Como montar um Plano de Negócios


Avalie este post

como-criar-um-plano-de-negociosO Plano de Negócios é uma a ferramenta gerencial muito importante para  pequenas e médias empresas e pode ser aplicada desde o nascimento até as fases mais desenvolvida. O objetivo de um Plano é lançar um olhar para o futuro, fazendo um planejamento razoável com base nos pontos chave, prevendo obstáculos e identificando oportunidades.

Ter um bom planejamento é de suma importância para qualquer empreendedor e o Plano de Negócios vai ajudar a traçar uma estratégia de atuação. Não precisa ser algo complicado, mas requer alguma estrutura, para que se possa visualizar o negócio e seu contexto e a partir dessas informações, fazer projeções, traçar metas e objetivos.

Vamos ver os principais passos para se criar um Plano de Negócios e porque eles são importantes:

1. Defina o produto ou serviço

Um dos pontos-chave para um bom plano de negócios e, consequentemente um bom planejamento estratégico é identificar quais as características de seus produtos que o diferenciam da concorrência.Para isso, monte uma descrição com atenção especial, detalhando os diferenciais e as melhores qualidades.

Faça um resumo dos produtos e/ou serviços que a empresa já oferece e dos que pretende introduzir em curto, médio e longo prazo. Use uma linguagem acessível a todos os colaboradores envolvidos, pois todos devem conhecer o Plano de Negócios e as estratégias da empresa. A ideia é que eles também se envolvam na busca por resultados. O objetivo aqui é ter uma boa visualização de seu produto ou serviço e também um plano para seu desenvolvimento, aperfeiçoamento e expansão.

2. Análise do mercado

Em qualquer negócio, serviço ou venda de produto, é fundamental conhecer a concorrência e o público alvo.

Procure mapear os concorrentes que estão atuando no mercado em que você também está inserido ou pretende se instalar. Observe seu produto ou serviço e compare com os da concorrência a fim de encontrar diferenciais que poderão favorecê-lo. Se não existirem, use a criatividade para criá-los, os diferenciais são pontos fundamentais para destacar-se no mercado.

Com este panorama em mãos, defina um modelo para o seu negócio e um plano de marketing, ou seja: como você vai divulgar seu produto/serviço e construir sua marca.

Liste todos os recursos disponíveis e assinale os que vai utilizar e em que prazo, tais como feiras e eventos, por exemplo. Nesta fase descreva com clareza os resultados conseguidos com pesquisas e análises de informações sobre o mercado.

Caso ainda não tenha dados consistentes, elabore neste ponto um plano de como conseguir estas informações e como será feito o acompanhamento do mercado.  Se possível defina o histórico nos últimos 3 anos e qual a taxa de crescimento esperada para os próximos 3 a 5 anos.

3. Planeje as atividades

É fundamental planejar as atividades de maneira bem clara, o que inclui definir os responsáveis, as tarefas a serem realizadas, o prazo para o cumprimento e os resultados almejados.

Faça uma descrição de cada atividade e de como se espera que seja realizada. Essa ação visa obter um controle sobre a execução de tarefas necessárias. O nível de detalhamento fica por conta de quem está montando o plano que pode ser mais ou menos detalhado.

Lembre-se de que as ideias e os conceitos podem ser constantemente revistos.

contrate o olist agora mesmo

4. Tenha em mente os recursos humanos

Defina quais as funções necessárias e quais as qualificações mínimas exigidas para cada colaborador da sua marca. Coloque as posições que já estão preenchidas e as que precisarão ser preenchidas num futuro próximo. Isto pode ser muito importante num determinado momento, para se conseguir novos financiamentos, por exemplo.

5. Faça um planejamento financeiro

Faça uma projeção financeira para um período de 3 a 5 anos no mínimo. Este é o teste numérico em que deverão ser colocadas todas as estimativas de negócios da empresa, como: custos de produção, manutenção, logística, distribuição, despesas comerciais e administrativas. Inclua o máximo de elementos que lembrar.

A gestão deve ter clareza sobre os custos do negócio e a projeção financeira para os próximos anos, para orientar-se quanto às metas e objetivos. É bom incluir algumas projeções, mesmo que precisem ser alteradas, como por exemplo, sazonalidades, aumento de custos e mais contratações de pessoal.

Muitas vezes as receitas não serão fixas nem previsíveis, mas o planejamento é necessário para que a empresa tenha o controle de seus gastos e receitas  a fim de que não haja momentos de descapitalização de surpresa, em que se precise recorrer a financiamentos de emergência. Estas ocasiões podem até ocorrer, mas também devem ser vistas com antecedência para que os passos possam ser dados com mais segurança.

É importante que o Plano de Negócios não seja um modelo rígido que acabe por engessar a empresa. Ele pode e deve ser periodicamente revisto, ampliado e aperfeiçoado, de acordo com a evolução do seu negócio, o comportamento do mercado e do ambiente econômico. Apesar dessa flexibilidade, ele é uma bússola importante para orientar o rumo dos negócios.

Para ajudar a organizar seu empreendimento, desenvolvemos um Modelo Gratuito de Planejamento Estratégico que conta com tudo o que você precisa para analisar os resultados do seu negócio, avaliar sua cultura organizacional, formular uma estratégia geral para seu negócio e específicas para cada área, estruturar um quadro de metas, detalhar o orçamento anual e por fim, o seu plano de ações.

Faça o download grátis e se organize de maneira simples e eficaz!

Modelo de Planejamento Estratégico[/

button]


+ Nenhum comentário

Adicione o seu