Os maiores desafios logísticos no Brasil e os efeitos no e-commerce


Os-maiores-desafios-logísticos-no-Brasil-e-os-efeitos-no-e-commerceHoje em dia, a tecnologia é a principal aliada do processo de vendas no e-commerce, mas os desafios logísticos existem e são muitos. Além de todas as atribuições deste segmento, o principal papel de um gestor de loja virtual é minimizar as entraves e traçar estratégias de contorno para garantir as entregas no prazo. Vivenciamos grandes avanços tecnológicos da área de vendas pela internet, este é o momento para rever processos logísticos e firmar parcerias com empresas de entrega.

Concorda que oferecer produtos de qualidade, preço competitivo e ter um ótimo atendimento não são mais itens de diferenciação? Leia o nosso artigo de hoje e entregue muito mais do que o solicitado pelo cliente, surpreendendo as suas expectativas!

Os processos de logística virtuais

Diferente dos processos logísticos tradicionais, para um e-commerce é necessário receber, gerenciar o estoque em tempo real e realizar a reposição gradual de todos os itens vendidos em seu site. Mas tudo isso precisa ser feito em pouco tempo e é importante que haja espaço para que os pedidos sejam separados, embalados e enviados dentro de 24 horas.

Além dessa necessidade de respostas rápidas para não perder espaço para a concorrência, o e-commerce tem regras jurídicas que regulamentam a contratação de serviços e produtos de comércio eletrônico. O decreto 7692/2013 diz que as empresas do ramo devem fornecer informações do produto, serviço e fornecedor de modo claro e objetivo, assim como realizar um pronto atendimento e respeitar os direitos do consumidor.

contrate o olist agora mesmo

Os gargalos logísticos no Brasil

Diferente de outros países, onde o comprador paga pela encomenda expressa, no Brasil, a entrega urgente é vista como algo normal e esperado. Isso pelas nossas proporções territoriais, mais as variáveis restritivas, como o rodizio de placas veiculares em grandes centros urbanos, horários limitados para transitar caminhões e veículos de carga, vias restritas, lei de entrega agendada, zonas proibidas de estacionar e trânsito.

Dadas as variáveis, é possível identificar que um produto passa por diversas mãos, centros de distribuição, companhias de transporte, bases operacionais e veículos de entrega. Por isso, é essencial investir em um sistema de monitoramento e gerenciamento de entregas para oferecer suporte para o comprador ou soluções quando houverem problemas de remessa.

Embora exista toda a problemática de entregas no sistema logístico brasileiro, algumas empresas conseguiram extrair da tecnologia excelentes alternativas. Como sistemas de gerenciamento e monitoramento de remessas — um sistema de administração de remessas multipontos.

A integração da logística no e-commerce

As mudanças ocorridas no comércio eletrônico têm transformado o mercado e os empreendedores do ramo. Novas aplicações e inovações foram feitas para integrar as lojas virtuais com os processos logísticos, o que beneficia ainda mais o consumidor.

Ele tem a comodidade e o conforto de realizar a compra em qualquer loja ou site, realizar o pagamento de modo seguro e saber a data limite para receber o produto no endereço estipulado. Todo esse esforço tem resultado em uma migração de estratégias e tecnologia de grandes marcas do varejo da loja física para a virtual.

O que beneficia o cliente diretamente, porque o e-commerce não tem incidência direta de tantos custos físicos como uma loja tradicional. Por trás dessa mudança, existe uma grande preocupação com os esforços logísticos e a tecnologia tem sido uma grande aliada para garantir comodidade e entregas no prazo para os consumidores.

Marketplaces

Os grandes varejistas têm conseguido integrar mais as operações de entrega com as vendas online. Um exemplo disso são os marketplaces — sites que unem diversos vendedores, de diferentes portes e localidades. Neles, os varejistas compartilham espaço da sua vitrine virtual, sistemas logísticos e ERP para gerenciar as transações comerciais e remessas para o cliente final.

A tecnologia como principal aliada do vendedor

Empresas de todos os tamanhos e pessoas físicas podem usar os sistemas de monitoramento e de gerenciamento de remessas para realizar o envio dos produtos vendidos na internet. Inclusive, o exemplo que comentamos permite um preço diferenciado, por causa da quantidade de envios realizadas diariamente por outros usuários.

O que provê um frete mais barato e maiores oportunidades de venda ou fidelização dos clientes, por causa da comodidade oferecida. Este e outros sistemas têm basicamente as mesmas funções, sendo a principal de informar o usuário no momento da compra sobre o valor da entrega, como a calculadora de frente.

Basta realizar a compra, incluir os itens no carrinho virtual e digitar o CEP da sua residência ou do local da entrega para saber o valor final. Além disso, é possível saber o prazo para receber as encomendas e acompanhar o envio por meio de um código de rastreamento no próprio site.

Sinergia entre departamentos

A mesma tecnologia de gerenciamento também pode ser utilizada para monitorar as compras realizadas e programar os despachos. A maioria das empresas opta por realizar o envio após a confirmação do pagamento, o que normalmente ocorre no mesmo dia. O departamento financeiro tem sinergia com a área de logística e é uma peça importante nessa cadeia de produção.

O mercado de e-commerce brasileiro

O crescimento do varejo online atinge taxas anuais de até 30%, segundo dados do e-Bit, o que justifica e evidencia os investimentos que veem recebendo na parte tecnológica. Ainda mais que o brasileiro têm algumas características comportamentais, que auxiliam neste crescimento. Como problemas de mobilidade nos centros urbanos, falta de tempo para pesquisar em diversas lojas e buscar as melhores condições.

Tudo isso contribui para que a internet possa ser uma ferramenta de grande ajuda para quem tem pouco tempo e disponibilidade para fazer compras. O que fica em evidência em datas comemorativas (dia dos namorados, dia das mães, dia dos pais, dia dos namorados e dia das crianças) e nos finais de ano. Sendo assim, não faz mais sentido pegar trânsito, visitar shoppings centers lotados e pegar filas para realizar pagamentos se você pode fazer tudo isso em casa ou no trabalho.

Ainda tem dúvidas sobre quais são os desafios logísticos brasileiros e efeitos no e-commerce? Existe alguma experiência que deseja compartilhar? Aproveite os comentários e participe desta conversa!


Categories

+ Nenhum comentário

Adicione o seu