Como vender mais na farmácia ou drogaria usando a internet: 6 dicas infalíveis


Como vender mais na farmácia usando a internet: 6 dicas infalíveis

Engana-se quem pensa que o universo das vendas online é restrito ao comércio de produtos como eletrodomésticos ou itens de informática e telefonia.

É cada dia maior a variedade de produtos negociados pela internet, contemplando, inclusive, setores popularmente conhecidos pela venda em pontos físicos.

Esse é o caso das farmácias e drogarias. Embora a venda online de remédios seja condicionada as regras de órgãos reguladores como a Anvisa, alguns itens comercializados nesses estabelecimentos possuem grande potencial de vendas sem qualquer restrição. Dúvidas do tipo “como vender mais usando a internet” estão cada vez mais presentes no cotidiano dos donos das farmácias e rogarias que entenderam como podem crescer usando a web.

Cosméticos, chapinhas, secadores, esfoliadores e similares constam com frequência nas primeiras posições de itens mais vendidos nos sites das grandes redes varejistas.

A 3ª Pesquisa Nacional sobre Comércio Eletrônico no Brasil, promovida pelo E-Commerce Brasil e o Sebrae, confirma a força desse setor. O estudo indica que a venda de produtos de beleza, saúde e cuidados pessoais representa 16% do mercado nacional.

Por essa razão, muitas farmácias e drogarias estão recorrendo a internet para ampliar o faturamento. E para tornar essa tarefa ainda mais fácil, esse post apresenta algumas dicas sobre como fazer isso de forma ágil e eficiente.

contrate o olist agora mesmo

1) Escolha produtos com potencial de vendas

O primeiro passo para uma farmácia faturar mais vendendo pela internet é oferecer produtos com grande apelo popular.

Para isso, vale a pena avaliar a própria experiência de venda na loja física. Alguns questionamentos podem ajudar nessa etapa:

  • Quais itens são os mais populares?
  • Qual o valor médio desses produtos?
  • Quais deles apresentam menor índice de devoluções e desistências de compra?
  • Eles poderiam ser embalados e enviados pelos Correios, por exemplo?

Pesquisas de mercado também são úteis para a tomada de decisão. O Hall da Fama do E-commerce brasileiro apresenta uma lista dos produtos mais populares, tais como alisadores, balanças, secadores, esfoliadores, entre outros.

Sua farmácia oferece esse tipo de produto? Então não perca a chance de lucrar mais!

2) Anuncie nos marketplaces

Já citamos inúmeras vezes aqui no blog as vantagens da venda em marketplaces. É possível ampliar o número de clientes e a abrangência geográfica do negócio sem a necessidade de se fazer grandes investimentos.

Isso permite, por exemplo, que uma pequena farmácia do interior venda produtos para consumidores das grandes metrópoles do país sem qualquer dificuldade. Basta oferecer preços competitivos e eficiência na entrega, enviando os pedidos dentro do prazo e sem erros.

Os marketplaces podem se tornar um complemento ao faturamento da loja física, já que o lojista vai lidar com os mesmo fornecedores e produtos com os quais já está familiarizado.

3) Negocie preços competitivos com os fornecedores

Ao vender nos marketplaces, o volume de vendas da farmácia tende a subir drasticamente em relação a loja física.

Por essa razão, não tenha medo de reforçar o estoque de produtos. Além de garantir agilidade na entrega e nas vendas, isso eleva o poder de barganha junto aos fornecedores. Assim é possível praticar preços de venda mais baixos.

Inicialmente, escolha quatro ou cinco produtos que registrem vendas constantes e invista em um volume maior de estoque. A medida em que o fluxo de pedidos ganhe ritmo, é possível ampliar o portfólio de produtos.

banner-blog6_2
4) Monitore e aproveite as tendências

O mercado de moda e beleza é muito dinâmico e as farmácias podem tirar proveito disso. Novos cosméticos e modelos de aparelhos eletrônicos são lançados constantemente.

Alguns destes itens caem nas graças dos consumidores rapidamente, mas nem sempre os fornecedores conseguem acompanhar esse ritmo. Observar essas tendências de consumo e apostar em produtos inovadores pode garantir uma vantagem competitiva para o lojista.

Em nosso post sobre a Matriz BCG explicamos em detalhes como essa dinâmica funciona.

5) Seja inovador na entrega dos pedidos

Como boa parte dos produtos vendidos pelas farmácias são fabricados por terceiros, não existem muitas possibilidades de diferenciação nesse mercado. Mas com um pouco de criatividade é possível contornar esse obstáculo e se destacar perante a concorrência.

Uma das maneiras mais práticas de fazer isso é anunciado kits de produtos. Itens como os xampus são utilizados de maneira recorrente, portanto a tendência de que um consumidor faça uma recompra é alta. Por que não vender um kit com várias unidades do xampu a um preço mais competitivo, por exemplo?

Do mesmo modo, itens como os esfoliadores exigem a troca das lixas e o uso de hidratantes. Que tal simplificar a vida do cliente vendendo todos estes itens em um único pacote?

6) Mais do que produtos, ofereça informações aos clientes

Nem sempre o consumidor conhece as aplicações e vantagens de um novo cosmético ou aparelho que chega ao mercado. E como na internet não existe a possibilidade de uma conversa presencial, compense oferecendo informações úteis para o cliente.

Invista no marketing de conteúdo e faça descrições completas dos produtos, sempre respeitando as boas práticas para vender em marketplaces. Além de garantir a fidelização isso aumenta fortemente as chances de conversão daquele cliente.

Conclusão

A internet é uma importante aliada de farmácias e drogarias para vender mais. E os marketplaces são a alternativa mais prática e completa para obter resultados rápidos e consistentes.

Atuando de maneira estratégica, você tem condições de ampliar o faturamento sem prejudicar o desempenho da loja física, consolidando uma fonte a mais de renda.

Utilizando serviços descomplicadores como o Olist esse processo fica ainda mais simples, já que é possível otimizar a negociação e a gestão das vendas em todos os marketplaces.

Tem outras dúvidas sobre como a farmácia pode vender mais na internet? Compartilhe com a gente!


+ Nenhum comentário

Adicione o seu