Início Como divulgar Vídeos para e-commerce: vale a pena investir nessa estratégia?

Vídeos para e-commerce: vale a pena investir nessa estratégia?

1

Vídeos para e-commerce: vale a pena investir nessa estratégia?

Este texto já começa respondendo à pergunta do título: sim, vale a pena investir em vídeos para e-commerce! O consumo de vídeos é cada vez maior entre os internautas e consumidores online, por isso não há dúvidas de que apostar fichas nessa estratégia é uma excelente escolha. Porém, muitos lojistas têm dúvidas sobre o custo-benefício de produzir vídeos e como começar a fazer isso.

Neste artigo, você vai entender como fazer vídeos para a loja virtual pode ajudar lojistas a ganharem visibilidade e aumentarem as vendas. Além disso, separamos algumas dicas úteis para que você consiga tirar os projetos do papel. Continue a leitura e confira tudo isso a seguir!


Quais os benefícios dos vídeos para e-commerce?

Provavelmente você já tomou uma decisão de compra após assistir ao vídeo de uma marca, não é mesmo? Esse é o poder do audiovisual! Além de apresentar detalhes de um produto ou serviço, os vídeos trazem contexto e geram proximidade com o cliente, especialmente quando se trata de e-commerce. Como resultado, eles aumentam o engajamento do público, o alcance da marca e a conversão dos anúncios. Portanto, essa estratégia deve fazer parte do seu negócio!

Investir no YouTube gera engajamento, alcance e conversão

Dois bilhões de usuários, um bilhão de horas assistidas por dia e presença em mais de 100 países. Esses são apenas alguns dos gigantescos números do Youtube, que é a principal plataforma de vídeos do planeta. Tendo em vista esse potencial, é muito indicado que as lojas marquem presença na plataforma para ganhar ainda mais visibilidade e criar proximidade com o público.

Uma empresa que soube aproveitar muito bem o potencial do YouTube é a BlendTec, que vende liquidificadores de alta performance. Para comprovar a qualidade dos seus produtos, a companhia lançou em 2006 a série de vídeos “Will it Blend?”. Neles, o apresentador usa os liquidificadores da marca para triturar objetos rígidos, como produtos da Apple (iPhone e iPad). 

Por meio de vídeos engraçados e de produção relativamente simples, a marca conseguiu demonstrar a eficiência dos produtos que fabrica, alcançar milhões de visualizações e tornar-se mundialmente conhecida. 

Para que vídeos na página de descrição?

Disponibilizar vídeos que descrevam seus produtos na página de vendas aumenta consideravelmente a taxa de conversão dos anúncios. Isso porque o cliente passa a ter mais confiança no seu produto e na sua loja, o que cria autoridade para o negócio. Problemas, dúvidas e devoluções também são evitados, já que as características do produto ficam mais claras para o consumidor.

Vídeos para e-commerce - Anúncio com vídeo - Mercado Livre
Exemplo de anúncio com vídeo na descrição. | Reprodução: Mercado Livre

Nesse sentido, recomendamos que você invista em vídeos que demonstrem o uso ou aplicação do produto – isso ajuda o cliente a ganhar segurança na compra. Sendo assim, quem vende roupas ou acessórios pode gravar um vídeo com um modelo usando as peças, por exemplo. Já se a sua loja trabalha com produtos eletrônicos, testes para demonstrar o desempenho dos itens podem aumentar a credibilidade com os clientes.

Dicas de vídeos para e-commerce

  • Concentre seus esforços em produzir vídeos para os produtos responsáveis pela maior parte de sua renda.
  • Publique no Youtube, porque lá seu conteúdo indexa muito bem no Google, se estiver otimizado e com boa qualidade.
  • Não faça vídeos longos. O tempo médio de retenção de vídeos no YouTube é de um minuto. Se você precisa mais do que isso, divida o vídeos em partes.
  • Faça vídeos simples, sem muitos efeitos, mas com boa qualidade. Hoje, há uma grande variedade de câmeras com alta resolução e fáceis de operar.
  • Vídeos não substituem o conteúdo escrito. Alguns clientes não podem dar play no material, por causa da internet ou do lugar onde estão. Por isso, mantenha a qualidade da descrição de texto do seu produto.
  • Cuide para que a estética e a linguagem do seu vídeo estejam adequadas para o seu cliente em potencial.
  • Não coloque o preço. Assim, se você quiser alterar o valor do produto ou fazer uma promoção, não precisará editar o vídeo ou gravá-lo novamente.

Aumente as suas vendas com vídeos no e-commerce

Já trabalhou com vídeos na comunicação da sua marca? Experimente-os e logo verá os benefícios para a rentabilidade da sua empresa!

Agora que você já sabe que vale a pena investir nessa estratégia, é hora de colocar mãos à obra. Confira nosso post com dicas de como produzir vídeos para a loja virtual e saiba exatamente como tirar suas ideias do papel! 

Gostou deste conteúdo? Aproveite para se inscrever no canal do Olist no YouTube e conferir dicas preciosas sobre varejo e e-commerce.

Venda mais com o Olist

*Este post foi publicado em 04/09/2015 e atualizado em 28/02/2020.

1 comentário

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui