Como funciona um marketplace? E o que o Olist tem a ver com isso?


Como funciona um marketplace? E o que o Olist tem a ver com isso?
5 (100%) 3 votos

Como funciona um marketplace? E o que o Olist tem a ver com isso?

Se você deseja entender como funciona um marketplace e como o Olist funciona, está no lugar certo.

Essa opção de vendas pela internet ganha cada dia mais adeptos, porém nem todos entendem claramente como esse modelo de negócio funciona.

Como as redes varejistas ganham dinheiro? Quais as vantagens para o lojista que aposta nesses canais? Como posso conquistar mais clientes e vendas? E como o Olist entra nessa história?

Você vai encontrar as respostas para essas perguntas nesse post.

O primeiro passo é entender mais sobre o modelo de venda em marketplaces.

contrate o olist agora mesmo

A lógica por trás dos marketplaces 

Para uma grande rede varejista, quanto maior o portfólio, melhor.

Uma ampla variedade de produtos disponíveis para venda ajuda a conquistar mais clientes e permite a diferenciação frente a concorrência.

Entretanto, possuir uma grande quantidade de produtos em estoque custa caro.

Os gastos envolvem desde o espaço físico para armazenagem até as despesas com acondicionamento e segurança dos produtos.

Além disso, nem todos os produtos registram um fluxo constante de vendas, representando um custo extra.

Para buscar um equilíbrio nessa equação, foram criados os marketplaces.

As grandes redes varejistas compartilham o espaço de seus sites para que outros lojistas também façam vendas, em troca do pagamento de uma comissão a cada negócio fechado.

Isso gera benefício mútuo: os comerciantes utilizam toda a visibilidade, credibilidade e estrutura dos sites de venda online mais populares do país.

Em troca, as redes varejistas ampliam o portfólio e tem chances de oferecer condições ainda mais competitivas, com um custo muito menor.

E as empresas podem fazer isso sem comprometer a própria reputação.

Para aceitar novos vendedores são exigidos inúmeros documentos que assegurem a idoneidade do vendedor e a credibilidade na origem das mercadorias negociadas.

Os marketplaces também exigem que os lojistas atinjam um nível mínimo de qualidade do serviço (SLA).

Caso determinada loja acumule um número muito elevado de atrasos ou cancelamentos, ela pode ser bloqueada ou até mesmo banida.

Para evitar esse tipo de problema, todo recurso que simplifique o processo de venda nesses canais faz toda a diferença.

E é aí que o Olist entra.

venda_mais_com_olistComo surgiu o Olist?

O modelo de negócio do Olist começou a ser construído há uma década, com uma empresa chamada Solidarium.

Seu fundador, Tiago Dalvi, tinha como ambição permitir que artesãos de todo o país atingissem facilmente o consumidor final para realizar vendas.

Após uma série de ajustes na proposta de valor do negócio, lançamos em 2011 o nosso próprio marketplace.

Fornecedores de todo o país conquistaram clientes anunciando por meio da nossa plataforma.

Nesse momento identificamos os principais desafios encarados por quem faz vendas pela internet: atrair clientes, realizar entregas no prazo, estabelecer um contrato com os Correios, construir uma reputação, gerenciar pagamentos e muito mais.

Também detectamos que esses desafios eram encarados por todos os pequenos e médios negócios existentes no país, fossem eles artesãos ou não.

Essa percepção ocorreu simultaneamente a ascensão dos marketplaces no Brasil.

Foi então que decidimos dar vida a um modelo inédito de negócio.

Como funciona o modelo de negócio do Olist?

Nossa proposta é simples: somos o ponto de contato mais prático e completo para aproximar lojistas, marketplaces e consumidores.

Possuímos um contrato e uma loja ativa nos sites dos maiores varejistas do país.

loja olist walmart

Todos os produtos colocados à venda são fornecidos diretamente pelos lojistas que contratam nosso serviço.

Mas, ao invés de atuarmos como um intermediário, oferecemos uma série de soluções que tornam essa parceria vantajosa para os comerciantes.

O primeiro benefício é na negociação. Firmando um único contrato conosco é possível anunciar diretamente nos maiores marketplaces do país.

Além disso, toda a gestão de produtos e pedidos fica concentrada em uma única interface, tornando os processos administrativos muito mais simples e intuitivos.

Também compartilhamos o nosso contrato firmado com os Correios, possibilitando um envio sem custos para o vendedor e com um preço muito menor que o valor padrão de mercado.

Isso facilita todas as etapas do processo de venda em marketplace: negociação comercial, cadastro dos produtos, gestão das vendas e logística de entrega.

Em troca, cobramos uma comissão por cada venda e a uma taxa mensal para todos os lojistas.

Fazendo as contas, o valor cobrado assegura uma economia significativa de e tempo e dinheiro em relação a quem atua de forma independente, com um contrato direto.

Essas vantagens se estendem aos marketplaces e consumidores, que passam a contar com um leque muito maior de produtos e o respaldo absoluto em casos de problemas no processo de compra.

Conclusão

Lojista, marketplace, consumidor. A missão do Olist é garantir um equilíbrio perfeito dessas três variáveis.

Queremos descomplicar a vida de pequenas e médias empresas de todo o país que desejam vender online, mas sem que isso represente qualquer ameaça para a satisfação dos consumidores e a credibilidade dos marketplaces.

Por essa razão, contamos com equipes dedicadas a garantir a melhor eficiência possível em cada uma dessas frentes.

O modelo de vendas em marketplaces já possui milhões de adeptos em todo o mundo, e acreditamos que ele também é altamente promissor no mercado brasileiro.

E com o Olist isso se torna ainda mais fácil.


Ainda tem dúvidas sobre como funcionam os marketplaces e o Olist? Comente abaixo!


+ Nenhum comentário

Adicione o seu