Qual o momento certo para expandir seu negócio para o ambiente online?


Qual-o-momento-certo-para-expandir-seu-negócio-para-o-ambiente-online?Uma palavra de ordem nos negócios do século XXI é escalabilidade. Com a banda larga e a tecnologia, foi possível criar novos negócios que vendem mais, com menos esforço. Isso se chama escala nos negócios.

O ambiente online proporciona as condições necessárias para uma empresa expandir as suas atividades pelo e-commerce. Os números não mentem: no Brasil, as vendas online não param de crescer.

O 31º relatório WebShoppers registrou o crescimento de 24% no comércio eletrônico brasileiro. Na prática, isso significa 103,4 milhões de pedidos feitos, movimentado nada mais que 35,8 bilhões de reais.

Então, ter acesso às plataformas de venda está cada vez mais simples. Da mesma forma, os meios de pagamento digital e os serviços de entrega estão bastante acessíveis.

Mas nem de longe isso significa que esse é um rio fácil de navegar, concorda? Semelhante ao que aconteceu com os as universidades particulares, foi ficando cada vez menos complicado entrar porém, manter-se é outra história. Portanto, leia o nosso artigo de hoje e saiba o momento certo para expandir o seu negócio para o ambiente online!

O momento certo
Quando alguém diz que tem um escritório virtual ou que o arquivo da empresa está na nuvem, pode parecer que são coisas imaginárias que não existem. Mas não é verdade!

Um produto virtual pode se tornar real e palpável a partir de um clique. Por isso, abrir uma loja virtual deve ser um processo tão bem planejado como uma loja física, mesmo que as características sejam distintas em muitos aspectos.

O primeiro passo para abrir uma empresa ou uma nova unidade é montar um plano de negócios. De acordo com o estudo Sobrevivência das Empresas no Brasil, conduzido pelo SEBRAE e publicado em 2013, o número de empresas que fecham antes de completarem dois anos de atividade é de 26,9%. A ausência de planejamento é apontada como uma das principais razões.

Know how
A falta de informações sobre a concorrência, sobre a demanda do mercado, sobre o investimento necessário e sobre o público-alvo são cruciais. Um bom planejamento elimina barreiras e sinaliza caminhos.

O momento certo para iniciar o e-commerce será quando existirem indícios de que há demanda de compras e de que existe uma fatia no mercado para o seu produto. Essas informações precisam ser estudadas e planejadas!

O perfil de cliente que irá acessar o seu e-commerce deve ser detalhado e examinado. Existem ferramentas que ajudam nessa análise, mas só o know how que a empresa possui ou adquire apontarão a oportunidade no aquecido, porém concorrido, mercado digital.

contrate o olist agora mesmo

Os atalhos disponíveis na web
Qual empresário não gostaria de ter a sua loja aberta 24 horas por dia? Poderíamos dizer que todos.

Caso não houvesse o trabalho e o gasto que isso atrai, as lojas nunca fechariam. Realizar vendas para outras cidades, estados e países também é um sonho compartilhado. Todos esses quesitos estão acessíveis para as empresas que entram para o ambiente online.

Fluxo de caixa, emissão de nota fiscal e registro de dados dos clientes: essas palavras remetem à dor de cabeça de muitas organizações. Por isso, uma das principais vantagens do e-commerce é automatizar várias atividades de gestão que tomam um tempo precioso na rotina de trabalho.

As empresas que investem primeiro
Os sistemas de e-commerce possuem plataformas para facilitar ao máximo a venda online. Assim, a geração de relatórios de vendas se torna indolor!

Com todas essas vantagens a migração para o ambiente digital é inevitável. Encontrar os parceiros certos para a publicidade e uma plataforma confiável para o e-commerce são os primeiros passos necessários. Não é difícil prever que as empresas que investem primeiro estão alguns passos à frente das concorrentes.

Gestão de e-commerce e parcerias
Gerenciar uma loja virtual é diferente de uma loja física. Mas isso não quer dizer que o gestor tenha que ter conhecimentos avançados em web ou em tecnologia da informação.

É preciso, sim, ter um sistema confiável que forneça a estrutura que a loja vai precisar. Isso inclui espaço de armazenamento e plataforma de gestão.

A integração de ERP é uma alternativa que facilita a gestão do e-commerce. O ERP é a plataforma que irá gerenciar as vendas, o estoque e as finanças.

A integração possibilita que a empresa gerencie a loja virtual junto com a física. Por exemplo, se um produto é vendido online, automaticamente ele estará indisponível no sistema da loja física.

Divulgação
As facilidades que temos hoje não eliminam o esforço que um bom gerente precisa para alcançar grandes resultados. Os meios de pagamento devem ser feitos com empresas sérias que oferecem garantias e soluções anti-fraude, o serviço de entrega deve ser cuidadosamente acompanhado para a satisfação do cliente e para o aumento do prestígio da loja.

As possibilidades são muitas, mas o profissionalismo sempre será indispensável. Um ponto crítico para o sucesso do e-commerce é a divulgação.

Uma empresa que quer ganhar mercado no ambiente digital deve buscar uma agência ou uma consultoria para atrair o público-alvo para acessar o site. O design de um site pode ser decisivo para chamar a atenção e gerar confiança no visitante.

CTA
Além disso, é preciso estimular o consumidor a comprar o seu produto. Esse estímulo é feito através do “Call to Action” (chamado para a ação, em tradução livre). São estratégias como destaques no botão “comprar” ou criação de processos de “compre com um clique” que irão conduzir o cliente para o fechamento de uma venda.

Marketing digital
A divulgação em redes sociais é uma das principais formas de divulgar a loja online e expor fotos e características dos produtos. Além disso, a loja virtual precisa estar otimizada para ser encontrada com facilidade nas buscas feitas na internet.

As empresas de marketing digital também irão criar anúncios e selecionar palavras-chave para que a loja seja encontrada pelo seu público. Quanto antes a empresa conciliar as vendas com as vendas online, melhor para o negócio.

Mas como frisamos, é indispensável planejar bem essa ação. Os benefícios são muitos, as novidades são atrativas, mas os riscos continuam os mesmos. Após um bom planejamento e a indicação que existe um mercado consumidor, uma loja virtual certamente trará resultados acima da média.

Quer “entrar nesse jogo’’? As cartas estão na mesa, ou melhor, na ‘’nuvem’’, apenas jogue com o profissionalismo de sempre!


+ Nenhum comentário

Adicione o seu