Como reduzir custos de logística no e-commerce


Como reduzir custos de logística no e-commerce
5 (100%) 5 votos

Como reduzir custos de logística no e-commerce

Reduzir os custos de logística no e-commerce é algo benéfico tanto para consumidores quanto para lojistas. De um lado, consumidores têm acesso a opções mais acessíveis ou prazos reduzidos para o recebimento dos produtos. Do outro lado, a loja amplia as chances de conversão e reduz despesas. Isso permite, inclusive, a oferta de vantagens como o frete grátis.

Entretanto, a gestão de frete nem sempre é algo fácil. O lojista precisa encontrar um ponto de equilíbrio entre valores competitivos, prazo tolerável para o cliente e garantia de lucro para o negócio. Pensando nisso, listamos algumas dicas que podem ajudar você a otimizar os custos logísticos. Acompanhe!

contrate o olist agora mesmo

Diversifique as formas de envio e entrega

A maioria dos lojistas utiliza os Correios como solução logística para o e-commerce. Mas isso não impede que formas alternativas e até mais em conta também sejam utilizadas.

Existem empresas que são especializadas em realizar todo o serviço de packing e postagem. Ou seja, você realiza a venda mas essas empresas fazem a coleta e o envio para o consumidor. Isso pode otimizar seus processos internos e gerar economia.

Alguns marketplaces também oferecem o serviço de fulfillment. Isso significa que você envia as mercadorias para um centro de distribuição do canal e ele fica responsável por toda a gestão logística.

Além disso, sempre é possível recorrer a transportadoras. Elas podem oferecer condições mais acessíveis e ágeis para determinadas rotas. Identifique seus gargalos, faça as contas e não hesite em testar novas opções de entrega.

Redimensione as embalagens

O peso e as dimensões do pacote influenciam diretamente no custo do frete. Então, trabalhe com a possibilidade de diminuir o tamanho das embalagens de envio, mas tome cuidado para não negligenciar a segurança do item que será enviado! Um pacote muito grande para um produto muito pequeno, por exemplo, vai elevar o valor do frete sem necessidade.

A dica nesse caso é comparar as medidas de todos os produtos que estão no seu portfólio de venda. Se as dimensões forem similares, você já pode começar economizando no processo de aquisição das caixas de postagem. Prefira comprar todas as embalagens do mesmo tamanho e em maior quantidade, assim, você abre espaço para negociar o custo com o seu fornecedor.

Caso o mix de produtos englobe itens dos mais variados tamanhos, uma solução é fazer suas próprias embalagens sob medida. Há na internet uma infinidade de vídeos que ensinam como reaproveitar caixas de papelão para encomendas de diferentes tamanhos. Vale a pena pesquisar mais sobre o assunto se você tiver tempo hábil para a atividade ou alguém que possa ajudar no manuseio das caixas.

Outra dica é consultar este guia técnico elaborado pelos Correios com várias recomendações sobre embalagens. Sem dúvidas, esse material será útil para você analisar as dimensões das suas caixas de postagens atuais e rever o que precisa ser adaptado para otimizar espaço e, consequentemente, reduzir custos. 

planilha controle logísticoReveja a rotatividade de estoque

Que tal estocar mais unidades dos itens com maior saída e reduzir o volume de itens com pouco giro? Parece um ajuste óbvio, mas que muitos lojistas negligenciam.

Tenha em mente que trabalhar com um estoque amplo faz mais sentido para produtos com grande margem de lucro, em contrapartida, é preciso ter mais cautela na hora de estocar mercadorias com baixa participação de mercado. Caso sinta dificuldades para entender esse processo, utilize a Matriz BCG a fim de identificar o estoque mais recomendado de acordo com o seu portfólio de produtos.

E fique sempre atento para não acumular mais produtos do que a demanda do seu negócio exige. Manter um estoque maior que o necessário significa deixar parado um capital de giro que poderia estar sendo aplicado em outros aspectos da sua loja.

Otimize a operação

Tempo é dinheiro, por isso, ter uma operação ágil também vai ajudar você a reduzir custos. Contratar um serviço de coleta, por exemplo, é uma boa solução para não precisar mais perder tempo se deslocando até o local de postagem.

Nesse caso, você não precisa ir até os Correios ou transportadora para postar um pedido, pois a empresa contratada para a coleta vai até você retirar o pacote para levar no centro de distribuição ou até mesmo enviar para o consumidor. Algumas empresas que podem fazer a retirada de pedidos “a domicílio” são Mandaê, Loggi, e-Total e até os Correios contam com disque coleta. Se você vende no Mercado Livre, vale ainda conferir o Mercado Envios Coletas oferecido pelo marketplace para sua rede de lojistas.

Outra possibilidade para otimizar sua operação é ajustar os processos internos de coleta, postagem e despacho dos itens. Não deixe de conhecer conceitos como FIFO, LIFO, PEPS, UEPS e FEFO para saber se o fluxo está funcionando adequadamente e identificar ineficiências. Caso elas existam e possam estar atrapalhando a logística do seu negócio, pode ser necessário fazer ajustes.

Melhore o atendimento ao consumidor

Se um consumidor se arrepender de uma compra e quiser fazer a troca dentro do prazo legal, o custo de logística reversa (reenvio para a loja) é de responsabilidade do vendedor. Portanto, ofereça um bom atendimento e esclareça todas as dúvidas do consumidor para reduzir as ocorrências de devolução.

Use o Olist Envios

Com o Olist, você não paga pela postagem de produtos e ainda tem uma folga no seu fluxo de caixa. Isso acontece porque o Olist possui contrato diferenciado com os Correios em função do alto número de postagens diárias — são mais de 2.500 lojistas utilizando as etiquetas de postagem geradas por meio da nossa plataforma.

E quanto mais produtos enviados, mais vantagens os Correios oferecem para a empresa parceira, como descontos e prazos competitivos de envio. Não é à toa que o Olist é hoje um dos maiores clientes da estatal no Brasil!

Além disso, o Olist ainda oferece uma série de vantagens para que você possa investir seu tempo em vendas, sem precisar se preocupar com burocracias.

Conclusão

Uma análise minuciosa de todos os pontos que envolvem o controle logístico possibilita reduzir custos sem prejudicar a eficiência da operação. Ou seja, mesmo gastando menos, você pode continuar oferecendo um serviço de qualidade que não comprometa a satisfação do cliente.

Para isso, é fundamental que você conheça o seu setor de atuação e entenda como um controle logístico eficiente pode contribuir para o bom funcionamento do seu negócio. Assim, você amplia as chances de conversão sem perder rentabilidade, o que pode fazer toda a diferença no longo prazo.

Ficou com alguma dúvida sobre as dicas para reduzir custos de logística? Então envie sua pergunta nos comentários!


1 Comentário

Adicione o seu
  1. 1
    Robson

    Diminuir o tamanho das embalagens de envio, foi uma das opções
    que fiz, e mim ajudou bastante.

    Pois onde moro, que é em uma pequena cidade de Pernambuco, chamada
    Águas Belas, fica caro o frete, para regiões como SP,e RJ.

    E implementar medidas como essas, são essenciais, para manter um
    negócio de vendas usando a internet como principal canal de vendas.

    Sucesso para todos!

+ Deixe um Comentário