O que é packing e como ele pode ser otimizado nas vendas online?


O que é packing e como ele pode ser otimizado nas vendas online?
5 (100%) 1 voto

O que é packing e como ele pode ser otimizado nas vendas online? 

Packing é o termo utilizado para definir todo o processo de acomodação de um produto antes do envio ao cliente, envolvendo atividades como a embalagem, organização e proteção do item. Seu objetivo principal é evitar avarias ou a perda do pacote durante o frete. Esse processo ocorre na sequência do picking, que é a identificação e coleta do produto dentro do estoque.

Já explicamos aqui no blog o conceito de picking, mas faltou falar de uma atividade intimamente relacionada a ele: o packing. Vamos detalhar melhor esse assunto neste post.

O packing é uma atividade essencial na operação de uma loja virtual. Com um processo eficiente de embalagem dos produtos é possível agilizar envios e reduzir o tempo de processamento das vendas. Ao oferecer uma embalagem segura e bem elaborada, também é possível consolidar uma imagem positiva da empresa perante o cliente.

Embora demande certo investimento, um packing de qualidade gera retorno positivo. Ao preparar adequadamente os itens para o transporte é possível reduzir os gastos com trocas e devoluções em virtude de avarias ou falta de peças.

Entretanto, para que o packing seja eficiente é necessário estabelecer uma operação organizada e profissional. Por essa razão, algumas premissas básicas precisam ser respeitadas:

contrate o olist agora mesmo

O improviso é inaceitável

Se você deseja ter um e-commerce profissional e eficiente, não é possível tolerar o improviso na embalagem dos produtos. Nem pense em reaproveitar caixas ou utilizar papéis de embrulho inadequados.

O ideal é que você conheça as dimensões de todos os produtos colocados à venda e negocie a compra de embalagens junto a um fornecedor. Também é interessante adquirir itens complementares, como fitas e materiais para o preenchimento de espaços vazios.

Não economize em plástico bolha, isopor e papéis 

Aqui o cálculo é simples: sai mais barato gastar para proteger o produto antes do envio do que o prejuízo em uma troca ou devolução por avaria. Por essa razão, não tenha medo de investir na compra de plástico bolha, isopor e papéis que protejam o item enviado.

Existem algumas formas de se preencher uma caixa utilizando esses recursos:

  • Enchimento solto: esse método funciona com itens mais leves. Utiliza-se uma caixa maior do que o produto e os espaços vazios são ocupados com materiais soltos (isopor, espuma, papel).
  • Calçamento e Escoramento: nesse método utiliza-se algum material resistente para reforçar a caixa e proteger determinadas partes do produto, direcionando toda a energia de possíveis impactos para a parte mais forte do produto.
  • Envolvimento: nesse caso a peça é embrulhada com algum recurso como plástico bolha ou embalagem inflável antes de ser inserida dentro da caixa.
  • Revestimentos Moldados: nesse caso utiliza-se um revestimento feito com base na forma do produto, de modo a envolve-lo por completo.

venda_mais_com_olist

Monte uma estrutura para embalagens em série

O packing deve ocorrer um espaço fixo e bem demarcado para sua execução. Preferencialmente, o local deve estar próximo ao estoque e a porta de saída, para reduzir deslocamentos e otimizar a produtividade das equipes.

É interessante utilizar uma bancada ou mesa que tenha espaço suficiente para receber o produto e ao mesmo seja confortável para o operador responsável pela embalagem.

Também é fundamental utilizar recursos como suporte para papel de embrulho e dispensador (aplicador) de fita adesiva. Nem pense em passar o dia cortando fitas com o dente!

Todas as ferramentas devem ser identificadas e acomodadas em um local de fácil acesso, visando a organização do ambiente.

Tenha certeza de que o produto está protegido 

Nem sempre aquela embalagem que você acha ser a melhor para um produto realmente garante toda a proteção necessária. Por essa razão, é importante realizar testes.

Simule possíveis quedas da caixa em que o produto está e avalie qual o risco de dano. Caso o volume de embalagens seja elevado, faça testes de empilhamento e verifique se o produto segue intacto. É bem provável que esse tipo de situação aconteça de verdade durante o transporte, portanto você precisa se antecipar.

Em caso de dificuldades, terceirize o serviço

Caso o processo de packing tenha se tornado inviável na sua empresa, pode ser uma boa ideia terceirizar o serviço. Existem empresas especializadas e fazer a coleta, packing e postagem do produto, dispensando o lojista dessa tarefa. Os próprios Correios oferecem o serviço CorreiosLog, que realiza todo o trabalho de coleta, expedição e packing para o lojista. Faça as contas e avalie se o investimento é viável para seu negócio.

Conclusão: packing também faz parte do processo de vendas 

O processo de vendas online não termina assim que os pedidos chegam. É preciso garantir que os itens negociados sejam enviados no prazo adequado e com segurança. Para isso, uma operação de packing bem estruturada é fundamental.

Seguindo as dicas acima e tornando essa prática constante dentro da sua loja virtual, os efeitos serão sentidos tanto em performance de vendas quanto na reputação da empresa.


Quer saber mais sobre o assunto? Então confira esse post com dicas sobre como embalar os produtos para envio!


+ Nenhum comentário

Adicione o seu