Inicie seu negócio com sucesso: desenvolva um planejamento estratégico


Inicie seu negócio com sucesso: desenvolva um planejamento estratégico
Avalie este post

Inicie-seu-negócio-com-sucesso:-desenvolva-um-planejamento-estratégico

O planejamento faz parte da nossa rotina. Planejamos nossas compras de supermercado, as partidas de futebol no fim de semana e o tempo que iremos gastar no salão de beleza.Esse é um aspecto necessário da vida, e isso é ainda mais verdade quando falamos da abertura de um novo negócio. Quando você decide iniciar um empreendimento, a primeira pergunta que vem a cabeça é “qual o primeiro passo?” A resposta é clara: planejar.

O planejamento estratégico é indispensável, pois ajuda a prever imprevistos, torna mais claro o trabalho a ser feito e aumenta as chances da organização atingir o resultado esperado. Quer saber melhor como fazer um planejamento estratégico para seu negócio? Acompanhe o post a seguir!

Por que fazer o planejamento estratégico do negócio?

O Brasil apresenta uma alta taxa de mortalidade de empresas. Em muitos casos, temos fatores externos que prejudicam os negócios no país, como o valor da carga tributária, aumento da inflação, entre outros. Entretanto, o principal fator interno (de responsabilidade da empresa) que contribui para a falência dos negócios brasileiros é a falta de planejamento. Quando não existe um planejamento estratégico, a empresa dá brecha para falhas que poderiam ter sido previstas e evitadas, caso houvesse um plano norteador.

O planejamento estratégico envolve todo o funcionamento do negócio. Portanto, se a empresa não consegue prosperar porque não houve investimento suficiente em marketing ou porque a concorrência é mais forte do que se imaginava, o planejamento estratégico não foi eficaz.

contrate o olist agora mesmo

Uma questão recorrente em relação à gestão de negócios e planejamento estratégico é que, muitas vezes, os estudos e planos criados são documentos extensos, complexos e de pouca aplicação prática. Entretanto, com o avanço da tecnologia e o surgimento das startups, novas ferramentas e modelos de planejamento estratégico mais objetivos estão sendo cada vez mais difundidos. Um dica excelente é explorar o Business Model Canvas, ferramenta prática e de grande sucesso na formatação de novos negócios. OPlaneja Fácil, desenvolvido pelo Sebrae/SP, também é interessante, pois simplifica a tomada de decisão em uma organização.

Modelo de Planejamento Estratégico

Como realizar o planejamento estratégico?

Para facilitar, vamos elencar as principais etapas:

1) Definir estratégias

Quando se inicia o planejamento de um negócio, é necessário definir os principais pilares. Para isso, são definidas a missão, visão e valores e os objetivos e metas.

Missão

A missão indica a razão pela qual a empresa existe e porque ela está presente no mercado. É ela que vai nortear as decisões do negócio, como a forma de relacionamento com o cliente e a qualidade do produto ou serviço que irá comercializar.

Visão

O que a empresa pretende alcançar? A visão responde à essa pergunta, indicando quais são os objetivos de médio e longo prazo da organização.

Valores

São as atitudes e comportamento que a instituição irá apresentar ao consumidor e ao mercado.

Objetivos e metas

Definição dos resultados necessários. Os objetivos e metas bem-sucedidos possuem as características do método SMART, sendo Specific (específicas), Measurable(mensuráveis), Achievable (alcançáveis), Realistic (realistas) e Time bound (quantificáveis).

2) Análise de ambiente

O mercado é cada vez mais acessível, e, por isso, mais competitivo. Analisar a concorrência, antes de entrar no mercado, é algo imprescindível, assim como também é preciso estudar os principais pontos fortes e ameaças relacionadas ao seu segmento. Para auxiliar nesse diagnóstico, existem ferramentas que indicam o seu potencial. São elas: as 5 forças de Porter, a análise VRIO e a análise SWOT, a mais difundida entre elas. Todas visam identificar oportunidades e prever contratempos na gestão de um negócio.

Vale lembrar que sempre será preciso estar atento ao ambiente externo (concorrência, tendências, fatores econômicos), além da busca pela melhora contínua do ambiente interno (produto, equipe de trabalho, marketing).

3) Plano de ação

Essa etapa consiste em consolidar o planejamento anterior em um plano estratégico, tático e operacional. Um planejamento que não se transforma em um plano de ação dificilmente irá funcionar.

O plano de ação deve conter o planejamento geral da empresa (estratégico), as ações e diretrizes de médio prazo que irão materializar os objetivos estratégicos (tático) e ações a serem implementadas para obter os resultados no curto prazo (operacional).

4) Monitoramento e controle

A última etapa do planejamento estratégico é analisar o negócio através de indicadores, que são informações dos resultados obtidos, e podem ser referentes à gestão de pessoas, vendas e lucratividade. A monitoração e controle dos resultados visa o aprimoramento do planejamento da empresa, ou seja, não adianta ter acesso aos números se você não vai usá-los para desenvolver sua gestão.

O planejamento não resulta em sucesso, uma vez que ele depende da forma como as estratégias da empresa serão viabilizadas. Porém, as ações planejadas têm muito mais chance de darem certo! Vale lembrar que o planejamento estratégico é sempre importante e por isso deve ser contínuo. Planeje com cuidado a estratégia de seu negócio para garantir o seu lugar de destaque no mercado.

Você já faz o planejamento estratégico da sua empresa? Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Deixe seu comentário ou faça o download gratuito do nosso Modelo de Planejamento no botão abaixo:

Modelo de Planejamento Estratégico


+ Nenhum comentário

Adicione o seu