Baixo desempenho? 5 dicas para vender mais nos marketplaces!


Baixo desempenho? 5 dicas para vender mais nos marketplaces!
5 (100%) 11 votos

Faturamento ruim? Veja como melhorar as vendas nos marketplaces
Quer conferir uma versão narrada deste post? É só apertar o play!
Você começou a vender em marketplaces mas o desempenho comercial está abaixo do esperado. Frustrado, você acha que esse modelo de vendas não funciona e começa a pensar em abandonar essa estratégia.

Antes de tomar essa decisão, é importante refletir se essa performance ruim não aconteceu por sua culpa. Talvez pareça um pouco duro dizer isso, mas você precisa refletir se colocou em prática todos os recursos possíveis para reverter esse cenário.

As vantagens da venda em marketplace só podem ser plenamente aproveitadas se houver contrapartida do lojista.

Para ajudar você nessa autoavaliação, vamos listar neste post uma série de dicas que podem fazer a diferença para reverter um cenário de poucas vendas nos marketplaces.

contrate o olist agora mesmo

Avalie se os preços estão competitivos

Já falamos aqui no blog que o preço não é o único atributo relevante para sua loja conquistar a buybox. Mas isso não significa que você pode praticar preços de venda fora da realidade.

Caso haja outros concorrentes vendendo o mesmo produto que você, verifique se há grande disparidade nos preços. Se seu valor de venda for muito superior à média, é interessante fazer as contas e oferecer um desconto. Se isso não for possível, repense a viabilidade da venda desse item.

Faça simulações de frete

Caso o preço de venda da sua loja esteja dentro da média de mercado, o problema pode estar no frete. É importante analisar tanto os valores cobrados quanto o prazo estimado para a entrega do produto.

Conforme a 35ª pesquisa Webshoppers, realizada pela Ebit, em 2016 o prazo médio de entrega de um produto foi de 9,1 dias. O estudo também indica que o frete grátis vem perdendo espaço, mas ainda assim é preciso oferecer valores competitivos.  

Para fazer uma análise precisa, a melhor estratégia é realizar simulações. A Webshoppers indica que 60% dos consumidores digitais estão na região Sudeste. Nesse caso, estime qual é o valor e o prazo do frete para as principais cidades desses estados. Depois, repita a análise para as demais regiões.

Caso haja um grande descompasso perante os concorrentes, considere utilizar sistemas alternativos de frete, como transportadoras. Ou então repense a estratégia de comercialização, apostando em kits, por exemplo.

venda_mais_com_olistVerifique a disputa pela buybox

Outro ponto que pode estar afetando a performance em vendas da sua loja é a presença na buybox. Nem sempre uma combinação de preço competitivo e frete razoável é suficiente para conseguir a visibilidade máxima nos marketplaces.

Nesse caso, avalie outros fatores que influenciam a buybox, como a quantidade em estoque (informe sempre valores realistas), quantidade de parcelas para pagamento e a reputação da sua loja.

Caso a loja possua um número elevado de reclamações ou uma nota média baixa, esse pode ser o fator que está espantando clientes. Nesse caso, vale estimular os consumidores a fornecerem avaliações positivas, enviando um cartão de agradecimento, por exemplo. E não esqueça de monitorar canais como o Reclame Aqui.

Analise o mercado e busque nichos

Se após analisar todos os fatores você concluir que é impossível superar a concorrência, uma opção interessante é investir em outros segmentos.

Nem sempre os produtos altamente populares (big hits) são o mercado mais adequado para sua loja. Nesse caso acredite no potencial da cauda longa e foque em produtos de nicho, que atraem menos clientes mas podem trazer maior rentabilidade.

Venda nos marketplaces utilizando o Olist

Outra alternativa para alavancar as vendas nos marketplaces é utilizar o Olist. Ao fazer parte da nossa comunidade você poderá divulgar seus produtos em uma loja consolidada nos principais marketplaces do país. Você também terá acesso ao nosso contrato com os Correios, que oferece condições comerciais mais vantajosas do que uma operação independente.

Paralelamente a isso, você também terá o apoio de um gerente de contas que irá indicar as melhores oportunidades para vender mais. É possível identificar as estratégias de precificação mais competitivas, bem como participar de campanhas nas grandes redes varejistas, ampliando a exposição e as chances de conversão da sua loja.

Conclusão

O simples fato de estar dentro dos marketplaces não é garantia de mais vendas. Se a performance da sua loja está abaixo do esperado, faça uma avaliação dos fatores citados acima e ajuste o que for possível.

Em paralelo, lembre-se que o Olist pode ser um descomplicador e um catalisador do seu desempenho comercial. Ele pode atuar de forma complementar ao seu contrato direto com os canais de venda.

Assim você conseguirá explorar todo o potencial da venda nas grandes redes varejistas, faturando e lucrando muito mais!


Quer entender melhor como funciona o Olist? Então veja esse vídeo!

+ Nenhum comentário

Adicione o seu