Dicas para utilizar o marketing de conteúdo a favor do e-commerce


Dicas para utilizar o marketing de conteúdo a favor do e-commerce
5 (100%) 3 votos

Dicas para utilizar o marketing de conteúdo a favor do e-commerce

O conceito de marketing de conteúdo começou a ser incorporado timidamente no Brasil, mas já está consolidado como uma das melhores estratégias para geração de negócios por meio da Internet. Essa abordagem prioriza a produção e oferta de conteúdo de valor para um público definido, com o objetivo de atrair, reter e converter essa audiência em clientes.

A decisão de compra de um consumidor está intimamente ligada a criação de confiança. O marketing se adaptou a essa mudança de comportamento apostando em práticas para criar uma percepção positiva da marca, mantendo um relacionamento próximo ao público.

A criação de conteúdo útil e relevante alcança esse objetivo ao atrair, envolver e gerar valor ao potencial cliente. Ao fazer isso, cria-se uma base de seguidores engajados, capazes de compartilhar o conteúdo publicado, atraindo mais pessoas e gerando maior reconhecimento da marca e resultados positivos nas vendas.

Como criar uma estratégia de conteúdo favorável ao e-commerce?

Ter um blog e postar textos diariamente, sem qualquer planejamento, não é fazer marketing de conteúdo. Para que os resultados apareçam, é necessário adotar uma estratégia bem estruturada. Diversas táticas podem ser utilizadas para se alcançar um aumento expressivo na base de clientes e estabelecer uma marca com maior autoridade e reconhecimento. Confira algumas dicas:

1- Defina objetivos claros e tangíveis

O marketing de conteúdo precisa ser encarado com uma ferramenta para ajudar o negócio a atingir determinado objetivo. Para isso, antes de começar a produzir qualquer material é necessário estabelecer quais são os resultados desejados.

Algumas metas possíveis são: aumento nas vendas, redução no custo de venda, ganho de engajamento para a marca, maior aquisição de clientes de determinado perfil, entre outros.

É importante que os resultados buscados sejam possíveis de serem atingidos com os recursos disponíveis. Cada um desses objetivos influenciará diretamente a maneira como a estratégia de conteúdo será aplicada na prática.

contrate o olist agora mesmo

2- Crie buyer personas condizentes com o negócio

Toda ação de marketing de conteúdo deve estar direcionada a determinado público-alvo. A melhor maneira de delimitar esse público é utilizar buyer personas. Elas nada mais são do que personagens fictícios que representam o
cliente ideal, baseado em informações como estado civil, cargo na empresa, descrição de seu trabalho, objetivos e outras informações relevantes para o negócio.

Essas buyer personas não podem ser criadas a partir do nada. É importante se basear em informações fornecidas pela equipe de vendas, além de dados de pesquisas de mercado, entrevistas com consumidores e questionários online. Isso garante que os conteúdos sejam efetivamente capazes de gerar negócios.

3- Selecione métricas para o monitoramento das ações

Após definir os objetivos para a estratégia de conteúdo é necessário selecionar os melhores indicadores para verificar se está havendo progresso ou não. Estes são os KPIs (indicadores chave de performance ou key performance indicators, em inglês). Eles precisam ser facilmente compreensíveis, com fácil mensuração. Eis alguns exemplos abaixo:

  • Índice de novos clientes
  • Número de vendas;
  • Relação entre vendas/leads;
  • CAC (custo de aquisição de cliente);
  • Tempo gasto para efetuar uma venda.

4- Escolha os canais mais adequados

Depois de decidir a rota, é hora de iniciar o trajeto. Para isso, é necessário selecionar os canais mais adequados para a difusão do conteúdo que será produzido. Eis os espaços mais comuns:

  • Blog: é a base do marketing de conteúdo. É um espaço para diálogos mais informais e para oferecer informações úteis e relevantes. Também serve como ponte para transformar visitantes em clientes;
  • Redes Sociais: servem para transmitir mensagens mais rápidas e para divulgar os conteúdos do blog. Permitem um diálogo constante e mais dinâmico com o público.
  • Materiais ricos: são e-books, planilhas e outros materiais que possuem um conteúdo valioso para seu público e servem principalmente para mostrar a autoridade de sua empresa;
  • E-mail: usado para manter um bom relacionamento com seus contatos, divulgar o conteúdo e engajar os leitores.

A escolha correta dos recursos dependerá, principalmente, do seu público-alvo e dos objetivos de sua estratégia de conteúdo.

5- Avalie os resultados e faça ajustes

A grande vantagem do marketing de conteúdo é a poderosa capacidade de mensuração presente nessa metodologia. É possível rastrear todos os passos de um novo visitante e descobrir quais foram as oportunidades geradas. Por isso, é importante definir uma frequência de mensuração das métricas, fazendo ajustes sempre que necessário.

Conclusão

Apostar no marketing de conteúdo é o caminho mais simples e prático para ampliar a visibilidade da marca, conquistando um diferencial frente aos concorrentes. Com objetivos claros, estratégias bem-definidas e monitoramento constante é possível atingir os melhores resultados.

Está preparado para começar a implementar marketing de conteúdo em seu e-commerce? Então leia o ebook Marketing Digital vs Inbound Marketing – Aumente suas vendas online e aprofunde os conhecimentos no assunto.



+ Nenhum comentário

Adicione o seu