Preço dinâmico nos marketplaces: o que é e como ele afeta as vendas?


 Preço dinâmico nos marketplaces: o que é e como ele afeta as vendas?

Se você conhece ou já utilizou o aplicativo de transportes Uber, provavelmente ouviu falar sobre o que é preço dinâmico.

Esse modelo de venda realiza a precificação automática de produtos ou serviços, promovendo variações para cima ou para baixo conforme atributos como: demanda, estoque, concorrência ou disponibilidade dos vendedores.

Embora popular no exterior, essa prática ainda é pouco comum nos marketplaces brasileiros.

Ainda assim, ela pode ser decisiva para garantir um bom resultado nas vendas online.

Este post visa mostrar quais são as vantagens em incorporar essa política de precificação ao negócio. Vamos lá!

Como funciona o preço dinâmico?

Embora a alteração dos preços seja feita por algoritmos, é possível manter controle total sobre as vendas.

Você define limites mínimos e máximos para o valor de venda de determinado produto, estabelecendo os critérios para que sejam realizadas as alterações.

banner-blog6_2Os preços adotados pelos concorrentes, o ritmo diário de vendas (quedas ou picos repentinos) ou volume de produtos em estoque (escassez ou excesso) podem servir de gatilho para determinada ação.

Os softwares de precificação passam a monitorar esses critérios, alterando automaticamente os valores de vários produtos em todos os canais de venda simultaneamente.

É possível, por exemplo, criar uma regra para que seu produto custe sempre R$ 0,10 a menos do que a concorrência.

Por que utilizar o preço dinâmico?

Ao utilizar o preço dinâmico, você incorpora a capacidade de tomar decisões e ações de forma rápida e certeira.

Isso garante um poder de reação que pode ser fundamental para garantir mais vendas.

Embora não seja o único atributo, um preço baixo pode ter peso decisivo para garantir a visibilidade dos anúncios na buy box.

A economia de tempo é outro diferencial.

Suponha que você vende mais de 100 produtos em um mesmo site.

Imagine quanto tempo seria necessário para monitorar e ajustar os preços de todos os itens conforme o comportamento do mercado.

Além disso, essa é uma tendência que veio para ficar.

Lojistas de grandes redes internacionais, como a Amazon, já utilizam essa estratégia para garantir competitividade ao negócio.

contrate o olist agora mesmo

Como utilizar o preço dinâmico?

O primeiro passo para a adoção do preço dinâmico é mensurar todos os custos envolvidos na operação de venda.

Com base nisso é possível definir qual a margem de lucro obtida em cada item.

Essa margem será decisiva para definir quais as variações mínima e máxima de preços em cada situação.

A etapa seguinte é a definição de gatilhos para a variação dos preços.

É importante analisar que fatores deixam sua loja em desvantagem frente aos concorrentes.

Cruzando os dados de margem de lucro e os gatilhos para variação, é possível definir quais ações serão colocadas em prática.

Para executá-las, é necessário utilizar softwares especializados.

Usuários do Olist também vão poder contar com essa funcionalidade em breve.

Por fim, vale a pena mensurar os resultados e verificar se a precificação dinâmica tem gerado efeitos positivos.

Conclusão

Um dos principais fatores de diferenciação frente aos concorrentes é um bom preço.

Para isso, acompanhar os movimentos do mercado é fundamental.

Utilizando uma estratégia de preço dinâmico, isso fica ainda mais fácil.

Preços competitivos, associados a uma atuação profissional, com boa reputação e eficiência na entrega, são o caminho perfeito para conquistar a buy box.

Você pode começar a seguir esse caminho hoje mesmo.

Ainda tem dúvidas sobre como funciona o preço dinâmico? Comente abaixo!


+ Nenhum comentário

Adicione o seu