Como escolher o melhor meio de pagamento para e-commerce


Avalie este post

Como escolher o melhor meio de pagamento para e-commerce

Um dos principais desafios na hora de abrir uma loja virtual é a escolha dos meios de pagamento que serão disponibilizados aos consumidores. O lojista precisa buscar um equilíbrio entre quais as melhores soluções para os clientes e o impacto financeiro gerado ao adotar cada uma dessas plataformas.

Para tomar uma decisão adequada sobre quais recursos oferecer, o ideal é conhecer em detalhes o perfil do seu cliente. Também é importante fazer uma previsão de fluxo de caixa, pois nem sempre o repasse dos recursos para a conta da loja é imediato.

Felizmente, com o crescimento do mercado de e-commerce, há diversas soluções de meios de pagamento disponíveis para atender a necessidade de cada lojista. Confira neste post algumas dicas para escolher o melhor meio de pagamento possível para seu negócio.

Primeiramente, é preciso conhecer os meios de pagamento para e-commerce disponíveis no mercado. Veja abaixo:

Boleto Bancário

Segundo o Moip, empresa de soluções de pagamentos, o boleto bancário é a segunda forma de pagamento mais utilizada nas compras pela internet. Nesta operação basta o cliente imprimir o boleto ao final da compra e pagar no banco da sua preferência. Essa opção é uma boa alternativa para atender aqueles clientes que não possuem cartão de crédito ou que ainda estão totalmente decididos a comprar.

Cartões de crédito

O estudo do Moip também apresentou que a cada dez compras online, sete são concluídas por meio de um cartão de crédito. Para essa opção, o cliente precisa digitar os dados do cartão e, após aprovação do crédito, a compra está concluída.

Débito em conta

Essa forma de pagamento cresceu bastante nos últimos anos. Essa opção funciona com transferência entre contas. O cliente digita os dados da conta e a senha bancária e o banco autoriza a transferência do valor da compra para a conta da loja.

contrate o olist agora mesmo

Gateways e Intermediadores para e-commerces

Basicamente, os gateways e intermediadores possibilitam que as lojas tenham todos os meios de pagamento em um único sistema. O cliente escolhe de que forma deseja realizar o pagamento (boleto, cartão de crédito, débito em conta, etc) e os sistemas transferem o valor pago para a conta do lojista. Há diferenças entre gateways e intermediadores, que explicaremos abaixo.

Gateways

O gateway é um sistema que faz uma conexão entre a sua loja virtual e os sistemas dos meios de pagamento. Nesse caso, o lojista estabelece o contato com as operadoras de cartões e bancos, enquanto o gateway realiza a comunicação entre sua empresa e os sistemas bancários. Assim, os pagamentos realizados pelos seus clientes são transferidos diretamente para a conta da sua loja.

Você será o responsável para aprovar cada compra, definir as formas de parcelamento e assumir os riscos de cada transação. Algumas empresas que oferecem esse serviço são: CobreDireto, Ipagare e CobreBem.

Intermediadores

Nesse sistema as lojas não precisam se afiliar às operadoras de cartões e bancos. Quando um cliente realiza uma compra quem recebe o pagamento é o intermediador. O sistema fica responsável pela aprovação e pelo repasse do valor da venda à loja virtual. Algumas empresas que oferecem esse serviço são: PagSeguro, Paypal e Bcash.

Cuidado com as tarifas

Cada serviço tem um custo para o lojista. Nessa hora, é preciso analisar qual opção oferece a melhor relação de custo e benefício:

  • Boleto Bancário: custa em torno de R$ 4,00 para cada boleto pago (o valor varia de acordo com o banco);
  • Cartões de crédito: paga-se uma mensalidade em torno de R$ 100,00 acrescida de uma taxa média de 4% sobre o valor da fatura (o percentual varia de acordo com as operadoras de cartões);
  • Débito em conta: custa em torno de R$ 0,50 por operação concretizada (o valor varia de acordo com o banco);
  • Gateways e Intermediadores: os gateways tem uma cobrança fixa, a partir de R$ 0,65, por transação efetuada pela sua loja. Já os intermediadores cobram um valor percentual sobre cada venda, que oscila entre 1,9% até 6,4% do total da operação (o valor varia de acordo com a empresa de pagamento).

Todos os meios de pagamento têm suas características peculiares. É importante que você faça uma análise de qual proporcionará mais benefícios e soluções, de acordo com a necessidade do seu negócio.

Ainda tem dúvidas sobre como escolher os meios de pagamento para e-commerce? Participe nos comentários. E confira também dicas essenciais para manter a saúde financeira da sua loja virtual!


+ Nenhum comentário

Adicione o seu