Lojas virtuais fecham antes de um ano: fuja dessa estatística!


Lojas virtuais fecham antes de um ano: fuja dessa estatística!

O bom desempenho do e-commerce brasileiro tem motivado a entrada de um número crescente de empreendedores neste mercado. No primeiro trimestre de 2016 o setor já faturou R$ 9,75 bilhões, ou 1% mais que no mesmo período do ano anterior. A expectativa é de que até dezembro as vendas pela internet cresçam 8% alcançando a receita de R$ 44,6 bilhões, apontam dados da Buscapé/E-bit.

No entanto, mesmo com resultados tão positivos, um estudo realizado pelo Sebrae aponta que cerca de 60% das lojas virtuais fecham antes de completar um ano de funcionamento.

Esse desempenho trágico dos e-commerces recém-criados está associado a uma série de pequenos erros de gestão que tornam o negócio inviável no longo prazo. Com algumas ações simples e práticas é possível fugir desta estatística e garantir a viabilidade da loja online.

Neste post vamos apresentar algumas dicas para garantir a sobrevivência do e-commerce sem sustos. Confira!

A conta fecha positivamente?

O primeiro passo para a construção de uma loja virtual de sucesso é o planejamento. Por meio dele é possível traçar cenários e antecipar possíveis problemas que possam surgir. Ele também permite estimar custos e receitas que o negócio terá, garantindo que a empresa seja lucrativa.

Para que essa análise seja eficiente, o planejamento deve responder perguntas como essa:

  • Como é o mercado online dos produtos colocados à venda?
  • Qual é a margem de lucro que os produtos podem gerar?
  • Quais são os gastos para manter a loja virtual em funcionamento? (Faça uma análise de todas as despesas, por menor que sejam, como logística, impostos, plataforma, marketing, etc.)

Após estimar e ponderar todos esses atributos é preciso verificar se o saldo final é positivo. Mais do que isso, é necessário ter certeza de que valerá a pena todo o empenho e esforço necessário para manter a loja online em operação.

Também é muito importante que todos esses elementos sejam verificados regularmente para observar se algo mudou.

contrate o olist agora mesmo

É possível ser eficiente na logística?

É muito mais fácil e barato fazer com que um cliente volte à loja para fazer novas compras do que conquistar novos consumidores. Para isso, um dos fatores imprescindíveis para fidelização de clientes é uma entrega eficiente.

É essencial oferecer diferentes opções de entrega para o consumidor. Os Correios, por exemplo, dispõem de diversas alternativas com prazos e preços para todos os gostos (PAC, Sedex, Sedex 10, etc.).

Isso evita que o cliente desista de comprar na loja porque o produto não chegará a tempo ou porque o preço ficou muito além do que ele esperava pagar pelo frete.

Também deve-se oferecer todas as condições para que o produto não chegue na casa do consumidor amassado ou quebrado. Isso exige o uso de embalagens adequadas para garantir que o cliente receba a mercadoria em perfeito estado.

A concorrência é acirrada?

Um dos motivos para o e-commerce ter caído no gosto dos consumidores é a possibilidade de fazer uma pesquisa eficiente, em centenas de lojas, sem sair do lugar.

Essa facilidade em pesquisar produtos e preços trouxe para o lojista uma concorrência muito mais forte em relação ao comércio tradicional. Assim, para sair na frente da concorrência é preciso dispor de algumas estratégias:

  • Pesquise os concorrentes: eles não são apenas aquelas lojas virtuais do mesmo nicho, grandes lojas ou mesmo empresas que têm como foco outras categorias de produtos. Qualquer um que venda produtos semelhantes ou iguais precisa estar na lista de concorrentes;
  • Veja o que eles fazem: verifique quais os pontos fortes das outras lojas, como os prazos de entrega, processo de compra, descontos, etc. Não copie essas ações, mas tente ser mais eficiente para criar diferenciais;
  • Ofereça uma vantagem para o cliente: muitos lojistas pensam que reduzir os preços dos produtos perante a concorrência é a única forma de atrair mais clientes. Não é bem assim. Criar alguma vantagem que conquiste o consumidor pode ser muito mais eficiente. Oferecer, por exemplo, a entrega rápida, um atendimento impecável e benefícios pela fidelidade são ótimas estratégias.

A divulgação está sendo feita de forma adequada?

É praticamente impossível que uma loja virtual consiga vender bem sem investir em divulgação. Isso pode ser feito de forma precisa e custos baixos. No entanto, é preciso que ferramentas como as redes sociais sejam utilizadas de forma constante e profissional.

O primeiro passo é ter muito bem definido o público-alvo: características como idade, gênero, localidade, entre outros, são muito importantes para definir as ações, a linguagem e de que forma as divulgações devem ser realizadas.

Além disso, as ações precisam ser feitas com cautela. Nada de ficar bombardeando o público com propagandas de produtos, de forma cansativa, sem oferecer nada a mais. Utilizar as redes sociais e outras ferramentas disponíveis para fazer divulgação do negócio na internet, de forma a incentivar clientes a expor suas opiniões sobre os produtos é uma ótima maneira de chamar a atenção de outros que pretendem comprar determinado item.

Oferecer conteúdos úteis sobre os produtos também é uma forma interessante de atrair clientes que buscam por mais referências sobre algum item. Isso pode ser feito de várias formas, como por exemplo, a produção de pequenos vídeos mostrando modos de usos ou funções diferentes.

Os melhores canais de venda foram escolhidos?

As lojas virtuais de pequeno e médio porte têm mais dificuldade em conquistar um tráfego considerável e, consequentemente, gerar mais vendas. Para contornar essa dificuldade é possível apostar nos marketplaces, que disponibilizam uma estrutura completa de venda e pagamento sem custo inicial.

Para facilitar esse processo é possível utilizar plataformas voltadas para pequenas e médias empresas, como o  Olist. O benefício ocorre tanto na expansão das vendas — conseguindo espaço nas grandes lojas online —, como também na gestão de estoque, produtos, pagamentos, entregas, entre outras questões que são necessárias para o bom funcionamento nas vendas em marketplaces.

Conclusão

Manter uma loja online de forma viável e competitiva exige esforço, mas está longe de ser uma tarefa impossível. Com um bom planejamento inicial, atenção aos detalhes e uso dos melhores canais de venda é possível conquistar resultados altamente positivos. Assim o lojista pode aproveitar todo o potencial deste mercado milionário sem correr o risco de sofrer prejuízos.

Tem outras dicas sobre como evitar a falência rápida de lojas online? Compartilhe abaixo!

contrate o olist agora mesmo

Categories

+ Nenhum comentário

Adicione o seu