplaces podem ser uma boa estratégia para aumentar as vendas

São chamados de marketplaces sites que agregam diferentes vendedores para que  comercializem seus produtos ou serviços. Muita gente ainda não sabe, mas grandes varejistas online utilizam o método de marketplace, ou seja, os produtos vendidos nestes sites são fornecidos por diversos outros vendedores, que se encarregam de entregar o item comprado ao consumidor final.

São exemplos de marketplaces sites como Walmart, Submarino, Americanas, Extra, Pontofrio entre tantos outros.

Estas grandes empresas estão no mercado há anos e possuem verbas gigantescas para marketing e comunicação, por estes motivos possuem uma enorme visibilidade no comércio eletrônico.

Só para você ter uma ideia, segundo o comScore, os sites do Grupo B2W (Submarino, Americanas e Shoptime) e do Grupo Cnova (Extra, Casas Bahia, Pontofrio, CDiscount, Barateiro e Partiu Viagens) concentraram cerca de 19,5 milhões e 13,3 milhões de visitantes únicos respectivamente. Tudo isso somente no mês de Junho de 2015.

Se tornar um fornecedor e fazer parte destas potências do mercado pode ser um diferencial para o seu negócio e uma ótima oportunidade para alavancar suas vendas nesta Black Friday. Uma vez que seus produtos poderão estar em diversas campanhas de marketing e impactar milhões de consumidores.

Mas não esqueça, vender os seus produtos nestes marketplaces não exclui as dicas anteriores. Portanto, organize-se e comece ainda hoje a se preparar para uma das datas mais importantes do comércio eletrônico!


+ Nenhum comentário

Adicione o seu